Início » Corpo » Saúde » Me diz o que comes…e te direi se és saudável, ou não.

Me diz o que comes…e te direi se és saudável, ou não.

Tem gente que pouco fica doente e acaba deixando no ar a dúvida alheia: mas, como, gente? Sabe de uma coisa? Eu quis entender o porquê e descobri que, de uma vez por todas, precisamos prestar muita atenção no que comemos no dia a dia. E, sim, esse é o diferencial para ter boa saúde.

A Nutricionista Pâmela Miguel esclareceu muito do que precisamos saber para conquistar uma vida mais saudável, e isso é muito mais fácil do que imaginamos. Com uma boa dose de informação e disposição para tomar a atitude certa nas escolhas alimentares, isso é perfeitamente possível, viu? Repara aqui comigo, oh:

SAUDE-ALIMENTACAO SAUDAVEL-NUTRICAO

 

Trololó de Mulher > A gente sabe que comer bem, para uma criança, é vital. No caso do adulto, que parou de crescer, por que é tão importante comer bem?

 

O adulto, apesar de não estar em fase de crescimento, necessita de uma alimentação equilibrada e balanceada para manutenção de sua saúde. Quando um adulto se alimenta mal, acaba sobrecarregando órgãos importantes para o funcionamento correto do organismo. Uma má alimentação também leva ao acúmulo de toxinas no organismo e prejuízos no sistema imunológico. Todos esses fatores contribuem para o aparecimento de diversas doenças, principalmente as doenças não transmissíveis como diabetes, doenças cardiovasculares, alterações de colesterol e pressão, alergias e intolerâncias alimentares, gordura no fígado, entre outras. Manter uma alimentação saudável e equilibrada faz com que o nosso organismo funcione sempre de forma correta evitando o aparecimento de doenças e o acúmulo de toxinas em nosso corpo.”

 

TMulher > Tem gente que parece ter uma saúde de ferro, pois nunca (ou quase nunca) fica doente. Na prática e no final das contas, comer bem é garantia de boa saúde?

 

Sim. Os alimentos, além de fornecer energia, nutrem nosso organismo. Muitos alimentos contem nutrientes que melhoram o funcionamento do Sistema Imunológico prevenindo, assim, doenças. Exemplos de alimentos que reforçam o sistema imunológico: frutas, legumes, verduras, castanhas, cogumelos. Muitos alimentos têm ação antioxidante que protegem o organismo de doenças, principalmente as não transmissíveis (diabetes, doenças cardiovasculares, alterações de colesterol e pressão, alergias e intolerâncias alimentares, gordura no fígado, entre outras). As proteínas fornecidas pelos alimentos também são importantíssimas para o funcionamento correto do nosso sistema de defesas.”

 

TM > Alimentos orgânicos não têm agrotóxicos. Que diferença isso faz?

 

Além de apresentarem uma maior durabilidade e de serem mais saborosos, a ausência de agrotóxicos nos alimentos orgânicos faz com que os nutrientes presentes nesses alimentos sejam melhor aproveitados. Os agrotóxicos são substâncias consideradas tóxicas para o organismo e podem, além de dificultar a absorção correta dos nutrientes, promover alterações endócrinas, imunológicas, processos alérgicos, além de outras doeças.”

 

TM > Como se configura um prato bem equilibrado?

 

O prato equilibrado deve fornecer todos os macronutrientes e micronutrientes que o organismo necessita, exemplo: Carboidrato (prefira sempre os alimentos integrais – arroz integral, 1 batata pequena) Proteína magra (1 filé de peixe, 1 filé de frango), feijão, lentilha, grão de bico, Gordura de boa qualidade (azeite no tempero da salada), Vitaminas e minerais (Saladas de folhas cruas e legumes refogados), Fibras (arroz integral, salada e legumes). “

 

TM > O açúcar deve ser cortado da alimentação?

 

O açúcar refinado deve sim ser eliminado da alimentação, pois ele não fornece nenhuma vitamina ou mineral ao organismo, somente calorias (alimento conhecido como caloria vazia). As versões de açúcar mascavo ou demerara podem fazer parte de uma alimentação equilibrada, desde que o individuo não tenha nenhuma restrição à esse tipo de alimento como diabetes. A versão mascavo e demerara contem vitaminas do complexo B importantes para o processo de geração de energia do organismo.”

 

SAUDE-ALIMENTACAO SAUDAVEL-NUTRICAO-COGUMELOS-AZEITE-IOGURTE-TOMATES-PEIXE-BROCOLI

 

1 – Cogumelos: são fonte de proteína de origem vegetal e fácil digestibilidade. Fortalecem o sistema imunológico, protegendo o organismo de doenças. Os cogumelos também são fonte de fibras que auxiliam no bom funcionamento do intestino e vitaminas do complexo B, importantes para o processo de geração de energia do organismo.

2 – Azeite extra-virgem: o azeite é rico em gorduras boas, conhecidos como ômegas, que possuem ação antiinflamatória no organismo e atuam na prevenção de doenças cardiovasculares, doenças neurológicas, auxiliam no controle do peso, favorecem o controle do colesterol, melhora o funcionamento do estômago e pâncreas e possui efeito protetor na pele.

Falando no azeite:

Azeite: o óleo que é amigo do peito, e é uma delícia!

3 – Iogurte: o iogurte é fonte de cálcio, mineral importante para a saúde óssea e para os processos de contração muscular. O iogurte também fornece proteínas de fácil digestão, as proteínas são importantes para manutenção de diversos sistemas do organismo, sendo um deles o sistema imunológico. Alguns tipos de iogurtes contem probióticos, que atuam na manutenção do equilíbrio da flora intestinal, combatendo bactérias patogênicas. O iogurte também contém vitaminas importantes para o organismo como: vitamina B2, a B12, cálcio, magnésio, potássio e zinco.

4 – Tomate: além de conter vitaminas e minerais importantes para o funcionamento do organismo, como: vitamina C, vitamina A, vitaminas do complexo B, potássio, e cálcio, o tomate é rico em substâncias com ação antioxidante (carotenóides e flavonoides), sendo o mais conhecido o licopeno, que dá coloração vermelha ao alimento e tem ação protetora contra o câncer de próstata. Essas substâncias protegem o organismo da ação dos radicais livres, prevenindo assim doenças, evitando o envelhecimento precoce e reduzindo a inflamação no organismo.

Não deixe de ler:

Você sabe como preparar um molho de tomate SSS?

5 – Peixe: o peixe é fonte de proteína de fácil digestão, nutriente com importante função estrutural, endócrina e imunológica no organismo. O Peixe também é fonte de vitaminas como cálcio e fósforo, importantes para a saúde óssea e gorduras boas, que auxiliam no controle dos níveis de colesterol e tem ação protetora contras as doenças cardiovasculares.

A propósito:

Seu coração está protegido de doenças cardiovasculares?

6 – Folhas Verde Escuras: as folhas verde escuras são fonte de fibras (importantes para o correto funcionamento do intestino e redução da absorção da gordura e açúcar na alimentação), são ricas em vitaminas A, C, K, complexo B, fósforo, magnésio, cálcio, e ferro, que associado à vitamina C, é absorvido e aproveitado pelo organismo evitando doenças como a anemia. Os folhas verde escuras também são ricas em fitoquímicos com ação antioxidante no organismo.

NUTRICIONISTA-PAMELA MIGUEL-SAO PAULO

 

A Dra. Pâmela Miguel também está na blogosfera viu, bonita? Para acompanhar todas as novidades e informações superultramega úteis para que possamos nos alimentar melhor, espie o blog onde há suas atualizações. Se joga, informe-se, coma melhor e sinta-se bem.

 

Imagens: Free Images

 

ASSINE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *