Início » Casa » Receitas » Alimentação: coma melhor, reaproveite e economize!

Alimentação: coma melhor, reaproveite e economize!

Todas nós sabemos que o dia a dia para as mulheres, hoje em dia, é cheio de atividades. Tantas atribuições acaba nos empurrando para algumas escolhas que apelam para o “mais rápido”, e quase sempre isso se aplica a nossa alimentação. O resultado disso? O que comemos acaba sendo algo assim, mais ou menos, não é verdade? Além do mais, como tudo acaba sendo feito no piloto automático, essa falta de cuidado com a comida gera desperdício e gastos desnecessários. Se você não está satisfeita com esse quadro, esse post é para você, bonita!

A seguir você verá uma série de dicas para te fazer repensar hábitos alimentares, de modo que eles sejam mais saudáveis, afinal de contas, seu corpo agradece, e sua família também, concorda? Além do mais, veremos juntas sugestões sobre como reaproveitar alimentos e reduzir o desperdício. E o melhor de tudo: receitas feitas com sobras de alimentos, todas bonitas de viver e apetitosas, além de saudáveis. Pronta para rever suas ideias? Então… vem comigo!

RECEITA-RECEITA FACIL-RECEITA SAUDAVEL

Imagem: She Knows

habitos

Sabe a Juliana Stelli? Você já deve conhecer, aposto! Ela é a bonitona que comanda o blog Pitadinha, um espaço virtual superultramega querido recheado de receitas do tipo “gente da gente”, o que me fez viver de amores e frequentá-lo, regularmente, há muito tempo. Essa moça tem uma série de dicas sobre mudanças de hábitos na alimentação que valem a pena a nossa atenção. A boa notícia é que ela compartilhou conosco… espia só, repense como e o que você anda comendo, e mude!

“Mudança nos hábitos alimentares começa primeiro na cabeça. Hoje em dia o termo “saudável” pode ter milhões de significados e temos tanta informação que é fácil ficar confuso. Mas há cinco dicas que facilitam para quem quer começar esta mudança:

1. Coma comida. Tente diminuir ao máximo o consumo de industrializados que não agregam valor nutricional e dê preferência para alimentos minimamente processados. Fruta é o fast food da natureza 😉

2. Simplifique. Deixe as invenções culinárias para o fim de semana e ocasiões especiais. Nos demais dias mantenha um cardápio leve e básico.

3. Não compre o super-alimento da moda. Na maioria das vezes é mais marketing que outra coisa. Valorize seu dinheirinho e compre o que a sua região tem de melhor para oferecer. Sempre tem.

4. Não fique paranóica. Quando buscamos mudanças na área alimentar geralmente ficamos obcecadas com o assunto. Vá com calma e respeite quem pensa diferente de você.

5. Aproveite! Comer é muito bom e comer comida que nos dá o que precisamos para viver bem é melhor ainda :)” Juliana Stelli | Pitadinha

gaste

Se você não valoriza seu rico dinheirinho, o que acho pouco provável, há outros motivos para você pensar sobre o desperdício de comida: uso em vão de combustível para transporte, produtos químicos e pesticidas, além da emissão maior de gás metano devido aos produtos estragados. Definitivamente, o meio ambiente não agradece!

Sabe uma forma simples de evitar o desperdício? Planejamento! Eu faço isso, e o resultado é que compro exatamente o que é necessário para o consumo semanal da família. Faço feira de supermercado e de rua (produtos orgânicos) 1x por semana, sempre com lista em mãos. Essa lista é feita com base no planejamento do cardápio da semana. Dessa forma eu compro somente o que vou precisar para colocar o que planejei em prática, o que reduz absurdamente compras desnecessárias.

Quem faz isso também é a Carol Vieira, que você já sabe, é nossa super parceira por aqui. É ela a dona das receitas saudáveis e gostosas publicadas no Trololó de Mulher. Repara em como ela se planeja:

Para reduzir o desperdício de comida sugiro fazer o cardápio semanal, pelo menos é o que eu faço em casa. Eu faço uma planilha de segunda a sexta e vou preenchendo. Geralmente faço no final de semana, porque vou ao varejão e já compro tudo. Com a planilha a gente só compra o que será feito e além disso é uma forma clara para ver o que anda preparando para a família. Assim fica muito fácil de equilibrar/variar a alimentação. Minha planilha é grande e quando não tenho tempo acabo repetindo um cardápio de algumas semanas atrás.”

Outra forma de evitar o desperdício, eu acrescento, é ficar atenta a datas de validade dos produtos. Além do mais, é sempre bom saber como variar o cardápio com as sobras dos alimentos. Quem nos ensina como fazer isso é a Carol, que além de dividir o que sabe aqui conosco, também edita um blog recheado com muito mais de suas receitas, dicas de viagens e bem viver…o Mundo da Carol.

dicas

1ª – O arroz que sobrou pode virar um bolinho assado, saboroso e sem culpa!

RECEITA-RECEITA FACIL-RECEITA SAUDAVEL-BOLINHO DE ARROZ

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de arroz integral pronto (pode ser arroz branco também)

2 ovos

1/2 xícara de leite

Salsinha picadinha a gosto

2 colheres (sopa) farinha de trigo (ás vezes precisa colocar um pouquinho mais de farinha)

Sal a gosto

1/2 xícara (chá) parmesão ralado

1 pimenta dedo de moça picadinha (opcional).

 

Modo de Preparo:

Misturar bem todos os ingredientes até formar uma massa. Tente modelar o bolinho (ele fica molhadinho), se conseguir não precisa colocar mais farinha, agora se ficar desmanchando com facilidade daí acrescente mais uma colher (sopa) de farinha. Modele os bolinhos e leve para uma forma untada com óleo. Asse em 180 graus até que os bolinhos fiquem douradinhos.

2ª – E o feijão, também sobrou? Vamos transformá-lo em bolinho assado com queijo?

RECEITA-RECEITA FACIL-RECEITA SAUDAVEL-BOLINHO DE FEIJAO[2]

Ingredientes

Eu usei umas 3 xícaras de feijão bem amassadinho com o garfo ou no processador. Utilizar o caldinho também (o meu feijão é o preto, aqui em casa só faço este feijão. Pode ser feito com o feijão que você costuma ter em casa).

1 xícara de farinha de mandioca (vai colocando aos poucos, porque vai depender da quantidade do caldinho do seu feijão.

Pimenta dedo de moça

Salsinha a gosto

Queijo mussarela light cortado em quadradinhos (coloquei um quadradinho generoso para ficar bem derretido e gostoso)

 

Modo de preparo

Eu amassei bem o feijão com o garfo e utilizei o caldinho também. Acrescentei a farinha de mandioca até ficar uma massa homogênea. Acrescentei a pimenta dedo de moça bem picadinha e salsinha. Modelei as bolinhas, coloquei o quadradinho de queijo dentro e passei na farinha de mandioca. Levei ao forno em 200° até que a farinha fique douradinha e o queijo derretido.

3ª – Na gaveta da geladeira tem abobrinha italiana e cenoura? Você não aguenta mais comer legumes refogados? Então vamos fazer espaguete deles??

RECEITA-RECEITA FACIL-RECEITA SAUDAVEL-ESPAGUETE-ABOBRINHA

Você pega o descascador de legumes e vai fazendo as tirinhas no sentido do comprimento. Depois passa pela água fervendo rapidamente para dar uma leve amolecida. Escorra e coloque o molho que desejar. Eu fiz um pesto com manjericão, azeite, castanha do pará, água, pimenta moída na hora e sal. Bate tudo no processador e pronto. Pode até colocar alho se quiser. Depois polvilhei chia que dá uma crocância deliciosa… Pode servir com uma carne.

4ª – Comprou muito alho e agora está com medo de estragar? Descasque e coloque em um vidro esterilizado e preencha com azeite. Você vai conservá-lo, além de ter um azeite muito saboroso.

5ª – Tem morangos estragando na geladeira? Vamos fazer uma geleia com especiarias?

RECEITA-RECEITA FACIL-RECEITA SAUDAVEL-GELEIA DE MORANGO CASEIRA

Se tiver só morango, tudo bem, mas se tiver outras frutas vermelhas é só acrescentar e o processo é o mesmo. Coloque o morango picadinho na panela, 4 gotinhas de limão, canela, gengibre em pó e noz moscada. Para adoçar você escolhe: mel, açúcar demerara, açúcar mascavo, adoçante culinário, etc. Ligue o fogo bem baixinho e deixe que o morango soltará uma água e vai cozinhar. Se ficar seco, vai acrescentando água aos poucos. Assim que estiver na consistência que desejar, basta desligar o fogo.

Para ver mais receitas da Carol:

Escondidinho de filé suíno (xô, preconceito!) + batata doce roxa.

Hamburguer de grão de bico facinho, facinho…

Canelone de berinjela + queijo cottage ) no molho caseiro.

Então é isso, bonita! Espero que você tenha chegado até aqui com a certeza de que aprendeu um bocado sobre como se alimentar melhor, economizar seu rico dinheirinho e como reaproveitar os alimentos evitando, assim, o desperdício. Se este post valeu um tantinho que seja para isso, por mim, me sinto recompensada. Aproveite as dicas! Informação salva!

ASSINE!

4 comentários sobre “Alimentação: coma melhor, reaproveite e economize!”

  1. Carolina Vieira comentou:

    Lidi, ameeei o post. Além de participar dividindo o que faço, ainda aprendi. Tem coisa melhor? Só aqui no Trololó de Mulher mesmo.

    Beijos e obrigada.

  2. Wânia comentou:

    Adorei o post ,principalmente as receitas. Porque uma coisa é saber que precisa se reeducar ( ou a família toda), a outra é saber COMO! E aí é a hora que a gente corre pra internet e tem a ajuda preciosa de blogs, como o seu e os outros citados na matéria. Muito bom!

  3. Rosana Bernardo da Silva comentou:

    Oi Lidi, este post foi providencial, ando perdida na cozinha. Você sabe onde posso ter idéias para cardápio semanal leve e que nos ensine aos poucos a comer de forma mais saudável? Parabéns! Beijinhos.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Rosana!
      Creio que o conteúdo que você procura você encontra no blog da Carol. Ela tem sido uma parceira muito querida do Trololó de Mulher, compartilhando receitas saudáveis.
      Há algumas de suas receitas neste mesmo post para você ter uma ideia, né?
      Sugiro que você explore o blog dela e selecione/catalogue suas receitas preferidas para ir montando o seu cardápio semanal.
      É assim que eu faço aqui em casa. Tenho minhas receitas preferidas, e vou montando o cardápio da família com elas. 😉

      Beijos,
      Lidi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *