Início » Finanças Pessoais » Suas finanças pessoais estão no azul ou no vermelho?

Suas finanças pessoais estão no azul ou no vermelho?

Não me diga que você quer ter controle sobre seus ganhos, e até melhorar o seu poder de compra, mas a sua gestão financeira pessoal anda capenga… verdade? Pois veja dicas de mulheres reais como você, que aprenderam a controlar o rico dinherinho sem complicações…

Prosperar na vida todo mundo quer, não é verdade? Garantir o trocado para creminhos, roupas, mimos e afins também. Mas a verdade é que dinheiro não cai do céu, nem tem a propriedade de se multiplicar sozinho, como num passe de mágica. Tudo depende de você… sempre!

Para algumas mulheres essa lição é aprendida depois de alguns apuros, a exemplo da Carol [Shhh!!!], que nunca teve mesada quando criança, e acredita que por isso deixou de aprender a como lidar melhor com o dinheiro. “Depois de anos gastando mais do que recebia, me vi numa situação financeira caótica, e tive que me esforçar muito para conseguir limpar meu nome na praça e guardar dinheiro para conquistar alguns objetos de desejo”, revela. Depois de aprender a lição, Carol passou a se controlar, entendendo que para ter esperanças de prosperidade, muita coisa teria que partir dela mesma. Se você quer aprender dicas para melhorar esse aspecto de sua vida também, anote!

Fazendo o balanço…

Você sabe o quanto gasta? A Cely sabe e faz isso de forma bem simples: “passei a botar as finanças em dia quando separei um caderninho e passei a anotar todas as despesas do mês. Ai ficou mais fácil controlar, principalmente o cartão de crédito, pois eu sei exatamente quanto posso gastar, e principalmente QUANTO NÃO POSSO!”. Além da Cely, também adotam a técnica de colocar cada valor gasto na ponta do lápis, por menor que seja, a Priscila [Um Lar] e a Adriana [Psico?Lógico!]. Agora só falta você, bonita!

Então, pegue lápis e papel para anotar todos os seus gastos mensais, como suas contas a pagar, e toda despesa que você faz, da compra do docinho na esquina a sua ida na manicure. Se você anotar tudo, tim tim por tim tim, vai saber o valor total de sua DESPESA, que representa o quanto de seu salário, ou seja, sua RECEITA, é comprometido mensalmente.

 

Para facilitar sua gestão, você pode criar uma planilha onde você fará seus lançamentos, simplificando o seu controle. Sabe quem faz isso? A Candida [Enlatando Coisas e Fatos]! Olha só: “eu mantenho todo o controle de minhas finanças pessoais em uma planilha Excel que eu mesma criei. Ela gera alguns gráficos além de viabilizar alguns controles como limite de saldo disponível ou para onde foi boa parte do meu salário no mês”. Então, não perca tempo! Faça como a Josineide [Mulher, mãe, esposa, profissional] e a Ana Alice, que também usam planilhas para controle financeiro pessoal. Aproveite que a Candida enviou a dela, e dê uma espiada fazendo o download clicando a seguir…

Planilha 2011 – Modelo

Xiii… a despesa é maior que a receita! E agora?

Isso não deveria acontecer…você sabe, ? tsc tsc tsc… mas se já aconteceu, também não vai adiantar chorar as pitangas ou arrastar correntes por causa disso, certo? É hora de agir! Você precisa reduzir seus gastos de alguma forma, então faça como a Ana Paula, que dá as seguintes dicas: “não atraso o pagamento (das contas) , evitando perder $ (em juros); não coloco o meu cartão de crédito na carteira; não faço conta em nenhum lugar; não dispenso as ofertas (do mercado)”.

Há dicas super válidas como preferir pagar á vista em troca de descontos, que são seguidas a risca pela Deise [Arquitetando Ideias], bem como evitar fazer prestações com juros embutidos, algo evitado a todo custo pela Fernanda [Mãe… e muito mais], e que vale a pena você pensar sobre isso também, hein? Além do mais, a Fernanda dá mais dicas. Olha só: “Comprar só o que realmente necessitamos; Comprar em mercados, onde adquirimos diretamente ao produtor, ficando mais econômico; Fazer listas de compras, para o supermercado; Comprar roupa e calçado em saldos e promoções”. Anotou?

E tem mais! A Larissa [Fui morar numa casinha…] e a Rosângela nunca usam o cartão de crédito, só o de débito, assim elas só gastam o que têm. Já a Marcelle [Pedacinho da Cel…pedacinho do Céu] tem dicas bem práticas tais como arrumar o armário de roupas e de comida. ? Não entendeu a relação dessas ações com o corte de gastos? Ela explica: “Arrumar armários também ajuda a montar looks com o que se tem em casa e não sair comprando coisas desnecessárias, que ficarão jogadas no armário. Isso vale para estoque de comida também. Veja o que tem e bole receitas com isso e compre somente o que falta, já pensando no cardápio. Ir ao mercado com lista e se ater ao que listou.” Bem esperta essa bicha fêmea, ?

Quer mais dicas de como reduzir os seus gastos? Então anote as sugestões da Mila [Bosques de Alim], porque elas valem muito a pena. As dicas partem do princípio de que você deve fazer algumas perguntas a si própria, tais como: “O valor da minha conta telefônica condiz com o que eu realmente uso ou preciso usar? Pesquise os melhores planos com a prestadora do serviço, faça downgrade em sua internet se você não precisa de uma conexão máxima, etc.; Tenho tempo de ver todos os canais da minha tv a cabo? Se você tem criança em casa, por exemplo, os canais do pacote básico contemplam grande parte dos canais de desenho. Além disso, neste mesmo pacote, há uma série de canais interessantes também; Como está o valor da sua conta de luz? Se ainda não optou por lâmpadas econômicas, faça isso. Além disso, a própria conscientização de desligar o que não está sendo usado.”, ensina.

Vá além da redução de gastos, e siga as dicas da Vania para evitar aumento de gastos desnecessários. Como? Ah, bonita! Veja tudinho a seguir: “Você mora num apartamento pequeno, e quer um maior? O condomínio será maior, o IPTU idem…De quanto espaço a gente precisa, afinal? Uma bela repaginada na decoração do seu imóvel atual ou uma marcenaria planejada vão deixar a gente feliz e sem aumentar as despesas fixas. Gaste bastante nessa reforminha, compre os objetos de desejo da família, e ainda será muito menos do que você gastaria na mudança de imóvel. E todo mundo ficará feliz…; Vai trocar de carro? Veja se o IPVA não vai subir muito, o seguro como vai ficar. Veja se o carro zero vai dar prazer real a você e sua familia, ou se é apenas pelo ‘status’; Sua família precisa de dois carros mesmo? Ou poderia viver muito bem com um carro e um táxi de vez em quando?; Faça o possível para morar perto do trabalho, escolha um colégio próximo para as crianças, as despesas de locomoção ficarão bem menores, sem falar no tempo ganho…Isso vale especialmente para São Paulo, e outras cidades grandes”.

Agora, sim! Sobrou um dinheirinho!!

Você está no rumo da prosperidade. Que delícia poder comprar algo que sonha muito, não é? Melhor ainda é saber que se houver algum imprevisto financeiro, não haverá razões para desespero. E como conseguir isso? Poupando, investindo e planejando! Não tem ideia de como fazer isso? A Tatiana [Verde Jardim] explica como ela faz: “Se salário menos as despesas sobra alguma coisa, nem que seja R$ 50,00/mês, eu multiplico isso por 12 e estabeleço uma meta do que tenho que juntar no ano. Normalmente eu coloco a meta um pouco acima do dinheiro que sobra porque assim me esforço para economizar em algumas contas. Pode ser pouco, mas é assim que se aprende a poupar.”

No caso da Maria Araújo, ela fica atenta a sobras vindas da restituição do imposto de renda ou das férias, e aplica em poupança, por exemplo. Enfim, faça como ensina a Deise [Arquitetando Ideias]: “leia bastante sobre investimentos e controle financeiro, mesmo que em site para ‘amadores’. Coloque uma meta, e para conquistá-la e nao sofrer tanto, se dê alguns presentes…mas só alguns!!”.

E agora, bonitona? Está animada? Todas essas dicas bem valiosas foram dadas por bichas fêmeas navegantes como você, que têm sonhos e dificuldades no dia a dia como qualquer mortal. Sendo assim, se é possível para elas ter a vida financeira controlada, por que não seria para você? A escolha é sua…

Imagens: stock.xchng

Mais no Bicha Fêmea…

Organização como blogueira faz alguma diferença?

Organização pessoal: você deixa as coisas acontecerem, ou faz acontecer?

Home office: união do útil ao agradável…mas nem sempre!

Navegue no Bicha Fêmea: Início > Bem Viver > Vida com Estilo

Receba todo dia, como centenas de leitoras, o Bicha Fêmea no e-mail. | Assine. É grátis!

Junte-se aos + de 1.000 seguidores do Bicha Fêmea no Twitter. Corre! | @bichafemea

Entre na grande rede de amigos do Bicha Fêmea no Orkut. Atualize-se! | Adicione!

Conheça o Mercado de Artes, a loja virtual do blog Bicha Fêmea. | É por aqui, basta clicar!

 

33 comentários sobre “Suas finanças pessoais estão no azul ou no vermelho?”

  1. Fabiana Correia comentou:

    Nossa, que post caprichado e de utilidade pública! Adorei as dicas das amigas blogueiras, e seu modo de escrever e nos passar todas essas valiosas dicas. Meu problema é mais com polpar mesmo Lidi. Pago tdas as minhas contas e o que sobra vai saindo aos poucos, rsrs. Com o trabalho com os bolos, uso grande parte em investimento, pois a maioria dos equipamentos e materiais são bem caros, mas mesmo assim dá para juntar para uma tão sonhada viagem.
    Bj

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Ai que bom que o post agradou, Fabiana!
      Mas, oh: poupar para realizar o sonho de uma viagem é muito bom, viu? A gente sempre volta diferente de uma viagem, é recompensador! 🙂

      Beijos,
      Lidi

  2. Patricia comentou:

    Olá!

    Cheguei até aqui através da Fernada do blog “Mãe e muito mais”.

    Adorei e com certeza voltarei.

    O post não poderia ser mais propositado, tendo em conta a situação mundial, com a política econômica em acentuado declínio, todas as dicas e opiniões que ajudem a conter as despesas e reaver um fundo de maneio, são importantes.

    Beijinhos e bom fim de semana.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Patricia!
      Bem vinda ao Bicha Fêmea!
      Fico feliz que você tenha gostado do post, e que ele seja útil. De fato, quem acompanha os noticiários, vê que a situação econômica em alguns países não anda nada bem. Em Portugal, o país de Fernanda (é o seu também?), a crise econômica chegou e deixou muita gente apreensiva, não é? Diante de um quadro assim, todo cuidado com as finanças é pouco…

      Beijos,
      Lidi

  3. Priscila Oliveira comentou:

    Oi Lidi, adorei contribuir com o post! Ficou ótimo e cheio de dicas legais!

    bjs….

  4. Fernanda comentou:

    Parabéns pelo texto, Lidi!
    Está muito fluído, com dicas super interessantes ( as bichas contribuidoras tb estão de parabéns!), que a serem colocadas em prática vão ensinar quem quiser a viver com mais tranquilidade. Sim, porque viver no aperto económico, dá um stress….!

    Lendo o texto pude confirmar que ponho todas as dicas em pratica, exceto a da planilha.
    E para quem ainda tem duvidas de que funciona, garanto, é muito bom ter um pé de meia para eventuais “rainy days”, e poder gastar num ou outro luxo, como por ex. viajar, que para mim é a recompensa suprema!

    Beijinhos.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Gostei de saber que o texto ficou fluido, Fernanda. Quando comecei a receber as dicas das bichas fêmeas navegantes, assim como as suas, pensei: ai, meu Deus! São tantas dicas legais! Como compilar isso de modo a contemplas tanta informação útil, sem que o texto fique cansativo?

      Depois que concluí a edição do texto, li me colocando no lugar das leitoras e gostei do resultado. Acho que atingi o objetivo. E recebendo seu retorno tão positivo, isso se confirma e me deixa muito feliz. 😀

      Obrigada!
      :*
      Lidi

      1. Josi comentou:

        Oi gente que bom estar por aqui novamente. Lidi vc não só compilou tudo, como transformou em algo claro e mais que objetivo, as dicas são otimas mesmo

        Adorei participar, agora me empolguei rsrrs bjzzzz a todas

  5. Candida comentou:

    Oi Lidi!
    Adorei contribuir com o Post. Ficou muito bacana as dicas das leitoras. Com certeza irão contribuir muito! Beijossss

  6. Mila Viegas comentou:

    Lidi,
    O post ficou mesmo muito bom. E eu te entupi de informação… kkkk… sorry! Também não sabia o que selecionar para te enviar e achei melhor você adequar com as dicas das outras leitoras.
    Depois de alguns anos no sufoco financeiro, só neste ano consegui organizar as coisas e limpar o meu nome. Outra dica que vale seguir é: nunca empreste cheques e cartões de créditos a ninguém!!! Passei um perrengue com isso e foi o fator que me fez descontrolar todo o orçamento e dívidas. Inclusive um “amigo” que usou um telefone que estava em meu nome para fazer ligações para a França (a namorada dele era modelo e estava morando lá na época), ficava horas no tel e nunca me pagou o que gastou com DDI. Complicado… Mas, é vivendo e aprendendo.

    Agora cuido para manter tudo em ordem e toda a minha experiência contribuiu para conseguir controlar as dívidas e me controlar também.

    Adorei participar.

    Beijocas

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Mila!
      Não foi bem “entupir de Informação”, você me abasteceu de um bom montante farto de dicas. 😉

      Mas foi ótimo, porque li tudo atentamente para ver o que havia de comum entre o que uma leitora e outra falou. Organizei tudo direitinho, e deu nesse post bem bacana. 🙂

      Beijos,
      Lidi

  7. Vania Lacerda comentou:

    Adorei contribuir. E o posto ficou ótimo, aprendi mais algumas coisinhas…rsrs

  8. Pingback: Suas finanças pessoais estão no azul ou no vermelho? | Link Mundial
  9. Trackback: Suas finanças pessoais estão no azul ou no vermelho? | Link Mundial
  10. Ju Behs comentou:

    Adorei as dicas, apesar de já ter passado por isso e hoje ser bem equilibrada financeiramente, sempre aprendemos mais um pouco. Sempre tem alguma dica que agregamos ao dia a dia… Utilidade pública!
    Adorei a sua visita lá no blog, volte sempre!!!
    Beijos!

  11. margaret comentou:

    Oi Lidi,
    Eu tenho uma cadernetinha (dessas antigas que os botecos usavam pra anotar os fiados) dentro da bolsa e uma agua mineral que seja comprada ela é anotada. No final do dia o saldo da caderneta tem que bater com o dinheiro na carteira.
    Essa caderneta sempre foi dividida assim:
    Primeira parte dinheiro na bolsa e o que foi gasto com ela. Outra parte separadas por banco e conta corrente checada todos os dias para ver se o saldo esta igual.
    Uma caderneta por mes e todas arquivadas.
    Antes eu lançava tudo da caderneta numa planilha pra saber o gasto de todos os itens, mas com o tempo fui ficando tão craque em saber quanto gasto com cada coisa que dispensei a planilha.
    Com isso, sempre planejei meu financeiro de uma forma correta. No mes que ficava no vermelho ja sabia o que tinha que cortar no proximo mes. Depois de um tempo botando em pratica, graças a Deus nunca mais fiquei no vermelho e ai comecei a planejar uma poupança. Do saldo positivo do mes tiro sempre um percentual pra guardar. E chova ou faça sol esse dinheirinho guardado é “imexivel”
    Depois que fui morar em Jacuipe, saio muito pouco e não ando mais com dinheiro na carteira, entao deixei de andar com ela na bolsa. Mas continua sendo feita do mesmo jeito.
    Tenho o orgulho de dizer que sei exatamente as minhas despesas e que controlo meu financeiro direitinho.
    Me contrata? kkkkkkkkk
    Beijinhos
    (Amei o post)

  12. Simone Scharamm comentou:

    Amei esse post, Lidi,
    Quantas dicas preciosas! Parabéns! Quero aprender direitinho!
    Beijos!

  13. Maria Araújo comentou:

    Olá. Gostei de ler as dicas que aqui deixou para todas nós.
    Na verdade, aqui em Portugal, as contas aumentam e o salário encolhe. Pelo menos o meu.
    Tenho controlo no meu dinheiro. Vezes há em que os gastos com a minha bichinha Kat, o carro, que já tem 12 anos, a carne, o peixe a fruta, tudo o que é essencial à nossa vida, está demais.
    Há sempre um dinheirinho, no final do mês, que vai para a conta poupança reforma.
    Vou acompanhar as dicas de algumas das meninas que aqui registou. Quem sabe não vou poupar mais uns trocos? (Não costumo fazer a planilha, como vocês chamam dos meus gastos mensais).
    Obrigado, Bicha Fêmea.
    Beijinho
    Maria

  14. Cristiana Rego (Cristy) comentou:

    Ola, ADOREI o post sobre finanças, eu faço o meu controle direitinho, o orçamento da casa fica no comando do meu marido, ele usa uma planilha dele, e eu uso uma que achei nao sei onde, ja faz um tempo, e adaptei ao meu jeito, achei que ficou ótima…. Se quiserem posso mandar a base para voces….
    Bjim Cristy

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Cristy!
      Obrigada por oferecer sua planilha!
      Se alguma bicha fêmea navegante disser que quer, eu te aviso/peço, tá?
      Beijos,
      Lidi

  15. Raissa comentou:

    Esse post sobre finanças me lembrou o post de outra colega que fala sobre a utilização de um site para administrar as finanças: http://www.gavetta.com.br/2011/04/15/organizze-sua-vida-financeira/

    Achei a dica boa.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Ôpa!
      Boa dica, Raissa! Valeu! 🙂

      :*
      Lidi

  16. ana paula comentou:

    Adorei as demais dicas , Lidi . Super valiosas . São dicas que colocadas em prática com dedicação e esforço valerá cada minuto e centavo.Falo por experiência próppria.
    Confesso que eu e meu ego adoraram ver o ´´meu nome ´´ Ana Paula ´´ na matéria.rrrsss.
    Beijos,
    Ana Paula

  17. Adriana Pimentel comentou:

    Oi Lidi!
    Ficou muito bom este post. Você conseguiu juntar as ideias bem direitinho! Coloquei um link lá no meu blog também!

    Como sempre parabéns!

    Enorme beijo!

  18. Patricia Lígia comentou:

    Oi Lidi!
    tudo bem?
    Pois é menina, eu tb. gastava horrores e aprendi a controlar esse impulso com Adriana do psico?lógico!
    Confesso que as dicas de anotar tudo que comprava, o quanto gastava no mês foram tão positivas que pude me dá ao luxo de comprar um objeto de desejo.
    De vez em quando ainda faço umas bobagens, mas fico com um peso na consciência por isso.
    O segredo mesmo é anotar tudo e só comprar o que realmente precisa.
    Bjos querida!

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Patrícia!
      Tudo ótimo! 🙂

      Então, quem não anota cada centavo que gasta no dia a dia pode até pensar que é bobagem, né?
      Mas faz diferença, sim. A gente passa a saber exatamente por onde escoa o dinheiro nas pequenas despesas, exatamente aquelas coisinhas pequenas que juntas, fazem grande diferença no orçamento. Acho que é por aí mesmo que a gente vai que é o caminho certo. 🙂

      :*
      Lidi

  19. Marcelle Rebelo comentou:

    Ficou muito bom Lidi! Vou olhar os outros blogs listados com calma, parabéns pelo belo e útil texto. Precisamos pensar mais em economia sim.

  20. Marcelle Rebelo comentou:

    Oi Lidi, tudo bem? Fiz o link para o post lá no pedacinho da cel. Beijos.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Marcelle!
      Muito obrigada pela gentileza de linkar o post no seu blog. Espero que as informações sejam úteis para seus leitores. 🙂

      Beijos,
      Lidi

  21. Ana Alice comentou:

    Opá! Estava esperando por essas dicas, elas sempre são bem vindas. Irei fazer um” puxadinho”com elas para eu continuar controlada. Vale a pena!

    Bjks

  22. Louh Marques comentou:

    Pô, muito legais as dicas das “bonitonas”!!! Algumas eu nunca havia pensado!!! Vou aplicar todas!!!! Valeu, meninas!!!
    Rockiss!!!

  23. Pingback: Consumismo: você ficaria 365 dias sem compras?
  24. Trackback: Consumismo: você ficaria 365 dias sem compras?
  25. Pingback: Uma bicha fêmea por outra: Claudia Medeiros
  26. Trackback: Uma bicha fêmea por outra: Claudia Medeiros
  27. Pingback: Dicas que seu bolso agradece, e muito!
  28. Trackback: Dicas que seu bolso agradece, e muito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *