Início » Casa » Rotina Doméstica » Casa limpa e organizada com menos esforço? 11 dicas.

Casa limpa e organizada com menos esforço? 11 dicas.

Eu não tenho nada contra o uso de mão de obra contratada para limpar a casa. Longe de mim! Já usei bastante, sobretudo quando estava com um barrigão de Artur, e em seguida, quando ele era bem pequeno. Antes disso, não havia usado. Agora, com ele mais crescido, também optei por abrir mão desses serviços. Gostei bastante da experiência, mas devo confessar que gosto de cuidar da minha casa, eu mesma. Isso não significa, contudo, que passar o dia inteiro envolvida com esse tipo de atividade faça a minha cabeça. Não! Tenho vários outros interesses na vida (por exemplo, cuidar deste blog e dos outros que tenho – Decoração da Casa e BelezaCorpo&Cia), além de cuidar de mim, do meu filho e do casamento.

Ninguém merece passar a vida cuidando da casa, néam? Justamente por isso, tenho bastante interesse em aplicar dicas e ideias que facilitem esse trabalho de deixar a casa limpa e organizada no dia a dia – sem neuras! – em menos tempo, e com o mínimo de esforço. Você é das minhas e está a fim de conhecer novas ideias e estratégias nesse sentido também? Vem comigo!

CASA LIMPA E ORGANIZADA[2]

Imagem: Ryan McGuire via Gratisography

1 – Se não moramos sozinha, todos devem colaborar. Até os pequenos podem ser envolvidos nesse processo. Não precisa eu dizer que o marido deve estar junto, certo? Eu mesma me policio para não usar o termo “ajudar”, porque isso sugere que a responsabilidade de cuidado da casa seja exclusivamente nossa, e todos os outros ofereçam apenas uma “mãozinha”. Prefiro aplicar a ideia da “colaboração”, porque todos estamos sob o mesmo teto, e cada um tem sua parcela de responsabilidade nisso. Claro, uns mais, outros menos, porque isso também depende do quanto cada um tem de tempo disponível para aplicar nessas atividades, mas é imprescindível que todos estejam juntos nessa. Sendo assim, Artur, por exemplo, é sempre convocado para arrumar a bagunça que ele faz no quarto dele e pela casa… e, aos 3 anos, ele já entende o recado! O pequeno por aqui também ajuda a colocar a mesa, dentre outras coisas. O importante é que cada família encontre a sua medida certa neste sentido.

2 – Dividir para conquistar, esse é o meu lema! Por aqui não existe o “dia da faxina”, porque isso significa dedicar um dia inteiro nesse tipo de trabalho. O que queremos é uma casa limpa e organizada no dia a dia, certo? Para isso é preciso fazer um pouquinho a cada dia. Eu fiz assim: num papel eu listei todas as ações a serem executadas para limpeza e organização da casa. Em seguida, classifiquei, de acordo com minha necessidade, a periodicidade delas.

Trocar roupa de cama/mesa/banho, lavar roupas, limpar fogão, limpar vaso + pia do banheiro, passar roupas, limpar objetos + superfícies e  lavar o banheiro (limpeza completa) são atividades que não precisam ser feitas, necessariamente, todos os dias. Então, fiz a distribuição delas pelos dias da semana.

Aspirar sob os móveis e os estofados, trocar capas de almofadas, trocar colcha de cama, limpar os vidros e limpar geladeira + micro são atividades que podem ter um espaçamento de tempo um pouco maior, então fiz a distribuição dessas necessidades ao longo do mês.

Outras necessidades podem ser atendidas a cada 6 meses, e isso varia de uma casa para outra.

Ações como fazer a cama, manter cada coisa em seu lugar, lavar louça, jogar o lixo e limpar o chão, na minha casa, precisam ser feitas todos os dias. Chamei a sua atenção para o “na minha casa” para que você faça esse exercício de listar as atividades diárias, semanais, quinzenais, mensais ou semestrais de acordo com sua realidade e de sua família. E lembre-se: o que é adequado pra mim, pode não ser pra você, e tudo bem!

3 – No dia a dia, procure focar um cômodo por vez. Se você faz um pouquinho no quarto, depois vai para o banheiro, desvia a atenção para a cozinha, e atende um pouquinho a sala… a casa continuará com o aspecto de caos, porque nada foi feito direito. Calma! Trabalhe com foco e ordem. Escolha um cômodo para começar a organizar e vá para outro quando terminá-lo. Eu começo pelo quarto e, sempre, sempre, fazer a cama antes de qualquer coisa para mim é primordial. A sensação de caos cessa no momento em que a cama é feita, e eu me sinto muito motivada para seguir com a organização do resto do cômodo, e em seguida da casa, a partir daí.

4 – Com a casa devidamente organizada, isto é, com cada coisa em seu lugar, a sensação de limpeza é quase completa, isso sem nem ter dado início a esse trabalho propriamente dito. Portanto, organize e, somente depois, limpe. Aqui vale um alerta: se colocar ordem na casa é algo que toma tempo demais, então é preciso avaliar se sua casa não está cheia de tralhas e bagunça generalizada. Como evitar o acúmulo e organizar o lar? Veja dicas práticas e facilite sua vida e de sua família.

5 – Prepare kits de limpeza para facilitar a limpeza no dia a dia. Aqui em casa, por exemplo, separei o que preciso para a limpeza do banheiro e o de lavagem de roupas. Cada um deles fica em um recipiente, e ambos ficam na lavanderia. Quando preciso fazer a limpeza do banheiro, seja a rápida ou a mais detalhada, levo comigo o kit que está arrumado numa cesta. Dessa forma eu ganho tempo porque não preciso procurar o que será necessário para executar o trabalho: é pegar e levar. Em tempo, cada banheiro tem sua escova sanitária também, de modo que não seja necessário locomover o objeto de um cômodo para outro. Esses cuidados economizam preciosos minutos na rotina de limpeza da casa e, cá pra nós, tempo é vida!

6 – Conforme for passando pelos cômodos durante o dia, e detectar algo por ali que pertence a outro espaço da casa, já leve com você e devolva ao lugar correto. Adquira esse hábito. Ok, essa não é a hora do dia dedicada a organização, mas se você já está passando por ali, por que não levar o objeto junto? Veja também: 18 hábitos da pessoa organizada na arrumação da casa.

7 – Abra as janelas, deixe a luz entrar: isso recicla o ar, ilumina a casa, e dá a sensação de bem-estar. Sua casa merece, você e sua família muito mais!

8 – Faça coisas simples com regularidade, daquelas que exigem um mínimo de esforço e fazem bastante diferença: jogue o lixo fora todos os dias, evitando acúmulo e mau cheiro; coloque a roupa suja no cesto adequado pra isso, evitando pilhas delas espalhadas pela casa.

9 – Livre-se de itens do tipo “vou precisar algum dia”, a exemplo de roupas, itens de cozinha, etc. Há grandes chances de que você não precise, já que isso tudo ficou sem uso até então, e o que você ganha é o acúmulo de tralhas sem fim. Não dá para manter uma casa limpa e organizada se, na verdade, ela é cheia de tralhas. Simplifique seu jeito de viver: você e sua família merecem.

10 – Deixe à mostra, sobre o balcão da cozinha, somente o que usa no dia a dia. O liquidificador usado na preparação de sucos ou vitamina? Ok. O processador amigo fiel quando cuida do almoço ou jantar? Sim! A batedeira que faz o bolo uma vez por semana? Não! A torradeira que ajuda no café da manhã caprichado aos Domingos? Esconda! Menos coisas, menos objetos para limpar, mais tempo livre… muito mais vida!

11 – Deixe o balcão do banheiro livre de bagunça. Setorize produtos: escovas e pasta + fita dental num recipiete; cremes em outro, etc. Guarde essas coisas no armário ou, se for deixar algo sobre o balcão, escolha bem o que fica lá. Isso dá a você preciosos minutos, evitando levar itens para cá e para lá na hora da limpeza e organização.

ASSINE!

Um comentário sobre “Casa limpa e organizada com menos esforço? 11 dicas.”

  1. Carina comentou:

    Oi Lidi! Adorei as dicas do post… Ultimamente tenho buscado simplificar a minha vida e otimizar o meu tempo para a realização as tarefas domésticas. Com um bebê isso é sempre um desafio! Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *