Início » Empreendedorismo Feminino » Empreendedorismo feminino: 3 mulheres contaram tudo!

Empreendedorismo feminino: 3 mulheres contaram tudo!

Horários rígidos e chefes difíceis de engolir… essa é uma realidade que te pertence? Saiba que você não é a única a ficar insatisfeita com esse tipo de cenário. Muitas mulheres andam inquietas e desejando muito virar o jogo, e o que prova isso é que muito se tem falado em empreendedorismo feminino, não é verdade? Você é dessas que gostariam de investir em algo próprio também?

Não deixe de ler:

Trabalho: o que é mais importante na hora de empreender?

As histórias que você verá a seguir, de 3 mulheres que foram lá e fizeram suas ideias darem certo, são mesmo inspiradoras. A vontade de tomá-las como exemplo é enorme, você verá… mas, atenção: há uma distância entre sonhar… e tornar o sonho realidade. Nem toda grande ideia pode se revelar um caso de sucesso, porque é preciso ter muita atitude, viu? Ser criativa é importante, mas é vital, na mesma medida, que haja muita perseverança e “mão na massa”. Ficou animada e sente que esse é o seu perfil? Então… inspire-se!

Você já se perguntou?

O que faz uma mãe optar pelo trabalho autônomo?

EMPREENDEDORISMO-EMPREENDEDORISMO FEMININO-CARREIRA-NEGOCIO-COMPORTAMENTO-COMPORTAMENTO FEMININO[2]

TAIS MARCAL-DOCES CASEIROS-MARIA MEL

Taís e suas delícias: dedicação, muito estudo e amor.

A relação de Taís com os doces vem de muito tempo, de quando ela era ainda uma menina. Com 10 ou 11 anos cismou que iria aprender a fazer bolo de chocolate, com muito brigadeiro e… quer saber? Aquele capricho de menina dava sinais sobre por onde a mulher empreendedora do futuro iria enveredar: Taís deu início ao seu projeto literalmente delicioso, a empresa Maria Mel.

Aos poucos essa criativa foi percebendo que era preciso inovar e, por isso, procurou explorar ao máximo o seu talento. Foi assim que ela se entregou a delícia e ao desafio de experimentar novos sabores e dar asas a sua imaginação, e o resultado é uma variedade incrível desse doce que é paixão nacional: o brigadeiro.

Incansável na vontade de fazer o melhor que ela podia, Taís se entregou aos estudos e aprimoramentos. Foi com essa determinação que essa mulher pra lá de batalhadora buscou diversos cursos na área de gastronomia, e colocou em prática este seu projeto que existe, efetivamente, há cerca de 1 ano. Suas guloseimas podem ser apreciadas em um carrinho gourmet de doces, desses que ficam em shoppings. A ideia segue a tendência atual de comercializar comida em um ponto de venda móvel, e tudo começou com o modelo Food Truck, que se vê hoje em dia nos EUA, na Europa, e está chegando com tudo no Brasil. Depois de pesquisar bastante, a Taís decidiu que seria dessa forma que iria levar seus produtos aos seus clientes e, vale ressaltar, não fica apenas nos brigadeiros, já que ela também produz pão de mel, bombom, amendoim doce, e muito mais.

Para provar suas delícias, você irá encontrá-la de Quarta á Domingo, das 16h ás 22h, no Bessa Shopping, em João Pessoa. Mas, creio, não demorará muito e você poderá encontrá-la também pelas praias da Paraíba, porque essa moça quer chegar por essas bandas também. E quem duvida que ela vai conseguir?!

Super entusiasmada que é pelo seu negócio, a Taís não para de criar, inventar, mudar e substituir receitas. Inovação é com ela mesma, e sabe por quê? A Taís revela que sua maior alegria é ver a satisfação de seus clientes saboreando seus quitutes, já que tudo foi feito com dedicação e amor. Será esse o segredo do seu sucesso? Desconfio que sim…

EMPREENDEDORISMO-EMPREENDEDORISMO FEMININO-CARREIRA-NEGOCIO-COMPORTAMENTO-COMPORTAMENTO FEMININO[3]

LILIAN JORDAO-CONSULTORIA ESTILO-IMAGEM

Lilian quer provar que boa imagem e estilo qualquer um pode ter.

Lilian formou-se em Consultoria de Estilo e resolveu dedicar-se ao estudo de imagem e estilo porque, percebeu, “a imagem dos indivíduos, grupos e instituições já se coloca como fator decisivo para o sucesso pessoal e profissional”. Foi por esse caminho que essa mulher atenta ao mundo a sua volta enxergou uma oportunidade de negócio, já que, constatou o inquestionável: “a capacidade de construir e adaptar a imagem de pessoa física ou jurídica é ferramenta fundamental para alcançar êxito em qualquer setor de atividade”.

Da ideia para a concretização do sonho do negócio ela não demorou muito, e começou tão logo concluiu o seu curso. Dessa forma, deu o início necessário a sua atuação como Consultora de Estilo. Entretanto, viu seu projeto ser alavancado quando idealizou algo inovador, o seu congresso – ConaStyle – Congresso Nacional de Estilo.

Lilian revela, contudo, que tudo não são flores. As dificuldades existem e, para ela, a maior de todas foi fazer com que as pessoas entendessem que “Consultoria de Imagem & Estilo não é algo para ricos e famosos. Todo mundo pode ter um”, e é assim que ela segue, incansável e determinada a provar isso. Para tanto, procura desenvolver seu trabalho atuando em várias frentes: consultoria de imagem e estilo pessoal, consultoria corporativa, treinamentos, workshops e palestras.

Conhecedora de sua área de atuação e dos benefícios de seus serviços, é ela quem explica porque tê-la tão perto é extremamente importante para quem deseja alavancar o seu próprio negócio: “nossa maneira de vestir, gestos, comportamento, transmitem várias mensagens podendo assim ser favoráveis ou desfavoráveis, abrindo ou fechando portas em todas as horas, locais e oportunidades. Conhecer sua imagem e saber trabalhá-la a seu favor é uma arte que você terá em todos os aspectos”. E quem poderá dizer o contrário?!

EMPREENDEDORISMO-EMPREENDEDORISMO FEMININO-CARREIRA-NEGOCIO-COMPORTAMENTO-COMPORTAMENTO FEMININO[4]

ADRIANA GALVAO-ARTESANATO-KECA ATELIE

Adriana assumiu sua veia artística, colocou mãos á obra e construiu seu negócio do coração.

Desde a época de escola, quando Adriana era uma menina, as artes manuais já eram sua paixão: as aulas de educação artística eram as suas preferidas. A menina arteira cresceu e, veja só, acabou entrando para o Exército Brasileiro. Foi Sargento durante 8 anos de sua vida e, para aprimorar-se em sua área de atuação, fez graduação em Logística. Depois que saiu do Exército ainda trabalhou em duas empresas atuando em sua área de experiência e formação… mas sabe de uma coisa? Igual a muitas e tantas mulheres por aí, Adriana não estava feliz.

A hora da virada se deu em 2012 quando, com o apoio do marido e da família, essa criativa corajosa resolveu assumir sua veia artística e deu a volta por cima: largou o emprego formal e investiu o seu tempo e seus esforços no seu negócio do coração. Foi assim que nasceu o KeCa Ateliê.

“Inicialmente vendi alguns mimos para amigos e estes foram indicando novos clientes, mas a loja virtual foi criada em conjunto. Quando fiz minha primeira venda pela loja virtual para uma pessoa que nunca tinha visto e de outro estado, foi um dia marcante e especial pra mim. Vi que estava no caminho certo. Hoje já temos mimos do KeCa ateliê em todos os estados da federação, EUA e Argentina. Costumo dizer no grupo de clientes do facebook que nossa família está crescendo, já somos mais de 450 membros, 450 pessoas que valorizam o meu trabalho e que apreciam a minha arte”, revela Adriana, orgulhosa de seu feito. E não é pra menos!

Entretanto, Adriana também alerta que ter seu negócio próprio envolve riscos: “em todo e qualquer empreendimento há um certo risco. Você se preocupa se vai alcançar as metas de vendas, se o próximo mês vai ser bom como o anterior, se vai dar conta de tudo, se, se …”. Mas é preciso, neste caso, neutralizar essa força que pode nos impedir de correr atrás dos sonhos, e a Adriana diz como é que ela fez: “não podemos deixar o “se” tomar conta e desistir. É preciso investir tempo em aperfeiçoamento, novas técnicas, inovação, capricho e beleza, pois no ramo artesanal isso é o que o cliente procura: um produto diferenciado e com um toque especial que cada artista dá a sua peça”. Viu? A dica foi dada pela Adriana e, o resto, é contigo…

EMPREENDEDORISMO-EMPREENDEDORISMO FEMININO-CARREIRA-NEGOCIO-COMPORTAMENTO-COMPORTAMENTO FEMININO[5]

EMPREENDEDORISMO-EMPREENDEDORISMO FEMININO-CARREIRA-NEGOCIO-COMPORTAMENTO-COMPORTAMENTO FEMININO

Imagem: Pinterest

As meninas contaram como foi o “caminho das pedras” para elas, cada uma em sua área distinta de atuação. Só por isso, esse post já te daria ferramentas mais que necessárias para você começar a amadurecer suas ideias, e desenhar o seu novo projeto de vida para o ano que vem, certo? Por isso, desconfio comigo que 2015 promete!

Você viu?

Qual é o mistério do sucesso da Margaret?

Não satisfeita, pedi que as meninas me contassem: qual dica elas dariam para você que quer empreender o seu próprio negócio, a  partir da experiência delas. A boa notícia, bonita, é que elas entregaram seus segredinhos… olha só:

Uma dica é sempre acreditar em seus sonhos, fazer tudo com dedicação, aprender sempre, e nunca, nunca, nunca desistir, por que um dia se torna realidade, se focar realmente no que quer. Fé e foco! O tempo que vai demorar, não importa, o tempo passa de qualquer forma, então aproveita para subir de um em um degrau até chegar lá!” Taís Marçal – Maria Mel

Perfil Empreendedor; Buscar conhecimento sempre; Tirar a ideia do papel; Conheça sua área; Errar é humano; Nunca desista dos seus sonhos; Ame o que você faz.” Lilian Jordão – Consultoria de Estilo

Minha dica pra quem quer viver exclusivamente de sua arte é concentrar-se no que faz de melhor e depois partir para novos desafios. Investir tempo para criar uma identidade para seu trabalho, um conceito, algo que faça as pessoas perceberem o quanto de paixão e de carinho há em cada detalhe da sua peça. Não tenha medo de colocar mais de você em sua marca. Por fim, persistir sempre!” Adriana Galvão – KeCa Ateliê

ASSINE!

 

8 comentários sobre “Empreendedorismo feminino: 3 mulheres contaram tudo!”

  1. Adriana comentou:

    Oi, Lidi…. agradeço de coração!
    Obrigada por compartilhar um pouquinho da nossa história.
    Que outras criativas possam tomar coragem para empreender.
    Um lindo dia para você.
    Adriana Galvão

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Obrigada pela confiança, Dri.
      É isso aí! Que o post seja inspirador para quem precisa. =)
      Beijos,
      Lidi

  2. Elvis Lima comentou:

    A superação é uma competência que se conquista através de vitórias consecutivas, sendo super ao não se deixar vencer mesmo nos momentos mais difíceis, sendo ação na hora de tomar decisões estratégicas para atingir o sucesso.

    Parabéns as empreendedoras

  3. Adriana Lara comentou:

    bem legal
    passando para desejar um final de semana com muita saúde, amor e paz
    bjs
    tititi da dri

  4. Aline Silva comentou:

    Sou admiradora dessas mulheres que entendem que a vitória está em lutar e não desistir.
    Parabéns a cada vitória mencionada. Desejo cada vez mais sucesso!
    Orgulhosa do sucesso que já é ainda será maior o Keka Ateliê.

  5. Gisley Scott comentou:

    Também sou empreendedora e uma coisa ficou claro entre as 3 moças: foco é essencial. Não escute as pessoas com mente encaixotadas! Uma coisa eu aprendi com o meu mentor de negócios: as únicas pessoas que QUALIFICAM para lhe dar conselho na sua área são pessoas cujo estilo de vida espelham o sucesso que você quer ter naquela área. Do contrário, descarte todo e qualquer conselho.

    Beijos

    GISLEY SCOTT | A EXPORTADA!

  6. Carol Vieira comentou:

    Lidi,
    Adorei este post. Realmente não é impossível, só precisa querer de verdade encarar de frente as dificuldades e se dedicar. Ter o próprio negócio muitas vezes é trabalhar mais do que se fosse empregado, mas você faz feliz!

    Mulheres de devemos admirar!
    Beijos.

  7. Felicitadecor comentou:

    Adorei o post Lidi
    Ser empreendora ‘e um delicioso desafio!
    Eu queria empreender e ficar perto dos meus pimpolhos acompanhando o crescimento .
    Eu consegui e me sinto realizada como mãe e profissional .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *