Início » Decoração » Dicas de Decoração » Cortinas: como escolher?

Cortinas: como escolher?

Tem detalhe mais bonito de viver do que cortinas na decoração? São elas que dão o acabamento perfeito ao ambiente, deixando tudo muito confortável na medida em que barram a luz excessiva. Além do mais, é difícil discordar de que um ambiente “vestido” com essas peças ganha um visual diferenciado, não é? O fato é que há opções para cada necessidade e estilo, o que é muito bom, mas isso também pode nos confundir na hora da escolha. Não é assim? Mas, oh: nossos problemas acabaram!

Veja também:

4 ideias de decoração com cortinas e persianas nas janelas.

Acompanhe neste post todas as orientações da nossa consultora querida, a Arquiteta Regiane Yuki Sabanai, que divide-se entre Brasil e Portugal. É ela quem tira todas as nossas dúvidas pra garantir uma compra mais segura das cortinas, tudo por uma casa bonita e aconchegante.

A gente sabe bem, as cortinas têm como função imprimir beleza, privacidade e aconchego ao espaço, não é verdade? Além do mais, hora a gente quer apenas amenizar a luminosidade e garantir a ventilação, mas também há momentos em que o que queremos é anular completamente a claridade, bem como aquecer o ambiente. Para cada necessidade, uma escolha, e a Regiane explica melhor como satisfazer seus desejos: “quanto à tecidos, aquelas cortinas pesadas e cheias de sobreposições está em desuso. Hoje em dia, dependendo da função, a cortina pode ser leve e fluido com o voil, chiffon, gaze de linho em cores claras para deixar a iluminação aconchegante e a área privativa, além de ventilar. Caso a intenção seja diminuir a luz excessiva e aquecer, opte por seda rústica, brim ou linho com forro de microfibra ou nylon. Para escurecer o ambiente costumo usar o blackout rolô para residências e o lateral para hotéis”.

Veja também:

Quer ver 2 estilos diferentes (e simples!) de cortinas?

DECORACAO-CORTINAS[6]

DECORACAO-CORTINAS

Imagem: Ilustrações Casa Abril

Muitas vezes nos chega a pergunta: qual a altura e comprimento ideal para cortinas? Bem…não existe uma obrigatoriedade, porém é preciso seguir umas dicas para que esta peça fique harmônica de acordo com o ambiente. E certamente, uma bela cortina faz toda a diferença na decoração. Em geral, cortinas longas são elegantes e sofisticadas, dando a sensação de pé direito mais alto e de ampliar o espaço. Um detalhe importante: não deve passar de 4 cm de arraste no chão para que o excesso de tecido não acumule poeira e cause acidentes. E a barra com 10 a 15 cm. Outro detalhe importante é a altura da colocação da cortina, e seguir de acordo com a altura do pé direito e tamanho da janela. Se o pé direito for baixo, coloque o varão ou trilho o mais próximo possível do teto, “alongando” o ambiente. No caso de um pé direito de 2.70 por exemplo, pode instalar o varão no meio da altura entre a parte superior da janela e o teto, pois fica bem bonito. Nas laterais o ideal é deixar 50 cm para a abertura da cortina sem atrapalhar. Para cortinas curtas o uso fica perfeito quando existe um móvel ou obstáculo para que esta não possa ir até o chão, como em cozinhas, escritório ou quartinho de bebê. Neste caso, quando possível, o ideal é deixar com 20cm abaixo do peitoril da janela e 50 cm nas laterais para não entrar a luminosidade excessiva e vento. Nos banheiros, o uso de tecido não é recomendado para não causar mofo.”

DECORACAO-CORTINAS[7]

Os estilos de prega mais utilizados e conhecidos são:

 

DECORACAO-CORTINAS[2]

Imagem: Caza Z – Cortinas Sob Medida

 

Prega macho: São 2 dobras unidas no sentido oposto ao cós da cortina, trazendo o tecido para frente e aumentando seu volume e imponência. O ideal é dosar a quantidade de tecido franzindo até 2,5 vezes o tamanho para para cada 2m de largura.”

 

DECORACAO-CORTINAS[3]

Imagem: projeto Adriane Conti

 

Prega fêmea: 2 dobras em sentidos opostos que se encontram na frente do tecido, formando um caimento reto e discreto.”

 

DECORACAO-CORTINAS[4]

Imagem: casa.com.br

 

Prega americana: clássico, este modelo tem triplas dobras na parte de cima da cortina e o franzido para o alto dando volume, porém reto.

 

DECORACAO-CORTINAS[5]

Imagem: casa.com.br

 

Prega paulista: com dobras intercaladas nos dois sentidos criam um efeito com maior ondulação. Na parte de cima cria volume e embaixo menos volumoso.

 

Como pode-se observar, é da prega que depende o caimento do tecido. O mais importante a ser notado é, portanto, o seu estilo. Sendo assim, não há regra para o uso da prega neste ou naquele ambiente. “Acredito que hoje em dia tudo pode ser utilizado, mas é preciso saber o estilo do morador que se adapta ao tipo de cortina. Por exemplo, uma decoração clássica na sala e cortina com prega americana, ou um quarto de casal moderno com a prega paulista, mais reta embaixo ou em forma de painel”, explica a Arquiteta. Além do mais, Regiane vai além e dá mais dicas para nortear sua escolha: “argolas são sempre atuais. O uso de ilhoses e passantes em tecido são mais usados para cortinas decorativas. O trilho suíço, atualmente mais utilizado, é prático, mas o ideal é esconde-lo com bandô ou gesso. O varão, dependendo do projeto, também fica com um detalhe a mais com a cortina. Pode ser duplo, para o uso de um forro leve, correndo melhor o tecido”, conclui.

 

“Outra dica é usar a cortina embutida em cortineiro no rebaixo de gesso, caso haja no projeto. Fica discreta e mostra requinte”. Regiane Yuki Sabanai

 

Trololó de Mulher >>> Cortinas rolô ou romana podem ser usadas em qualquer espaço?

 

Cortinas rolô ou romana particularmente prefiro mais em ambientes comerciais, home office e até dormitórios (algumas vezes), mas em geral as cortinas fluidas ficam mais elegantes para residências.”

 

Trololó de Mulher >>> É possível usar dois modelos de cortinas numa só janela ou porta de vidro?

 

Gosto bastante de colocar uma “base” leve e reta ou uma persiana por baixo e sobre ela a cortina com leve volume para dar textura. No caso do uso de persiana, suas lâminas servem para bloquear a luz e a cortina será um adorno para a janela.”

 

DECORACAO-ARQUITETURA-ARQUITETA-SAO PAULO-REGIANE YUKI SABANAI

 

Regiane divide-se entre Brasil e Portugal, colocando sua competência a favor de uma decoração de muito bom gosto e alinhada com o estilo de seus clientes, seja em terra tupiniquim ou além mar. Você pode acompanhar mais detalhes do trabalho da Arquiteta através de seu site, o Studio Rys, ou ainda através de sua página no Facebook, clicando bem aqui. Aproveite!

 

ASSINE!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *