Início » Corpo » Saúde » O que você não sabia sobre a saúde bucal x corporal.

O que você não sabia sobre a saúde bucal x corporal.

Pensa que os problemas de sua boca restringem-se somente a essa área? O papo aqui é sério, seríssimo! Toda a saúde do seu corpo pode estar intimamente ligada ao que acontece na sua boca. Acredite! E, oh: pasme! Uma boa parte disso tudo poderia ser evitada apenas com uma boa higienização. Sabe quando um probleminha desencadeia outro como uma bola de neve que cresce? É bem por aí, viu? Então a ideia desse post é te mostrar que o que muitas vezes parece ser algo sem importância, pode causar um problemão… a menos que você cuide o quanto antes. Para isso, é preciso ficar atenta a alguns sintomas e tomar alguns cuidados pra lá de básicos.

Nossa querida consultora, a Dra. Ana Paula Pasqualin Tokunaga, que é Cirurgiã-Dentista, de Curitiba, deu todas as orientações necessárias para que, ao final desse post, você entenda a importância da saúde de sua boca e comprove: seu dentista salva! Vem comigo…

A saúde bucal é complexa e responsável pelo que acontece com todo o seu corpo, isso tudo mais do que pode supor nossa condição de leigas no assunto. Perguntei para a Dra. Ana Paula até que ponto o que ocorre na boca tem a ver com todo o resto, e ela sentenciou que “algumas doenças, geralmente em estágio mais avançado, têm manifestações bucais específicas, como a AIDS, a tuberculose e a sífilis. Também, problemas de origem bucal – como infecções – quando não tratados adequadamente, podem levar a consequências sérias em outras partes do organismo. Exemplo disso é a endocardite bacteriana, que ocorre quando certas bactérias migram de uma infecção bucal, através do sangue, e se instalam no coração. Mesmo os micro-organismos comuns na nossa flora bucal podem causar problemas em caso de uma baixa de imunidade, que é o que ocorre na candidíse, a Candida Albicans geralmente não incomoda, mas se aproveita de uma fragilidade do nosso sistema imune pra causar infecção”.

SAUDE-SAUDE BUCAL-SAUDE ORAL[2]

Bebidas quentes ou frias podem desencadear um “ai” aqui, outro acolá, mas se isso anda ficando mais frequente ou tem características mais específicas, é bom ficar de olho. “Uma sensibilidade leve e generalizada, ou localizada em dentes com recessão gengival, por exemplo, costuma não passar disso. Nesses casos as pastas de dentes específicas para sensibilidade dentinária podem ajudar bastante. Porém, quando a sensibilidade é em um dente só ou em uma região específica, e a dor não ocorre apenas ao contato com água fria, por exemplo, mas é espontânea, é sinal de pulpite, que é a inflamação da polpa, o “nervo” do dente. Aí é essencial a avaliação de um dentista pra um diagnóstico preciso, pois pode até haver necessidade de tratamento de canal”, explica a dentista.

SAUDE-SAUDE BUCAL-SAUDE ORAL[3]

Sabe aquele pão de alho que você devorou no churrasco? Sim, pode ter sido ele o causador do seu mau hálito… mas não só isso. Desconfie se estiver sentindo esse mau odor por um tempo maior, pois o problema pode ser outro, oh: “muitas pessoas associam a halitose com problemas no estômago, por exemplo, mas mais de 90% dos casos de mau hálito têm origem na boca mesmo, em decorrência de uma higienização deficiente. Por isso é essencial escovar os dentes e usar o fio dental correta e regularmente, além de escovar a língua pra eliminar a saburra, uma camada esbranquiçada que fica sobre a língua e contém bactérias, resíduos alimentares, células mortas, etc.. Ainda, algumas pessoas têm reentrâncias nas tonsilas palatinas (“amígdalas”) e, nessas reentrâncias, acumulam-se resíduos também, originando massas fétidas chamadas de cáseos. Os cáseos podem estar presentes em pessoas que têm mau hálito”. Viu só? Higiene, gente! Por favor!!!

SAUDE-SAUDE BUCAL-SAUDE ORAL

Imagem: Flickr via Foter

SAUDE-SAUDE BUCAL-SAUDE ORAL[4]

Trololó de Mulher: Se em toda escovação a boca sangra, o que pode ser?

“O sangramento espontâneo ou à escovação é um sinal clássico de gengivite, a inflamação da gengiva. A causa da gengivite é, também, a má higienização, já que a placa bacteriana se acumula na margem da gengiva. Pra vocês verem como a maioria dos problemas bucais têm uma origem só: higiene bucal deficiente. Escovem bem os dentes, por favor!”

SAUDE-SAUDE BUCAL-SAUDE ORAL[5]

TMulher: Qual a aparência de uma gengiva saudável, e o que pode não ser um bom sinal?

“A gengiva saudável é rosada e tem aspecto de casca de laranja, ou seja, com aqueles “furinhos”. Se a gengiva estiver avermelhada, inchada e/ou sangrante, procure um dentista.”

SAUDE-SAUDE BUCAL-SAUDE ORAL[6]

TM: Aftas aparecem e somem por si só… quando é preciso ficar alerta?

“Existem 2 tipos de aftas, as menores e as maiores. A mais comum dentre as menores é a afta vulgar, geralmente pequena e única. Ela aparece de vez em quando, dura de 7 a 10 dias e não deixa cicatrizes. O que causa mais preocupação são as aftas maiores (múltiplas e maiores que as menores :), cujo tratamento costuma ser não apenas tópico, mas sistêmico, geralmente na forma de bochechos. Principalmente no caso de aftas grandes, que durem mais de 1 mês para melhorar e que deixem cicatrizes, consulte um dentista pra ver o que está acontecendo.”

DRA ANA PAULA PASQUALIN TOKUNAGA

Mais consultorias da Dra. Ana Paula:

Placa bacteriana: como removê-la?

Dentes bonitos e saudáveis: o que fazer e evitar?

Você sabe mesmo cuidar da higiene dos dentes?

A Dra. Ana é a autora do blog Medo de Dentista e, como o nome sugere, esse medo é o que move o blog, no sentido de desconstruí-lo. O blog é repleto de informação útil e necessária, mas tudo feito de forma simples e direta, para leigas como nós que querem vencer o medo através da informação. Quer ver só que interessante o conteúdo desse blog? Se joga e clica aqui, bonita! Além do mais, não deixe de acompanhar a Dra. e todo o seu conteúdo relevante no Facebook. Clique aqui, curta e fique por dentro!

ASSINE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *