Início » Comportamento » Como a terapia me ajudou num momento muito difícil?

Como a terapia me ajudou num momento muito difícil?

Terapia é um recurso dos melhores, assim como outras práticas de cuidados consigo mesma, que contribui positivamente para autoconhecimento e abertura da mente. Esse post é uma partilha de vida e experiência, um presente da Márcia Damasceno para as leitoras do Trololó de Mulher, especialmente as que ainda não se deram conta que precisam de ajuda.

Foi numa fase de vida bastante complicada que a terapia salvou a Márcia, no sentido de mantê-la em pé, com a sanidade em dia. Cada um de nós tem sua história, e há quem passe por sequências bastante pesadas em sua trajetória, daqueles pesos difíceis de carregar. Márcia Damasceno, Facilitadora e Externalizadora de Beleza no Maquiagem Não é Tudo, conta que…

TERAPIA-AUTOCONHECIMENTO-SERENIDADE

Imagem: Foter.com

“…na verdade, não fui eu que me dei conta de que precisava da ajuda de um psicoterapeuta, foi uma amiga que me enfiou na sala do psicólogo dela, porque eu tava passando por uma fase dificílima no inicio das crises da minha filha, que na época ainda não tinha diagnóstico, e eu tava sem grana, e nem tive iniciativa de procurar me cuidar.

Ela me perguntava o que eu estava sentindo e eu simplesmente não sabia responder, não conseguia nomear quase nenhum sentimento. Ela que me incentivou a esse cuidado comigo.

Há tipos diferentes de terapias, e eu não sei bem nomear todos eles, mas no meu caso lembro que foi bem estranho começar a falar pra alguém, que eu nunca tinha visto, sobre a minha vida. Eu pensei: pronto! Eu aqui e não sei nem como nem por onde começar… kkkk…

Mas fui acostumando e fiquei muito determinada a me conhecer e mudar a situação da minha vida. Precisava me fortalecer. Depois do primeiro, passei um tempo buscando outras formas de me conhecer: livros, vídeos, coach, yoga, e outro tipo de terapia, grupos de estudo, enfim… não paro nunca mais.

Minha vida foi facilitada a partir desse acompanhamento, porque as portas pro autoconhecimento foram escancaradas na minha frente. É bem doído saber nossas fraquezas e olhar de frente pra elas. Mas ao mesmo tempo o alívio de saber que tem como melhorar e ter alguém pra conduzir e amparar o processo é muito grande. Hoje me sinto muito mais segura e disposta a me conhecer cada vez mais. Sei mais o que quero, inclusive quando sinto que preciso de acompanhamento de alguém.

Ainda existe muito preconceito com terapia, porque fala-se até hoje que é coisa de gente doida. Isso é uma ideia que ficou muito forte por causa dos tratamentos no passado, porque eram realmente enlouquecedores (os tratamentos, não necessariamente os pacientes ao chegar), mas não é mais assim.

Hoje os terapeutas estão cada vez mais preparados com técnicas diversas e muito boas para acompanhar as pessoas num crescimento pessoal. Tanto psicólogos, como psiquiatras.

Claro que existem os ‘picaretas’, mas isso é em qualquer área, em qualquer profissão. Então o negócio é sempre ficar atento.

Muitas vezes a pessoa não vai ter a iniciativa de procurar um terapeuta, como no meu caso, e muitas vezes por estar passando por períodos delicados de saúde mental que impossibilitam essa procura, como no caso da depressão, por exemplo. Nesses casos acredito que familiares e/ou amigos precisam tomar uma iniciativa, de preferência com amparo de um profissional para conduzir essa abordagem, para não ser uma coisa forçada ou traumática.

Outra coisa que vejo muito é a resistência do tipo”eu hein, e se for um terapeuta estranho ou que eu não goste?” Engraçado como parece óbvio, mas quem está passando por essa resistência muitas vezes não consegue perceber que não é obrigado a continuar com esse profissional . Ela pode procurar um novo, de outra linha, muitas vezes.”

MARCIA DAMASCENO-MAQUIADORA-BELO HORIZONTE-MINAS GERAIS-MAQUIAGEM NAO E TUDO[2]

Mais de Márcia no Trololó de Mulher:

Como ajudar seu filho bipolar? Comece por você.

Veja como aplicar 5 truques de maquiagem de festa.

Consultoria de maquiagem online pra ser você mesma.

Bonita, preciso dizer que meu coração saltitou de alegria quando conheci o trabalho da Márcia. “Como assim uma maquiadora diz que maquiagem não é tudo, sendo essa sua profissão?”, foi o que pensei logo que tomei conhecimento dessa profissional linda de viver. Isso me instigou muito, principalmente porque sempre acreditei nessa máxima, mas nunca vi um expert em makes propor uma abordagem nessa área que fosse além da estética. Que achado! Você pre-ci-sa conhecer o site da Márcia, sua fanpage, seu blog, seu Instagram, e sua loja… prepare-se para uma deliciosa imersão em dicas simples e diretas sobre maquiagem, bem-estar e tudo o mais que inspira o cuidado com a gente mesma. É conteúdo de primeira, imperdível e apaixonante. Se joga!

ASSINE

LOJA TROLOLO DE MULHER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *