Início » Comportamento » Carta ao meu filho Artur.

Carta ao meu filho Artur.

Um dia, desejei muito e com toda a intensidade ser mãe. Fui abençoada por ter tido meu pequeno Artur. Quanta alegria! Com o seu nascimento, veio a resposabilidade de cuidar dele, educá-lo, formá-lo como pessoa. Esse tem sido o maior e melhor de todos os trabalhos de nossas vidas (minha e de Denis, meu amor e companheiro nesse projeto de vida). E não é fácil! É desafiador, dia após dia, nos pormenores. Como mãe, quero muito passar para ele o que tenho aprendido com a minha experiência de vida, e um dia olharei nos olhos dele, já rapaz, e poderei falar:

Você pode ser o que quiser. A vida é sua, basta querer. Não há o que temer sobre falhar. E daí? Levante, e siga. Muitos dirão para não seguir por este ou aquele caminho. Ouça o coração… e vá. Os erros também fazem a gente crescer, melhorar, avançar e, o melhor de tudo, erros são os melhores professores: aprenda com eles!

A alegria de viver não está nas drogas, comida, álcool, compras, festas. Isso é efêmero e externo. A alegria de viver a gente encontra quando aquieta a mente, quando somos gratos, quando fazemos algo com sentido e propósito. Saborear a vida no que é essencial é que faz tudo valer a pena.

Gaste menos do que ganha. Poupe. Não é uma boa ideia gastar o que não tem somente para ter carro, usar roupas caras, manter as aparências. Tudo desnecessário. Aprenda a viver com menos, de maneira simples, e você será mais feliz. O futuro mostrará isso pra você.

Aprenda a comer da melhor maneira que você puder, sem radicalismos. É sempre bom seguir o caminho de meio, seja com alimentação, seja em qualquer outro aspecto na vida. Encontre o seu equilíbrio, a sua verdade, e isso não precisa ser a verdade de mais ninguém.

Aprenda a cozinhar a sua própria comida. Cozinhe para quem ama. Coloque o seu coração nisso.

Perceba que você não é melhor que ninguém. Você não está no centro do universo. Tenha compaixão.

Estude. Aprenda. Aprenda mais um pouco, e um pouquinho a cada dia. Os livros são um ótimo recurso para isso. Leia bastante.

MATERNIDADE-FILHOS-FAMILIA

Pratique algum exercício físico. Busque uma vida boa, saudável e plena. Divirta-se fazendo algo que goste muito. Tenha um hobby.

Fique bem, mesmo com dificuldades. O mundo não vai acabar porque não está tudo perfeito. Perfeição não existe! Isso é lenda virtual das redes sociais. Aliás, não creia em tudo que vê online. Nesse mundo, as pessoas são o que querem, mesmo que mintam muito para elas mesmas. Viva a verdade, a sua verdade.

Aprecie a vida. Escute os sons ao seu redor, observe sua respiração, traga os pensamentos para o aqui e agora… e respire. Saboreie a vida de mansinho, nos detalhes. Permita-se o silêncio. Permita-se ficar sozinho. Converse consigo mesmo. Converse com Deus, se crê nELE. Isso acalma a mente, os pensamentos e a alma. Isso salva!

A vida dá voltas. É ilusão achar que pode controlá-la, fazer planos e acreditar piamente que as coisas vão acontecer como você planejou. Esteja preparado para mudanças inesperadas, e o sofrimento será menor.

Ame-se. Ame pessoas, e não as coisas. Desapegue das coisas materiais. Construa afetos. Preserve-os e cuide desses amores que a vida dará para você. No final das contas, somente isso importa.

E jamais esqueça, em momento algum: mamãe ama você como nunca imaginou que amaria alguém. Conte com a mamãe para o que der e vier, sempre.

ASSINE!

11 comentários sobre “Carta ao meu filho Artur.”

  1. Raquel comentou:

    Que lindo, Lidi! 🙂

  2. chica comentou:

    Que linda e cheia de carinho e tão grande desejo de coisas boas ao Artur! Beleza! beijos, tudo de bom,chica

  3. Léia Cook comentou:

    Chorei que me acabei. Meu filho, tb Artur (tb sem h) foi fazer estagio no Rio, ele se tornou tudo isso que vc escreveu, um ser humano lindo, generoso, querido. Só não criou amor pelos esportes. Se ele soubesse como eu ficava feliz so de ouvir a maçaneta mexendo qdo ele chegava em casa..nossa!. Mas criei ele para o mundo..dei asas..,.e só desejo uma coisa, que seja feliz e que saiba sempre que seu ninho é aqui. Seu texto foi inspirador, desejo que o seu Artur tb seja sempre um menino feliz. Bjsss

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      E eu me emocionei ao saber que meu post te tocou tanto, Léia. =)
      Beijos,
      Lidi

  4. Cely comentou:

    Comecei meu sábado lendo esse post e que bem me fez! Porque esses conselhos não servirão apenas para o pequeno Arthurt, mas todo que estiverem com o coração aberto.

  5. Léia Maria comentou:

    Perfeito Lidi <3

  6. Maria Araújo comentou:

    Uma bela carta que muito diz de quem a Lidiane é como pessoa e dos ensinamentos que pretende transmitir ao Artur, que está um menino lindo.
    Carinho, valores, são o que ele mais precisa para crescer e se fazer uma grande pessoa.
    Deus o abençoe.
    Beijinho

  7. Cirlei comentou:

    Querida Lidi ! Me emocionei com suas amorosas e edificantes palavras. Que Deus a abençoe com saúde e paz, juntamente com o seu amado Artur. Um abraço com muito carinho.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Feliz por te te tocado, Cirlei. =)
      Beijos,
      Lidi

  8. Carina comentou:

    Que lindo, Lidi! Admiro muito você, acompanhei de perto a realização de seu sonho de ser mãe e a sua garra para dar uma boa educação ao lindo Artur. Você é um exemplo pra mim! Beijos saudosos! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *