Início » Adriana Minhoto » Verdades pouco conhecidas sobre a mulher finlandesa.

Verdades pouco conhecidas sobre a mulher finlandesa.

Você tem curiosidade de saber como as mulheres ao redor do mundo se relacionam com o espelho? Não é novidade pra gente o quanto há de vaidade na mulher brasileira, não é? De maneira geral, somos amantes de maquiagem, cremes, unhas pintadas, roupas, bolsas, calçados, acessórios… ufa! Pra mulher brasileira se sentir bem com ela mesma é preciso uma parafernália de coisas! Já a francesa, por exemplo, tem fama de ostentar uma beleza menos carregada de artifícios. Hoje a proposta é de que matemos a seguinte curiosidade: como será que se manifesta a vaidade da mulher finlandesa? Adriana Minhoto, que nos brinda mês a mês com curiosidades e muita informação a respeito da Finlândia, nos conta como é que as coisas acontecem nesse sentido por lá… vem!

Falar de vaidade feminina é um assunto ao mesmo tempo gostoso e delicado. Gostoso, pois quem não gosta de um bom dia em um salão com direito a manicure, pedicure, massagem ou de comprar roupas novas? Difícil, pois a vaidade está relacionada a cada cultura. Se para nós, brasileiras, esmalte descascando (principalmente de cor escura) é o fim do mundo, para as finlandesas isso é totalmente normal. Se para nós sair de calça de moletom é sinal de desleixo, aqui é o conforto que está em primeiro lugar.

Então, fiquei pensando: como escrever sobre vaidade feminina na Finlândia, se aqui é uma cultura tão diferente da nossa? Sandália com meia, calça de moletom, cabelos sempre em coque e bagunçados, e extremos de maquiagem – ou nada ou muito. A finlandesa, de um modo geral, preza pelo conforto e pela praticidade. É claro que vejo muitas andando com saltos extremamente altos, maquiagem forte demais para o dia, ou roupas tão curtas que tem que ficar “puxando para baixo”.

FINLANDIA-MULHER FINLANDESA-VAIDADE FEMININA[3]

VIA

Por falar em roupa curta, vale aqui até um parágrafo à parte. Diferentemente do Brasil, o lema aqui é “meu corpo, minhas regras”, e esse lema é respeitado. No verão finlandês passado até me assustei com a quantidade de meia bunda que eu via nas ruas, porque as mulheres usavam shorts e saias extremamente curtos. E ninguém, absolutamente ninguém mexe com elas. Elas podem beber o quanto quiserem e sair trançando as pernas de tão bêbadas. Na Finlândia não existe essa da mulher ter que se respeitar como ouço falar muito ai no Brasil. Aqui elas são respeitadas e tem igualdade social com os homens.

Outro ponto que acho engraçado é que ao mesmo tempo que as roupas são curtas no comprimento, a cintura está cada vez mais alta, muitas vezes acima do umbigo. Blusas curtas com a barriga aparecendo e muita cor também sempre estão em alta no verão finlandês. Já no inverno as cores predominantes são o preto e cinza, mas com -20°e neve, convenhamos que não tem como ser muito elegante. Casacos e mais casacos, calças polares, botas com proteção térmica, muito cachecol, gorro e luva. Quem consegue ser elegante quando se parece um pinguim andando?

FINLANDIA-MULHER FINLANDESA-VAIDADE FEMININA[2]

Nas estações medianas, Primavera e Outono, as roupas são mais leves, sempre prezando o conforto, mas o cachecol só sai de cena mesmo no verão. Mesmo com tempo mais quente, algumas senhoras ainda saem com um lenço no pescoço e as meninas adoram usar shorts ou vestido e meia calça.

Por falar em senhoras, essas são as que menos tem vaidade, na minha opinião e de algumas amigas também, rs… Quase sempre de cabelo curto, cara fechada – é difícil ver uma senhora sorrindo – e nada de maquiagem. Sandália e meia também fazem parte do modelito delas. O look das mais jovens, na casa dos 20 e poucos anos, é muita barriga de fora, maquiagem com olhos e boca bem marcados, afinal, como essa é a idade da paquera, né? O tênis estilo All Star aqui vai com tudo: calça, shorts, vestido, saia…

FINLANDIA-MULHER FINLANDESA-VAIDADE FEMININA

Já entre as mulheres de 30, que em geral têm um, dois ou mais filhos, o lema é a praticidade, com leggins ou jeans, tênis e quase sempre uma mochila nas costas com as coisas das crianças. Muito raro não ver uma mãe finlandesa com filhos pequenos no carrinho e um maior ao lado. Acho que o carrinho de bebê já faz parte do estilo delas! E quem tem crianças sabe como é: abaixar, levantar, sair correndo, pular, pegar no colo… Ufa!

Enfim, em geral vejo que as finlandesas primam mais pelo conforto em si do que pela beleza das peças. Claro que existem sim roupas muito bonitas aqui, sapatos com salto e as lojas oferecem uma infinidade de maquiagem com brilho. Mas continuo achando que a brasileira ainda é muito mais vaidosa e com isso mais refém dos padrões de beleza impostos.

ADRIANA MINHOTO

Entenda como tudo começou:

As voltas que a vida dá nos leva a lugares inimagináveis!

 

Mais sobre a Finlândia, por Adriana Minhoto:

O que você não sabia sobre a cultura popular na Finlândia.

Casa e morar na Finlândia: o amor colocado à prova.

Infância na Finlândia e Brasil: há ponto em comum?

 

Dri Minhoto, a moça bonita desgarrada em terras finlandesas, dá mais detalhes de seu dia dia no seu blog, Entre Vodka e Cachaça. Pra conhecer é só clicar aqui e se jogar! Ah! O Entre Vodka e Cachaça também tem página no Facebook, viu? Já curtiu? Eu já!

ASSINE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *