Início » Empreendedorismo Feminino » Empreendedora e sobrecarregada? Veja 8 dicas salvadoras!

Empreendedora e sobrecarregada? Veja 8 dicas salvadoras!

Quem resolve tocar o próprio negócio, muitas vezes, se vê empreendedora e sobrecarregada. O desafio de empreender nos coloca em contato com várias atividades e, ao passo que assumimos várias outras responsabilidades como a de mãe, esposa e dona-de casa, por exemplo, acabamos por sentir essa sobrecarga. É muita coisa pra dar conta num espaço de tempo que julgamos ser pouco. É claro que isso nos leva ao sentimento de sobrecarga! Sim, já estive neste lugar e faz um tempo tenho tido o propósito de cada vez mais simplificar a vida em vários aspectos. A sensação de estress me fez aceitar de uma vez por todas: é preciso um tempo para descansar, deconectar, permitir que o cérebro se recupere. Caso contrário, a gente não dá conta de tantos afazeres. Não mesmo!

O que mais quero é alinhar o que faço com o estilo de vida que escolhi para mim: viver tranquila, sem correria. Fácil? Não é. É preciso fazer escolhas para definir prioridades, aparar várias arestas e desapegar dos excessos. Para não sentir-se sobrecarregada, bonita, é preciso tomar as rédeas da situação e deixar de lado o #mimimi. É preciso agir para mudar o que nos deixa infeliz, nos oprime. É preciso que a gente se compremeta em gerenciar bem o próprio tempo, para render mais e melhor. No final das contas, sou obrigada a cair no discurso comum: só depende de nós.

Repensando como tem sido a minha relação com o trabalho e como tenho buscado alinhar tudo isso com um jeito de viver desacelarado, reuni aqui reflexões, dicas e estratégias que usei, e deram certo para mim, e que fizeram com que eu me sentisse mais leve, e livre, no dia a dia. Espie, avalie se há alguma adequação ao seu estilo de vida e modo como enxerga seu entorno, e aplique o que achar que vale à pena. Espero que valha! Eu torço que você resgate a sensação de bem-estar que possa estar perdida: isso será ótimo para você, e sem dúvidas vai refletir em como você se relaciona com filhos, seu amado, seus clientes, amigos, e a vida como um todo. Confira!

EMPREENDEDORISMO-EMPRENDEDORISMO FEMININO-PRODUTIVIDADE-SOBRECARGA-CARREIRA-NEGOCIOS

Imagem: Éole via Foter.com / CC BY-NC-SA

1 – Aceite: você não é a mulher maravilha!

Nós, mulheres, sabemos quando estamos com uma lista de tarefas superior ao que podemos dar conta no dia a dia, mas insistimos em fazer mais do que podemos para honrar o superultramega poder da multifuncionalidade que temos… hein?! Quem disse isso?! Aceite: você não é tão poderosa quanto dizem. Apenas pare… e reflita: você é de carne e osso, e sangue nas veias. Fica cansada, sim. Fica sobrecarregada, sim. Por que você insiste em seguir em frente, tentando desafiar a realidade? Para ficar bem, seja realista quanto ao que precisa executar: o que é essencial?

2 – É preciso dizer não!

Seja para pessoas, ou para você mesma, é preciso dizer não. Liste suas obrigações, tarefas, compromissos… e pergunte-se, sinceramente: o que pode ser cortado dessa lista? O que pode ser adiado? O que pode esperar? Tire isso da lista de tarefas do dia a dia. Simplifique! Estar com amigas é uma delícia, mas você pode mesmo fazer isso numa Quinta à tarde? O que era para ser prazeroso, pode tornar-se um problema e gerar acúmulo de tarefas mais pra frente. E os e-mails? Você precisa mesmo responder a cada um deles que chega? Checar redes sociais a cada nova notificação… você precisa disso?

A verdade é que estamos o tempo todo colocando ações em prática que, se enxergarmos bem, são desncessárias, mas fazemos porque sempre foi assim. Agimos no modo automático sem pensar sobre isso. Ao menos num primeiro momento, quando queremos colocar a vida no lugar, é preciso mesmo cortar algumas atividades que você encare como supérfluas. Elimine o que é bom que seja feito, mas não é essencial. Isso te dá mais espaço para trabalhar no que realmente importa. Aos poucos, tudo vai se acomodando de modo que você percebe que sobra um tempinho, daí você pode ir encaixando mais coisas na sua rotina, de preferência as que te façam muito bem.

Ah! Mais um detalhe: sabe aquelas atividades que aparecem no meio do dia, e do nada? Não faça “agora”. Anote numa lista de tarefas, que você vai consultar quando for planejar o dia de amanhã. Com calma, você avalia o que será prioridade no novo de dia trabalho. Faça essa distribuição de tarefas ao longo da semana. Devagar e sempre, dividindo para conquistar: acredite! Você chega lá, só que  mais leve, bonita e feliz.

3 – Desconecte, descanse e durma!

O corpo dá sinais, e sabemos quando é hora de descansar. Respeitar isso é fundamental. Desacelere! Experimente reduzir um pouco a luminosidade em casa à noite, e diminuir o tempo da televisão. Após o jantar, dedique um pouco mais de tempo à família, sem distrações: TV, computador, celular, etc. Procure deixar o seu quarto calmo e relaxante, e deite-se mais cedo, permitindo um descanso mais longo para o seu corpo e mente. Naturalmente, você passa a despertar mais cedo, sem correria, sem a sensação de cansaço. Despertar mais cedo te permite ter uma rotina matinal desacelerada, dando espaço para ouvir o canto dos pássaros, e fazer uma oração, meditação, ou o que mais puder acalmar a sua mente. Experimente!

Veja também:

Como relaxar suas tensões? 4 profissionais dão dicas.

Bem-estar em casa: 3 dicas para relaxar após um dia de trabalho.

4 – Entenda-se, antes de mais nada.

Há quem goste e possa trabalhar mais cedo que o “padrão”, e há quem produza mesmo à noite. Como você gosta de trabalhar? Qual o melhor horário para você? Preste atenção em você, em como seu corpo e mente funcionam melhor, e adeque sua rotina a isso.

5 – Tenha controle sobre as distrações.

E-mails, mensagens no celular, redes sociais… sério: tudo isso pode esperar! Defina blocos de tempo no dia que serão usados para isso, processe as informações no tempo que você definiu que serve para aquilo, e desconecte dessas atividades no tempo restante. Você vai se surpreender como sua produção ficará bem melhor, mais focada, com qualidade inquestionável, se você eliminar de vez essas distrações em momentos inapropriados. Experimente!

6 – Abra mão de fazer tudo.

A sensação de realizar as coisas é muito boa, isso é verdade, e por isso talvez tenhamos dificuldade de abrir mão de tarefas. Orgulho, talvez? Vaidade e vontade de se mostrar tão poderosa… será? O fato é que chamar pra si a responsabilidade sobre tudo, no longo prazo, não parece ser algo inteligente. Uma hora a gente entra em colapso, bonita. Repassar parte do trabalho é essencial. Assim, envolva quem puder para ajudá-la no desafio diário das demandas do tabalho, no cuidado com as crianças e na gestão das tarefas na rotina doméstica. Preste atenção no seu limite, e divida o trabalho restante com outras pessoas.

7 – Respire… e acalme.

Em momentos de pressão e estresse, respire. Aprendi recentemente que eu estava respirando errado. Se você colocar a mão no peito e na barriga enquanto respira, o que deve se mover é a mão que fica embaixo, e não o contrário. Aprendi que isso é respiração diafragmática, e é a correta. É ela que libera os músculos em torno do pescoço e que provoca tensões. Além do mais, quando você inspira e expira conscientemente, é possível sentir uma sensação que acalma. É um sentimento de bem-estar. É gostoso… e libertador. Tente!

8 – Destralhe seu espaço de trabalho.

Está aí algo que impacta negativamente a minha vida: bagunça. Já o contário, um ambiente limpo e organizado, me acalma. Como está o seu espaço de trabalho? Dedique algum tempo para identificar o que é desnecessário estar lá, e livre-se dessa tralha. Se você trabalha em casa, como eu, pode até ter coisas que pertencem ao quarto, sala, cozinha… opa! {1} Tire tudo da mesa, {2} separe o que é apenas de trabalho e dê o destino correto às outras coisas, {3} dentro do grupo de coisas que você separou como sendo de trabalho, priorize para ficar sobre a mesa apenas o que é essencial, e guarde o restante e, {4} agora sim, arrume a mesa novamente. Você vai se surpreender com o que fica, e perceber como um home office simples pode impactar positivamente em sua produtividade. Delicie-se com essa sensação!

ASSINE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *