Início » Entrevistas » Uma bicha fêmea por outra: Claudia Medeiros

Uma bicha fêmea por outra: Claudia Medeiros

Acredito que aprender nunca é demais! Qualquer coisa que aprendemos vai ter alguma utilidade em algum momento da vida. Voltar a estudar me tornou mais jovem, isso eu posso afirmar e, com toda certeza, melhorou minha auto-estima”.  Quem diz isso é a blogueira Claudia Medeiros,  editora do Se fosse na minha casa, que formou-se em Jornalismo mas decidiu virar o jogo e correr atrás do sonho: ser designer de interiores.

 

Além do mais, resolveu empreender e iniciou um negócio virtual que tem dado excelentes resultados: a loja virtual Casa da Claudia. Quer saber mais? Acompanhe suas revelações com exclusividade para o Bicha Fêmea!

Aos 22 anos essa moça concluiu sua faculdade de Jornalismo, e 19 anos depois resolveu que daria outro rumo a sua vida e faria o que realmente sempre quis: fez sua inscrição no curso de Design de Interiores. Sua determinação, de fato, serve de exemplo para muitas mulheres que sonham há muito tempo em fazer algo por suas vidas que realmente as deixariam mais felizes, mas por um motivo ou outro, deixam seus planos num cantinho de suas vidas, esperando…

Claudia, ao contrário de muitos, fez diferente. Depois de 20 anos trabalhando na área de formação, mas mantendo seu interesse por decoração e arquitetura, seguiu em frente: “incentivada pelo Pedro, meu marido, resolvi voltar a estudar, mas como hoje meu foco é mais a decoração, reformas etc, achei que não valeria a pena fazer um curso de 5 ou 6 anos, como é Arquitetura, e parti pro Design de Interiores. Falta só um semestre pra me formar e estou adorando, aprendi muito!”, conta, entusiasmada.

Movida pela paixão que tem pelo universo da casa e decoração, Claudia aproveitou a reviravolta que deu em sua própria vida, arregaçou as mangas e criou a Casa da Claudia, uma loja virtual de produtos que são uma belezura: “Eu já tinha muita vontade de ter uma loja de objetos de decoração e, principalmente, de utilitários decorativos, que é o que eu mais gosto, mas não tinha capital para abrir um negócio. Com o curso, comecei a ter contato com lojas, com revistas estrangeiras e comecei a formar uma opinião sobre o que deveria vender e a ideia foi crescendo na minha cabeça. Daí, mais uma vez, o Pedro me incentivou a abrir uma loja virtual, pelo baixo custo, porque eu já conhecia muita gente e era conhecida na web por causa do blog, e porque este é um negócio que está crescendo no Brasil, as pessoas estão perdendo o medo de comprar pela internet”.

Sua experiência com o blog fez com que ela percebesse o que as pessoas que curtem cuidar de suas casas gostariam de ter para enfeitar seus lares, ou quais utilidades eram mais desejadas. De posse desse tipo de conhecimento, Claudia correu atrás das peças difíceis de serem encontradas, além de oferecer produtos exclusivamente desenvolvidos para sua loja. O resultado disso tudo é um conjunto de peças cobiçadas pelas mulheres na blogosfera, dentre elas: moringas de cabeceira, louças da linha cupcake, gaiolinhas, lanternas para velas, etc. Ou seja, são produtos que toda mulher antenada em decoração quer em sua casa.

 

Bicha Fêmea > O que você espera daqui para frente já que está na área de atuação que sonhou e empreendendo em algo que tem dado bons resultados?

Tenho planos de abrir uma loja física junto com minha filha, Luíza. Ela também tem interesse pela área, está prestando vestibular de arquitetura e, com certeza, será minha parceira no futuro. Penso em, junto com a loja, prestar assessoria em decoração e em reformas (adoro reformar!) aos meus clientes.”

BF > Há planos para linhas de produtos a serem lançados na Casa da Claudia com os quais você ainda não trabalha?

Sempre há. Adoro encontrar novidades para oferecer na loja e penso em futuramente, ter uma linha aromática, de velas, aromatizadores, água de lençóis e coisas do tipo, mas provavelmente seriam produtos a serem oferecidos na loja física, pois acho que cheirinho a gente tem de sentir ao vivo…rsss…”

BF > Quais os diferenciais dos produtos da Casa da Claudia?

Eles seguem uma linha de casa mais romântica, provençal, vintage. Como este é meu estilo e acho que é também o de muitas pessoas, acabou se tornando uma característica da loja e, não tem jeito, acabo sempre procurando peças que me agradem, em primeiro lugar. Vendo o que gosto e o que teria na minha casa!”

BF > Como você acompanha as tendências de decoração?

“Através de material das aulas, de mostras, de sites e de blogs de decoração. Além das revistas nacionais , também gosto muito das revistas espanholas e francesas. E, como trabalho em uma revista, acompanho de perto o trabalho de arquitetos, designers e decoradores.”

BF > Há algum outro projeto em mente?

A loja física é o principal, como termino o curso em julho, venho pensando cada vez mais nisso.”

BF > Quais as dicas para a bicha fêmea que quer dar um passo importante e que signifique mudanças na vida?

“Em primeiro lugar, perder o medo! Eu sou muito medrosa e se não fosse pelo marido, talvez não tivesse dado o pontapé inicial. Acho que, como em tudo na vida, é preciso pensar muito antes de dar uma guinada na carreira e na vida, mas acredito que tudo o que fazemos com prazer, tem uma grande chance de dar certo. Eu me considero uma pessoa bem mais feliz hoje. Deixei pra trás um emprego onde ganhava relativamente bem, mas estava insatisfeita, fui aprender uma nova profissão e isso me abriu os olhos para algo que tinha muita vontade de fazer. Mas, se posso dar um conselho, aqui vai: se profissionalize! Aprender mais sobre o que gostamos, nos torna mais competentes e o mercado nos vê com outros olhos. Vale a pena!”

 

Mais no Bicha Fêmea


O talento na cozinha pode mesmo virar uma fonte de renda?


Quer trabalhar sem sair de casa mas não sabe como?


Suas finanças pessoais estão no azul ou no vermelho?


Home Office: união do útil ao agradável… mas nem sempre!

 

 

Vamos manter contato?

E-mail: bichafemea@trololodemulher.com.br

Redes Sociais

Receba, assim como centenas de leitoras, o Bicha Fêmea no e-mail. | Assine. É grátis!

11 comentários sobre “Uma bicha fêmea por outra: Claudia Medeiros”

  1. comentou:

    Muito legal essa matéria, para alguma pessoa servirá de exemplo mostrando que transformar desejo em realidade – a seu tempo – pode muito valer a pena.
    Mostra como é importante ter alguem do nosso lado que seja incentivador, que acredite, que isso fortalece o realcionamento pois traz desafio e alegria p os dois, de quem vai atravessar o rio e para quem ve que esse rio foi superado por alguem q admira… Muito legal..

    Eu sempre fui da opinião, que quem não quer gastar a isca, não pesca nunca.

  2. comentou:

    Muito legal essa matéria, para alguma pessoa servirá de exemplo mostrando que transformar desejo em realidade – a seu tempo – pode muito valer a pena.
    Mostra como é importante ter alguem do nosso lado que seja incentivador, que acredite, que isso fortalece o realcionamento pois traz desafio e alegria p os dois, de quem vai atravessar o rio e para quem ve que esse rio foi superado por alguem q admira… Muito legal..

    Eu sempre fui da opinião, que quem não quer gastar a isca, não pesca nunca.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Rô, sabe que uma das coisas que chamou minha atenção no que a Claudia contou foi a força que o marido deu para ela. Muitas vezes o que falta é esse suporte tão valioso de quem está ao lado da mulher para que ela sinta-se forte para correr atrás do que a deixa feliz de verdade, né?

      :*
      Lidi

      1. comentou:

        Li, p mim isso é um dos pontos principais de um relacionamento, qdo vc tem um parceiro/ companheiro.
        Jamais um relacionamento pode dar certo, ser saudável com alguém que seja opressor deprimente. ( isso vale p os dois “sequiçus”

        😉 rs…

        Bj

        1. Lidiane Vasconcelos comentou:

          É isso aí, Rô!
          Concordo contigo sem tirar nem colocar, e já estou procurando onde assino embaixo. =)

          :*
          Lidi

  3. claudia medeiros comentou:

    oi Lidi, adorei o post. Ficou ótimo. muito obrigada pelo convite, mais uma vez tenho que agradecer o seu apoio.

    beijos

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Claudia!
      Que bom que você gostou do resultado final do post. =)
      Fico muito feliz por isso. =)

      :*
      Lidi

  4. Vânia Pinho comentou:

    Acho que preciso urgentemente me inspirar na Cláudia amiga.

    bjuss e um lindo fim de semana pra ti

    Vânia Pinho

  5. Sandra comentou:

    Vim entregar meu presente. Espero que goste. Passe na Curiosa e verás o que é.
    UM BRINDE A TODOS NÓS QUE FAZEMOS PARTE DESTE UNIVERSO VIRTUAL. ESTOU CONQUISTANDO COM MUITO CARINHO 22MIL VISITAS NO BLOG. SABEMOS QUE AS CONQUISTA DEPENDE UM AO OUTRO.
    MUITO OBRIGADA PELA PACIÊNCIA…AMIZADE..ALEGRIAS..CARINHO
    Sei que muito temos para dizer, mas o mais importante é agradecer por tudo, pela VIDA. Obrigada por VOCÊ existir e fazer parte de a minha vida.
    Obrigada Senhor pela nossa amizade. Mesmo virtual tem um significado muito grande, E ESPECIAL, porque ultrapassa as fronteiras das telinhas, envolve os corações, nos encantam e nos faz feliz e sermos o que somos..Simplesmente amigos para Sempre…
    Muito obrigada amigo(a), por fazer parte do meu circulo de Amigos.

  6. JO DE OLIVEIRA comentou:

    É sempre um grande incentivo para mudanças esses testemunhos , tenho certeza que esse é o caminho para nos mantermos REALIZADAS.

    Excelente entrevista.

  7. Pingback: Quer trabalhar sem sair da casa? Abra sua loja na Divitae!
  8. Trackback: Quer trabalhar sem sair da casa? Abra sua loja na Divitae!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *