Início » Comportamento » Veja dicas de 5 mulheres empreendedoras e saia do lugar!

Veja dicas de 5 mulheres empreendedoras e saia do lugar!

Você decidiu que quer fazer carreira solo, colocando em prática o trabalho que te inspira, te move, pelo qual você é apaixonada. Você obeserva a carreira de mulheres empreendedoras, percebe que elas estão em movimento e olha para a sua: sente-se estagnada? Pensa que talvez não tenha feito boas escolhas mas não sabe direito como corrigir? Calma! Dúvidas, quem não as tem? Este post foi pensado para te ajudar a alavancar a sua carreira, fazê-la sair do lugar de alguma forma. Para atingir seu objetivo, bonita, querer não é suficiente. É preciso se mover! Mas, para que esse movimento ocorra na direção certa, convidei mulheres incríveis e super competentes em suas diferentes áreas de atuação, e perguntei:

Qual sua dica, a que você considera bastante importante, para que a carreira de uma empreendedora (na sua área) saia do lugar?

A boa notícia, bonita, é que essas queridas se dispuseram a compartilhar suas experiências e dicas, e o resultado é um post que, oh: ficou muito massa! Agora, sim! Você vai receber um empurrão em termos de conhecimento, e o mapa do caminho das pedras, para alavancar a sua carreira. Firme e forte!

EMPREENDEDORISMO FEMININO

Imagem: ¤ [B~B] Bourne Bedweey [B~B] ¤ {Away} via Foter.com / CC BY-NC-ND

Veja também:

Empreendedorismo: 6 maneiras de agir e nunca desistir!

LUCIANA RATIS-EMPREENDEDORISMO FEMININO-DALU LOJINHA

Luciana Ratis é Criativa Empreendedora dona da Dalu Lojinha, uma loja virtual especializada em papelaria de festa e para demais ocasiões especiais.

Trabalho com papelaria personalizada para festas há quatro anos, há dois exclusivamente com isso. Vi o mercado mudar muito desde que comecei, e vi a quantidade de pessoas trabalhando com papelaria crescer vertiginosamente nos últimos anos, por isso uma das coisas que considero mais importante nessa área é o exercício da criatividade. Sim! Criatividade não precisa ser inata, pode e deve ser desenvolvida, inspire-se (não copie), preste atenção à sua volta, descubra a beleza e o potencial do que está ao seu redor. Em seguida, eu diria que a curiosidade é fundamental, para aprender novas técnicas, descobrir novos materiais, e assim diferenciar seus produtos dos demais. E por último, mas não menos importante, mostre-se! Divulgue seu trabalho. Não espere estar 100% pronta, porque nunca estamos. Não tenha medo e aproveite esse processo para melhorar seu produto, seu serviço e você mesma!

Veja também:

O que é empreendedorismo criativo?

REGIANE YUKI SABANAI-EMPREENDEDORISMO FEMININO-STUDIO RYS

Regiane Yuki Sabanai é Arquiteta, criadora do Studio Rys, que atua no mercado de arquitetura e interiores  desde 1996, desenvolvendo projetos que buscam alternativas viáveis para promover o bem estar dos clientes.

Na área da arquitetura e design cada segundo criativo é importante. Para profissionais desta carreira tudo pode se transformar em algo útil e com possibilidade de empreender porém, para mim, é imprescindível saber gerenciar todo o conhecimento adquirido na faculdade e depois no dia-a-dia de um escritório, porque é bastante diferente do que se aprende na vida acadêmica. Controle financeiro, administração, TI, comportamento, medição de performance, metas, conhecimento de marketing…e inúmeras ferramentas que temos que saber para crescer. Estudar é fundamental. Sempre. Não existe só a parte artística na arquitetura e design…há um mercado empresarial forte e temos que estar preparados com nossas estratégias”.

MARCIA DAMASCENO-EMPREENDEDORISMO FEMININO-MAQUIAGEM NAO E TUDO

Márcia Damasceno é Maquiadora e está a frente do projeto Maquiagem Não é Tudo, onde cuida de mulheres. Seu trabalho é desenvolvido através de maquiagens, cursos, consultorias, workshops, palestras e muito mais.

Vou falar, claro, de uma perspectiva muito particular porque é o que tenho vivenciado no processo de aprendizado. Então, simbora comigo!

Preciso: Pre-ci-so enfatizar que só estou conseguindo empreender graças a minha terapeuta, Ivone Damas, à Paula Abreu, do Programa Escolha sua Vida, e à Rafaela Cappai, do DecolaLab! – e óbvio, à minha força de vontade que, sem ela, nada aconteceria. Sou maquiadora há 16 anos e comecei esse processo de empreender há somente um ano e meio, exatamente porque não estava satisfeita com alguma coisa que eu não conseguia identificar, tinha chegado no meu limite, alguma coisa tinha que mudar. Então, consegui colocar aqui pra vocês, em 10 tópicos, o que tem significado aprender a empreender para mim:

1 – Pra começar empreender acredito, sinceramente, que é preciso primeiro ficar de saco cheio de estar onde se está e querer mudar. É chegar no seu limite de insatisfação e falar “chega” pro que não está funcionando na vida. (Aliás, acredito que essa seja a chave que vira pra qualquer mudança. Tudo bem que tem casos que podem ser uma decisão tranquila e natural, sem passar por uma dor, mas pelo que tenho visto, muita gente só tem essa iniciativa depois de levar um bocado de porrada da vida);

2 – Fazer um mergulho pro-fun-do em si. Estudar muito quem você é. Não só em aspectos profissionais, muito pelo contrário – essa parte vai se clareando naturalmente no processo de autoconhecimento. É encarar nossos dragões de frente e acreditar, mesmo que seja difícil e doído muitas vezes, que eles serão nossos maiores aliados.

3 – Acreditar que tem algo maior que nós e que temos sim importância. Parar com o vitimismo em que normalmente nos atolamos na vida. Tem pessoas SIM que precisam do que nós fazemos, por mais que aquela vozinha desgramada dentro da cabeça da gente fique fazendo intrigas e tititis do tipo “ninguém quer saber do que eu faço… Quem vai querer prestar atenção em mim? Pra quê que eu preciso me movimentar?” e bla bla bla. Isso é mentira! – e te digo que ainda mando essa vozinha ‘dozinferno’ calar a boca direto, porque ela é danada de insistente!

4 – Empenho e compromisso sério consigo.

5 – Coragem para agir mesmo com os medos. Quando a gente vai se conhecendo melhor, esses medos ficam mais fáceis de identificar e saber que eles vão estar ali e que a gente é mais forte que eles.

6 – Saber que não é simples, que é muito trabalho, mas quando a gente faz o que ama tudo pode ser superado e aprendido com muito mais leveza e alegria, mesmo com as dificuldades.

7 – Estudar negócios, marketing, finanças, mercado e essas coisas todas que pra nós criativos, normalmente amedronta um bocado.

8 – Saber que vai errar. E que vai dar desânimo. Que vai chorar. E que tem que respirar fundo e persitir.

9 – Ficar atento ao perfeccionismo ridículo (quem não tem, né gente?) de achar que alguma coisa na vida vai ser perfeita. E então botar pra quebrar, mesmo antes de se sentir pronto, ou de o que quer que seja estar pronto.

10 – Divertir-se no processo.

Nesse processo, me descobri mais coach de sentimentos, se é que isso existe, do que maquiadora propriamente dita, porque o que mais gosto de trabalhar é a autoestima. Amo o processo de autoconhecimento > autotransformação > autoamor. Meu amor pela escrita retomou sua força. Sou apaixonada por yoga e vou me formar instrutora. E sabe o que é mais legal disso tudo? É que aprendi que dá SIM pra ser multipotencial e conseguir viver fazendo o que se ama, tudo junto e misturado!

Veja também:

Empreendedorismo: quais os 7 medos mais comuns?

LILIANE BENATTI-EMPREENDEDORISMO FEMININO-DESPERTAR VOCE

Liliane Benatti é Coach no projeto Despertar Você, onde oferece o serviço de coaching e treinamentos para o desenvolvimento e excelência humana através da PNL.

Para as pessoas que querem ser Coach entendo que em primeiro lugar devem vivenciar em suas vidas! Após, procurar uma formação profissional …avaliando a escola e o currículo do instrutor! A formação em Coaching serve para pessoas que procuram uma nova profissão, para líderes que querem melhorar sua atuação, e para pessoas que querem algo mais para seus relacionamentos pessoais e profissionais! A experiência de vida e outras formações também são fatores importantes quando se precisa decidir sobre qual profissional contratar! Analise formação e depoimentos sobre o mesmo!

LIVIA VIEIRA-EMPREENDEDORISMO FEMININO-GINECOLOGISTA OBSTETRA

Dra. Livia A. Vieira é Ginecologista e Obstetra, e atende em São José do Rio Preto. Mantém site e fanpage, onde compartilha conteúdo sobre suas áreas de atuação: Saúde da mulher, Ginecologia, Pré natal, Estética genital, Sexualidade Feminina, Uroginecologia e Endoscopia ginecológica.

Acredito que uma carreira empreendedora deve ser pautada primeiramente pelo prazer em trabalhar no que se propõe. A partir dessa característica tudo fica mais fácil. Trabalhar com amor faz as dificuldades serem mais fáceis de superar. Para iniciar minha carreira me preparei tecnicamente com os melhores cursos e especializações nas áreas que decidi trabalhar. Logo em seguida, procurei uma equipe que estivesse com os mesmos propósitos meus e desejassem o sucesso tanto quanto eu. Um planejamento financeiro adequado, com ajuda de um profissional ou através de cursos na área administrativa também são essenciais. Nesse momento entra a área de marketing para apresentar seu trabalho em diferentes lugares e abrangendo o maior número de pessoas. Na minha área principalmente, a atualização deve ser constante, e buscar cursos, congressos e artigos novos é muito importante para manter a qualidade do atendimento e o crescimento do negócio. Dessa forma, não tem como errar…

ASSINE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *