Início » Empreendedorismo Feminino » Quer trabalhar sem sair de casa mas não sabe como?

Quer trabalhar sem sair de casa mas não sabe como?

Você já deve ter ouvido falar de pessoas que trabalham sem sair de casa, não é? Imagine uma vida sem o estresse do trânsito onde tudo é feito no conforto do lar? Será que o que você faz hoje daria para ser feito sem sair de casa? Quais tipos de atividade podem ser enquadradas nesse modelo de trabalho?

Foi justamente para responder perguntas como essas que esse post foi editado, e a ideia dele é da Joana Campos. Foi ela quem deixou um comentário em um dos posts no Trololó de Mulher dizendo assim:

 

Deixa eu te falar! lembra aquele post sobre home Office? Por que você não publica outro, mostrando o que as pessoas estão conseguindo fazer, exercendo o Home Office? Tipo, quais profissões, etc… beijos

 

Não é a primeira vez que falamos em trabalho do tipo home office no Trololó de Mulher. Justamente por isso a Joana se refere a um outro post que foi publicado, cujo título é “Home office: união do útil ao agradável… mas nem sempre!”. Neste post a discussão foi em torno das armadilhas que a possibilidade de trabalhar em casa pode oferecer.

Na verdade, engana-se quem acha que desenvolver uma atividade no lar implica em menos trabalho. Muito pelo contrário! Há que se produzir do mesmo jeito e com uma dose extra de disciplina.

Se você está pensando em mudar seu estilo de vida nesse sentido e quer dicas de como se dar bem trabalhando no esquema de home office, vale a pena a leitura do post citado, já que outras leitoras que possuem essa experiência deram suas dicas, conselhos e pitacos. Confere!

 

Imagem: Stock.xchng

 

Afinal de contas, o que dá para fazer trabalhando dessa forma? Para responder essa pergunta, convidei algumas queridas conhecidas na blogosfera que desenvolvem seus trabalhos em áreas diferentes, mas todas em casa. Elas contaram um pouco sobre como é a rotina delas, e por que optaram por trabalhar assim. Confere!

 

Da cozinha de casa para o mundo!

 

 

Da atividade…Eu escrevo um blog de culinária voltado para donas de casa que gostam da comida simples, boa e prática. Comecei de forma bem despretensiosa mas a coisa foi crescendo e se tornou minha principal atividade hoje em dia. Me dedico diariamente tentando dividir as receitas que rolam aqui em casa de uma forma gostosa, descomplicada, como se fosse uma conversa com minhas leitoras. Cozinho, fotografo, escrevo, e como tenho uma bebê pequena e não tenho empregada, faço tudo junto ao mesmo tempo, tentando sobreviver ao caos sem perder a sanidade =)”

 

Do porquê…Por que eu quis acompanhar o desenvolvimento da minha filha. Desde que ela nasceu essa tem sido minha “profissão” na verdade, e quis exercer uma atividade que me possibilitasse estar em casa, pelo menos nessa fase inicial. E não me arrependo nem um pouco, pois cada a dia vejo o quanto valeu a pena ter saído do mercado formal e ver que a vida é muito mais que cumprir expediente.” Juliana Stelli | Pitadinha

 

Graças a “santa” internet…

 

 

Da atividade… ”Eu desenvolvo sites, instalo, configuro e personalizo blogs e lojas virtuais, faço sistemas e tratamento de fotografias. Além disso fecho todos os trabalhos do meu marido que é fotógrafo. Trabalho em parcerias com designers e programadores. Então o que eu não sei, por exemplo, desenvolver sistemas, faço em parceria com meu programador. Basicamente o que preciso pra isto é um bom computador e conexão com internet.”

 

Do porquê…Até 2008 ou 2009 (me perdi nas datas) eu tinha escritório normal, onde você acorda, se arruma e vai pro trabalho. Na época era eu, meu marido e 3 funcionários. Um dia, cansada de sair tão tarde do escritório e no outro dia morrer de preguiça pra acordar, resolvi fazer um teste e fiz a proposta pra todo mundo de cada um trabalhar em casa, MSN sempre conectado entre nós, e ver o resultado. E ai todo mundo gostou da comodidade. Mantive o escritório fechado neste período de teste e depois resolvemos adotar isto como padrão de vida. Evidente que existem as vantagens e desvantagens de trabalhar em casa. Hoje eu tenho um ritmo que me agrada. Começo a trabalhar entre meio dia e 1 da tarde e meu expediente comercial vai ate as 19 horas. Como também sou gerente financeira de uma empresa em São Paulo, durante o horário comercial eu atendo telefones, resolvo coisas de banco, respondo os emails da empresa e em paralelo vou adiantando o que posso da parte de web. Depois das 19 horas é que começo a trabalhar de verdade. Amo trabalhar durante a noite e rendo muito mais. E quando estou muito cansada sei que só preciso dar alguns passos, tomar um banho, me jogar na cama ao invés de pegar o carro, pegar trânsito para ir pra casa. A desvantagem é que tem cliente que quando sabe que você trabalha em casa liga nas horas mais impróprias, mas ai eu resolvi adotar um escritório fictício e quando ligam eu falo: não estou mais no escritório, só amanhã a partir de meio dia.  A vantagem é de você poder fazer os horários de acordo com sua disponibilidade. Posso sair qualquer dia da semana, meu celular a tiracolo, anoto tudo que me pedem e quando chego em casa faço as coisas mais urgentes e sem atrapalhar minha vida. Hoje nem pensar em ter escritório tradicional. Consigo dar conta super bem de tudo que me proponho a fazer e no conforto da minha casa. (E durante o verão posso trabalhar de biquine e quando o calor aperta ainda dou um mergulho pra aliviar …rs) Com relação aos clientes, com internet não existe mais aquela necessidade do cliente te visitar, você visitar o cliente. Tudo pode ser resolvido por um computador.” Margaret | Margretss

 

Competência em relacionamento com pessoas…

 

 

Da atividade…Além do blog, onde ganho um dinheiro mensalmente com ele, trabalho com a lojinha Estúdio Cereja, onde fico responsável por administrar, atender aos clientes e cuidar das embalagens para envio, ou seja, vivo ocupada, rs. Fico conectada das 08:00 as 00:00, mesmo não estando na frente do computador todas as horas.”

 

Do porquê…Primeiramente porque queria ser presente nos dois primeiros anos do meu filho, integralmente. Atualmente ele vai meio período pra creche ou não dou conta de tudo de uma vez. Aproveito os momentos que estou sozinha pra agilizar todo o trabalho da loja. Agora estou com novos projetos de também fazer alguns cursos e acho que a flexibilidade de horários que o trabalho home office te proporciona, é uma vantagem muito grande, apesar da disciplina diária que temos que ter pra não deixar nada pendente.” Ana Medeiros | A casa que a minha vó queria

 

Artesanato cibernético?

 

 

Da atividade…”A internet é meu maior laboratório, me inspiro em muitas coisas fofas de costurinhas que vejo aqui ou ali. Também  compro livros especializados com moldes, o que facilita um bocado meu trabalho. Tenho um olho clínico para escolher tecidos, posso ficar horas dentro das lojas e armarinhos, na maioria das vezes compro sem ter um projeto específico e isso é um ótimo exercício para imaginação. Ter um pequeno estoque do material de trabalho é fundamental para aquele momento ” inspiração” que pode ser a 1h da madrugada, hahahaha.”

 

Do porquê…O que eu escolhi mesmo é que não queria um trabalho convencional, com horários e chefes. Nem por isso posso ser indisciplinada. Faço assim: a parte da manhâ, depois da caminhada com Jolie (meu lhasa apso de 2 anos) me dedico a arrumação da casa. As tardes são dedicadas ao atelier, costuro, pesquiso, desenvolvo projetos, vou aos Correios postar as encomendas, compro tecidos e aviamentos. As noites são da família, jantamos juntos, assistimos um filminho… Poder gerenciar a casa, não enfrentar trânsito e ter horários flexíveis são as maiores vantagens de trabalhar em casa. Me sinto feliz e realizada assim!” Ruby Fernandes | Meu Canto, Minha Prosa

 

Viu quantas possibilidades de desenvolver um trabalho em casa? Quem não vive essa realidade, e só “ouviu falar” dessa novidade ou quebra de paradigmas quanto ao trabalho, deve mesmo achar curioso e se surpreender.

Você trabalha no modelo de home office também? O que você faz e por que escolheu trabalhar assim? Quer dividir sua experiência com mais mulheres? Diz aí…

ASSINE!

54 comentários sobre “Quer trabalhar sem sair de casa mas não sabe como?”

  1. Nathalia comentou:

    Oi Lidi! Faz tempo que não comento aqui, mas acompanho todas as suas postagens. Hoje o post me deixou ainda mais em dúvida, porque sonho em sair do mercado formal e trabalhar em casa. mas olha a minha situação: acabo de passar em um concurso público na minha área (e estou muito feliz com isso!!!), e eles devem me chamar até o final do ano. Hoje trabalho em um empresa que não me estimula nem um pouco, não vejo graça no que eu faço (apesar de também ser na minha área). Não vejo a hora de sair. Aí fico pensando se a hora de jogar tudo para o alto não é agora, porque em breve o concurso vai me chamar e eu sei das vantagens de ser funcionário público. Assim, fico com uma dúvida gigante entre ficar aqui na empresa ganhando meu dinheirinho até o concurso chamar ou jogar tudo para o alto e investir na minha marca de costurices (Dona Linha – http://donalinha.blogspot.com/) enquanto não sou nomeada. E aí, o que você acha?

    Beijo!

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      …xiiii, Nathalia, não faço ideia do que faria no teu lugar.
      Essa decisão é bem solitária, viu?
      Não tem jeito! … rsrsrsrs…

      Boa sorte! 😉
      :*
      Lidi

  2. Leticia Fernandes comentou:

    Nossa, acho que trabalhar em casa é o sonho de qualquer mulher, o post foi ótimo, inspirador e deixou a gente morrendo de vontade de fazer o mesmo!
    Beijos Lidi,
    Lets

  3. Glaucia de Oliveira comentou:

    Eu acho muito bacana trabalhar em casa, mas não tenho a disciplina necessária. Ou talvez eu não a tenha por estar todo o tempo fora dela e chego cansada querendo só dormir.
    O que é mais bacana no trabalho dessas moças queridas é a competência que elas tem e o profissionalismo, muito bacana mesmo.
    Parabéns a todas e parabéns pelo tema Lidi!
    Beijos
    Glau

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Glaucia, você tem toda razão quanto a necessidade de disciplina.
      Com o tempo, o Bicha Fêmea acabou gerando uma demanda para mim como a de um trabalho formal, e para dar conta dele, do Decoração da Casa e de tudo o mais na vida sem deixar a peteca cair, preciso ser muito disciplinada. Com certeza, se isso não fizesse parte do meu dia a dia, isso não daria certo, não mesmo. Essa história de profissionalização do blog teria ido por água abaixo há muito tempo… rsrsrsrs…

      :*
      Lidi

  4. Joana Campos comentou:

    Muito bom o post Lidi….Já conhecia a Margatess e Ruby….
    Parabéns pelo post!

    beijos

  5. ruby fernandes comentou:

    Oie queridona! É muito bom compartilhar experiências aqui! Seu espaço consegue informar e orientar ao mesmo tempo, acho maravilhoso viu?
    bjo flor =)

  6. Telma Linhares comentou:

    Amei o Post de Hoje.
    Parabéns, minha amiga…..
    Essas mulheres são mesmo Maravilhosas.
    beijos
    Telma

  7. Vânia Pinho comentou:

    Uffaa…tem que ter muita disciplina para dar conta de tudo ao mesmo tempo, pois se pessoa não tiver uma ajudante para os serviços doméstico tem que administrar muito bem o “negócio” porque é uma jornada dupla e intensa.
    Adorei ver a Margaret e a Ruby por aqui!!!

    Bjsss e ótimo fim de semana

    VÂNIA PINHO

  8. lilly comentou:

    pois é Lidi, mas o que eupenso é: dá pra ganhar bem, fazendo o que gosta, pela net, sem sair de casa?
    por exemplo, a dona do pitadinha tem que etr parceirtos, anunciantes, ou não ganha.
    eu tenho dois blogs, mas não ganho nada com eles…
    trabalho das8 as 18 e mais duas horas a noite

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Lilly, para começar a gerar renda com o blog é preciso ter tempo para se dedicar a ele, como a um trabalho formal. Se não houver esse tempo, fica impossível a blogueira produzir um conteúdo bem elaborado que atraia mais leitores e anunciantes. Além do mais, a gestão do blog não fica apenas na produção de conteúdo. Há muito mais por trás dele. Justamente por que você tem um trabalho formal, é impossível se dedicar tanto aos seus blogs para profissionalizá-los e, a partir daí, gerar alguma renda. É mais ou menos por aí que acontece, bonita. 😉

      :*
      Lidi

  9. Margaret comentou:

    Oi Lidi, fico lisonjeada em estar aqui neste blog tao querido.
    Li o comentário da Nathalia e concordo com voce sobre ser uma decisão dela, mas gostaria de acrescentar algo.
    Trabalhar por conta propria antes de qualquer coisa requer coragem para enfrentar a balança pois até se firmar no mercado, esta balança fica muito instavel.
    Ter um trabalho concursado da estabilidade mas tambem tira alguns privilegios de ser dona do proprio nariz.
    E eu posso falar isso pq ja fui empregada concursada e na hora que decidi nao hesitei em jogar tudo pro alto. E em nenhum momento me arrependi mesmo tendo passado por situações financeiras dificeis.
    Mas realmente tem que ser algo bem pensado e saber que ser dona do proprio nariz não representa trabalhar menos. Na maioria das vezes o trabalho é dobrado.
    Obrigada por mais uma vez estar neste blog.
    beijocas

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Pois é, Margaret!
      A Nathalia precisa pensar nos prós e contras, e depois arcar com as consequências da decisão, assim como acontece quando a gente decide tomar qualquer rumo na vida. 🙂

      :*
      Lidi

  10. Edna Sampaio comentou:

    Oi Lidi!
    Pra mim é um sonho pensar em ter um negócio próprio e em casa,pois me faz muita falta ser uma pessoa mais independente.
    Como vc sabe moro na fazenda e não tem como trabalhar em horário normal e gostaria muito de poder fazer um trabalho desse tipo.
    Como li nos posts,sempre tem um porque de se começar a atividade em casa mesmo,ou seja um gancho ,mas pra mim é complicado,gosto de artesanato,mas como moro perto de uma cidade pequena,quase todo mundo sabe fazer…
    Então fica difícil de fazer e ter sucesso.

    Bjs!!!Se vc tiver alguma dica q enquadre nessa minha vida,agradeço.
    Vê se aparece lá no blog,fiz algumas mudanças e ficaram muito boas…

    Bom fim de semana!!!

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Edna!
      Devagar e sempre vou fazendo no visitas, mas no meu limite, tá? Se não for assim, enlouqueço, mulher! …rsrsrsrsrsrs…

      Beijos,
      Lidi

  11. Carla Patrícia comentou:

    Amo e conheço os blogs da Ana, da Ruby e da Margaret. Elas são uma inspiração!!! também adoro as abordagens que o “bicha” dá a assuntos tão do nosso dia a dia. tenho muita vontade de trabalhar em casa também porque tenho dois filhos pequenos. Sou alfabetizadora. dentro da minha área não sei se é possível! Mas quem sabe me ispiro e dou uma reviravolta ??? Beijos! Delícia de post!

  12. Biba Arruda Marques comentou:

    Muito muito bom!
    Há muito o que se fazer de casa, novo tempo, não é?
    Novos paradigmas, novas fronteiras!
    Parabens pelo post!

  13. christine steegmuller comentou:

    olá ! leio sempre o blog, mas quase não comento, sorry!
    mas o tema me interessa. Eu também trabalho em casa, mas em nenhuma das profissões acima e estou gostando bastante. Apesar de sempre ter avisar aos de casa que estou em casa, mas nem sempre disponível para tudo que eles exigem..
    beijos

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Christine!
      Bem vinda ao Bicha Fêmea! 🙂

      Pois é, essa deve ser mais uma dificuldade de quem trabalha em casa: fazer as pessoas de casa entenderem que você está trabalhando… rsrsrsrsrs…
      Jogo de cintura é necessário para um monte de coisas, né? 😉

      :*
      Lidi

  14. Ana Carla comentou:

    Eike delícia de postagem, Lidi. Parabéns!!!!

    Bjo

  15. Flávia Mergulhão comentou:

    Ótimo conhecer um pouco mais dessas meninas e seus trabalhos que nos encantam!
    Excelente post Lidi!
    Parabéns!
    Belo fim de semana a todos!

  16. Marcilene Leao comentou:

    Amei a postagem, meu blog por enquanto é um hobby, mas pretendo um dia ganhar dinheiro com ele. Mas nao estou correndo atras disto. Deixarei acontecer naturalmente.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Marcilene!
      Bem vinda ao Bicha Fêmea!
      Isso aí, deixe que as coisas aconteçam naturalmente… uma hora elas acontecem mesmo! 🙂

      :*
      Lidi

  17. Eli Martins comentou:

    Oi Lidi,
    Quando a gente fala em “trabalhar em casa” realmente inspira. Não precisar do trânsito, poder descer do salto, levantar da cama e já star no trabalho.
    Sim, tem muitas vantagem, não dá para negar. Mas a disciplina tem que ser redobrada, afinal, o horário comercial é o mesmo, o cliente esta lá esperado.
    Em 2009 saí de uma empresa onde atuava em marketing, estava lá desde 2004 e já estava cansada.
    A princípio ia descansar, estudar algo e cuidar da casa. Isso durou 6 meses até meu marido pedir para ajuda-lo nos negócios. Temos uma consultoria em TI onde atuo como gerente de projetos. Posso resolver quese tudo do escritório em casa, faço as viagens e visitas quando necessário.
    Sinto que tive uma melhora na saúde, com o estresse, mas também digo que trabalho muito mais agora.
    Não tem a questão de “bater o ponto”, quando aperta fico até 16h resolvendo questões do trabalho, a casa fica daquele jeito, afinal… quem tem tempo para cuidar!

    É bom? Sim, é, mas tem que se disciplinar muito.
    Ter metas e foco e principalmente (algo que ainda não consegui) ter freio e pegar somente o que é possível realizar dentro de um hr´rio normal de trabalho.

    Abs

    Abs

  18. Lívia Carolina comentou:

    Oi Lidi!
    Adorei o post!

    O fato de estar em casa e o conforto que se tem podem prejudicar o desenvolvimento do trabalho. Por isso, Acredito que o mais importante quando se decide trabalhar em casa é organizar os horários e ter disciplina.

    É muito bom ser dono dos seus horários e ser o próprio chefe, né?

    Adorei os relatos das entrevistadas!
    São histórias de sucesso que nos servem de inspiração!

    Bjos

  19. Adriane Pinhate comentou:

    Fiquei afastada do mercado por conta das minhas duas gestações planejadas. Hoje minhas filhas estao com 3 e 6 anos e na semana que vem voltarei a trabalhar depois desse tempo todo! Estou muito feliz e empolgada com essa nova fase, sem contar que é emprego público! Estudei e passei depois de varias tentativas sem sucesso! Acho que se fosse em iniciativa privada, estaria começando do zero!

    1. Roberta Legalmente Esposa comentou:

      Adriane,
      Também penso muito em como fazer quando engravidar e estiver com filho pequeno, mas com filho vamos precisar de mais dinheiro, o que não significa necessariamente emprego, mas sim trabalho, né?
      Meu marido sempre fala que o melhor que tenho a fazer é estudar para concurso público (minha formação é em direito), ele é professor de direito.
      Mas se pudesse conciliar com outras atividades adoraria, comentei um pouco sobre as minhas “coisas” lá no comentário do dia 15.
      Parabéns pela sua conquista!
      Bjs
      Roberta

  20. Roberta Legalmente Esposa comentou:

    Gostei muito dos depoimentos e dos comentários.
    Eu tenho blogs e site (jurídico). Recebo um dinheirinho do Google Adsense, mas pouca coisa e não é sempre.

    Como vocês fazem para os blogs renderem dinheiro?
    Por enquanto estou vendendo os vários livros jurídicos que eu e meu marido juntamos ao longo dos anos e vendi também leis em áudio, que preciso refazer porque perdi meu hd e não consigui recuperá-las.

    Ah, meu site jurídico tem anos e muita visitação, mas nunca profissionalizei-o. Ganhei livros e clientes através dele, mas não dinheiro diretamente. O link dele é direitoemdebate.com

    Ah (2, rs), estou fazendo curso de Photoshop e adoraria trabalhar com restauração de fotos e atividades do gênero, amo fotografia e informática. Alguma sugestão?

    Beijos

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Roberta, pelo que vi sua cabeça fervilha de ideias…
      Falta sentar e pesquisar (muito) sobre sua área de atuação e ver o que pessoas em atuação similar estão fazendo para gerar renda. Fica a dica! 🙂

      :*
      Lidi

  21. Vivien Morgato comentou:

    Querida, como sempre seus posts deixam a gente com uma animação e vontade de saber mais sobre o assunto tratado.
    Não entendi direito de onde vem a verba de alguns blogs,como o primeiro.

    Acho que trabalhar em casa é um conforto mesmo, e deve ser bacana. O caso é que acho que vai na contramão do que se pretende: ter mais tempo para si mesma/o ou para os fillhos, já que o trabalho em casa costuma consumir mais tempo do que os demais, por invadir o espaço privado.

    Grande beijo.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Vivien!
      No caso de blogs como o da Ju, onde a blogueira profissionaliza a atividade, a renda vem das publicidades veiculadas, a exemplo de publieditoriais, dentre outras coisas.

      Quanto ao fato de trabalhar em casa existir uma invasão do privado, concordo. Justamente por isso, acredito que isso não seja para qualquer uma. É preciso haver disciplina e estratégias para separar bem uma coisa da outra. 🙂

      :*
      Lidi

  22. Telma Maciel comentou:

    É o meu sonho de consumo trabalhar em casa.
    Eu joguei tudo pro alto no início do ano, vivi de seguro desemprego um bom tempo mas agora a coisa já tá complicada e eu preciso fazer algo! Mas é isso, tô buscando algo pra fazer em casa, pq me mudei pra longe da minha mãe, voltar a trabalhar pra dar o salário inteiro pra uma pessoa cuidar da Sofia não compensa. Mas o que tem compensado é realmente estar mais perto da Sofia e poder acompanhá-la na escola.
    Não me arrependo, mas ainda não encontrei o meu rumo… rs
    Beijos

  23. Carol Carneiro comentou:

    Adorei o post, amiga! Me identifiquei muito pois tbm trabalho em casa e facilita muito mesmo! Quando eu tiver filho então…ichiii!!!Vai ser ótimo! bjins, Lidi!
    Carol Carneiro

  24. She comentou:

    Sensacional! Exatamente como eu disse no primeiro post sobre o Home Office. Realmente cada vez mais cresce esse seguimento de oportunidade. Eu mesma caí de paraquedas neste setor e confesso que gosto bastante. Trabalho como freelancer para Editoras ou pessoas físicas fazendo revisão de texto para livros, revistas, sites, blogs. E também como redatora alimentando com textos de acordo com o seguimento do blog ou site que me contrata. Adoro! Estou até buscando novas oportunidades, daqui a pouco aparece. Não tenho filho pequeno em casa, mas depois de um grave acidente de carro onde fui obrigada a ficar em casa para total recuperação essa oportunidade caiu no meu colo e abracei com entusiasmo e me apaixonei. 😉
    Parabéns pelo post Lidi, ficou excelente!
    Beijo, beijo!
    She

  25. gleici comentou:

    Acho que deveria ter um complemento deste post Lidi. Acho que deveria ter um post de cmo ganhar dinheiro com blog. Como faz para quem tem um blog e quer uma ajudinha de custo, como entrar em contato com as empresas para ganhar ingredientes de marcas famosas ou brindes etc. bjus

    1. Roberta Legalmente Esposa comentou:

      Perfeita sua sugestão!

  26. gleici comentou:

    Acho q me expliquei mal. Como exemplo blogs de culinária, receber ingredientes de marcas conhecidas para criar as receitas, divulgando tbm aquelas marcas no final né? Brindes para sorteios no blog, como conseguir mais seguidores e tal… bjus

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Ok, Gleici!
      Anotei suas sugestões. 🙂

      Obrigada!

      Lidi

  27. Pingback: O talento na cozinha pode mesmo virar uma fonte de renda?
  28. Trackback: O talento na cozinha pode mesmo virar uma fonte de renda?
  29. Marcilene Leao comentou:

    Eu amei a postagem!Meu blog faz um ano este mes! Está crescendo mt. Pretendo um dia ganhar dinheiro com ele, mas to deixando acontecer pois nao sei que iniciativa tomar. já fiz sorteio em parceria com uma loja da minha cidade e em breve farei outro em parceria com outra loja. Ambas gostaram do blog e me ofereceram a parceria.
    Já entrei em contato com mts empresas e nao tive retorno. Então dei um tempo!

  30. Kelly comentou:

    Olá, meu sonho é trabalhar em casa…acho que de todas as mulheres por aqui né!!…mas é bem arriscado mesmo, pois uma mês você tem uma rendo e no outro muda completamente, tanto pra mais quanto pra menos….eu ainda não tenho coragem, mas quem sabe um dia?
    obrigada pelo post…muito inspirador!!
    bjss

  31. Nina comentou:

    Ola acho muito interessante a idéia de trabalhar com blog e estou estudando a possibilidade. Ao ler o post me questionei quanto de horas diarias aproximadamente eh necessario para manter um blog site???Aguardo ansiosa sua resposta…Nina

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Nina!
      Desde que profissionalizei o Bicha Fêmea, tenho dedicado a ele o tempo que dedicaria a um trabalho formal. Quando necessário, eu flexibilizo meu horário, mas via de regra eu passo ao menos umas 6h diárias nele, no mínimo! Mas, veja bem, não cuido apenas do Bicha Fêmea, mas do Decoração da Casa também – http://www.decoracaodacasa.com.

      Claro que isso não é uma regra, não é verdade? Cada blogueira deve ter o seu tempo de dedicação ao blog. Sendo assim, você há de encontrar o seu ritmo e frequência ideal. 🙂

      Beijos,
      Lidi

  32. Pingback: Por uma vida cheia de estilo… do SEU estilo!
  33. Trackback: Por uma vida cheia de estilo… do SEU estilo!
  34. Carina comentou:

    Oi Lidi, tudo bem? Reli esse post novamente para me inspirar… hehehe…. Espero ter novidades em breve! Bjs e ótima semana! 🙂

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Carina!
      Tu sabe que estou na torcida, né? =)

      :*
      Lidi

  35. suzamr r de lima dos santos comentou:

    Eu sai do emprego faz trés meses.penso em fazer um curso de costureira.Mas não sei nada de costura sera que é dificil aprender.

  36. luciana polvarin comentou:

    sou dona de casa estou comesando a ficar frustada sem dinheiro estou atras de ajuda para trabalhar em casa não sei faser nada a não ser cozinha como posso ganhar dinheiro em casa para tomar comta de meu filho eu pensei em um blog de ajuda domestica rapida mas eu não sei como funciona por favor me ajude bejjjj

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Luciana!
      Acho que sua primeira providência é pesquisar na internet dicas/informações sobre como montar um blog.
      Esse tipo de informação tem aos montes, é só pesquisar. Fica a dica!
      Boa sorte!

      Beijos,
      Lidi

  37. Cláudia comentou:

    Amei seu blog,tudo de bom,parabéns!!!Beijos

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Obrigada, Cláudia!
      Seja bem vinda ao Bicha Fêmea!
      Se quiser acompanhar todas as novidades em seu e-mail, gratuitamente, basta se cadastrar aqui: http://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=blogbichafemea&loc=pt_BR

      Beijos,
      Lidi

  38. José comentou:

    Realmente,ganhar dinheiro trabalhando em casa é o sonho de muitas pessoas,mas não basta ter o sonho tem que agir,como se estivesse trabalhando fora de casa,para que os resultados chegam.A internet oferece esta oportunidade,mas tem que se empenhar!

  39. thayana comentou:

    Ola meu nome e thayana e eu queria muito trabalhar mas eu tenho um filho de 1ano e 9messe mas eu tenho muito medo de sair pra trabalhar e deixa ele como a minha mae ou meu tio ou minha tia eu tenho medo de deixa ele ?

  40. Fernanda Couto comentou:

    Gostei da dica, muito boa mesmo, se tiver mais dicas assim posta aí pra gente. PARABÉNS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *