Início » Comportamento » Uma Bicha Fêmea por Outra: Cláudia Ramalho

Uma Bicha Fêmea por Outra: Cláudia Ramalho

Ela é editora de um dos blogs femininos de variedades mais bem escritos que se vê pela blogosfera, é casada há 11 anos com seu querido, e mãe de duas princesas muito fofas.

Cláudia Ramalho, muito mais bonita que imagina aos 36 anos, blogueira cuidadosa em tudo o que posta em seu “Feito a Mão”, conta um pouco de sua vida cheia de alegrias e busca pelo equilíbio enquanto mulher, mãe e dona de casa.

A vida de Cláudia Ramalho é conduzida como tantas outras mulheres tentam conduzir as suas: perseguindo a melhor forma de dosar as tantas funções que desempenham. Quem acompanha seu blog, sabe do gosto que esta Alagoana tem em fazer tudo com tanta dedicação em sua vida e, de quebra, ainda empresta seu empenho para manter no ar, há 1 ano, um blog tão útil e gostoso de ser acompanhado como o “Feito a Mão”. Quem melhor explica do que se trata o blog? A Cláudia, em pessoa e palavras:

“O blog nasceu da minha vontade de conhecer coisas novas e compartilhar aprendizados. É uma troca, uma via de mão dupla. Depois de certo tempo no ar, acabou virando uma válvula de escape, um espaço onde deixo solta minha mente e falo de tudo um pouco, desde culinária, passando por criação de filhos, assuntos domésticos, viagens, artesanato, scrapbooking digital e muito mais.”

Mãe das meninas Mariana, 4 anos, e Maria Clara, 8, Cláudia divide com a gente um pouco de sua experiência como mãe, mulher e profissional. A conversa é entre amigas virtuais, é troca de figurinhas… então puxa a cadeira, e continue o trololó depois nos comentários…

Casamento

Quando se tem 20 e poucos anos, a vida tem certas cores. Aos 30 e poucos, as nuances são outras. E isso significa mais ou menos realização a dois? Cláudia sabe muito bem que não, e reflete sobre isso:

“Estamos sempre nos reinventando, e mudar faz parte do processo de amadurecimento individual e matrimonial. Hoje o que fazemos para nos divertir é muito diferente do que fazíamos no começo de nosso relacionamento. Nossa visão de mundo e valores mudaram. E estamos sempre afinando os instrumentos. Li certa vez uma entrevista com o ator Michael J. Fox na revista Seleções, onde ele explicava o segredo da felicidade de seu casamento, que já dura 22 anos, apesar de sua doença. Segundo ele, mais que afinidades, é importante combinar o modo como as diferenças se complementam. Achei interessante porque lembro de que me certifiquei de que realmente amava meu marido quando mesmo conhecendo seus maiores defeitos, eles me pareceram toleráveis.”

Cláudia deve saber das coisas e do companheiro que tem. Mais do que nunca, foi num dos momentos mais delicados de sua vida, que soube perceber o quanto valia a pena estar ao lado de quem estava: quando desejou seu segundo bebê, e ela teimava em não vir…

“A decisão de ter filhos foi conjunta, racional, muito planejada. Na primeira vez, a gravidez ocorreu no primeiro mês de tentativas. O que demorou foi a segunda gestação. Não havia motivos físicos, mas demoramos um ano e meio para engravidarmos de Mariana. Não digo que passamos por crises no casamento, mas eu enfrentei meus piores pesadelos naquela época. Acho que consegui sair da fossa pelo apoio e ajuda de Mário. Ele sempre me aturou, mesmo nos piores dias e ficou ao meu lado todo o tempo.”

Educação das Filhas e Rotina

Marido bom é o que é bom pai também, ora pois! Isso se comprova na rotina da casa da blogueira, que divide com o marido responsabilidades como a de buscar as meninas na escola.

A educação das crianças e o debate sobre o que vem a ser legal ou não já foi bastante discutido entre as mães que frequentam o “Feito a Mão”. Muita experiência é trocada por lá, e o assunto parece mesmo ser algo que empolga a Cláudia, que se importa com tudo o que chega aos olhos das pequenas:

“ Hoje em dia passa de tudo na tevê, mesmo em horários em que crianças estão na sala. Se não houver controle, não há ordem. Crianças não estão preparadas para enfrentar e filtrar o apelo comercial das propagandas excessivas. Se não forem orientadas crescem consumistas, frustradas e com sérios problemas de auto-estima. Acredito que há muitas outras formas melhores de passar o tempo. Quando estamos juntas, brincamos de algo interessante, lemos revistas, livros ou assistimos a um filme em DVD. Ninguém assiste a novelas lá em casa, mas isso não é proibição. Nem eu nem Mário gostamos e elas estão crescendo sem isso, graças a Deus. Quanto ao computador, somente a Maria Clara, de 8 anos, despertou para isso. A depender de seu comportamento, permito que navegue em sites que eu já cadastrei no PC, por indicação de revistas e sites especializadas em educação infantil, por não mais que meia hora por dia. Se o comportamento vai mal, a primeira coisa a ser cortada é o acesso à net.”

Saúde e Beleza

Vaidade: que mulher não tem? Problemas de estresse por conta do desempenho de várias funções: qual mulher não sofre desse mal? Sinais do tempo ao olhar-se no espelho: qual de nós não percebe? Como Cláudia, tão real quanto você e eu, lida com isso? Ela explica:

Estresse e adversidades: “Não conheço ninguém na sociedade ocidental que não sofra de alguma forma com isso. Ele vem em forma de ansiedade, de insônia, de irritabilidade no trânsito. No meu caso, meu calcanhar de aquiles é o estômago. Se fico estressada, desenvolvo gastrite. Também é comum minhas defesas ficarem mais baixas em períodos tensos. Talvez por isso eu gripe com frequência. De uns tempos para cá, deu para aparecer muita novidade… Minha mãe diz que é a idade chegando. Pode ser… rsrs.

Melhorei muito minha forma de lidar com adversidades. O que eu aprendi a longo custo foi algo aparentemente simples: o que não tem remédio, remediado está. Pronto. Não adiante se descabelar. A vida é curta demais para ficarmos remoendo o porquê das coisas não saírem do jeito que havíamos planejado. Às vezes o atalho que a vida toma não é por acaso. Aceitar e agradecer pode ser tudo o que nos resta a fazer.”

Cuidados com o corpo: “Eu me alimento bem, não fumo, bebo esporadicamente, mas não faço ginástica. Não gosto. Até curtia a hidro, mas abandonei porque não fui com a cara da nova professora. Estou sedentária há mais de 2 anos. Preciso trabalhar isso. Eu costumo dizer que a gente sempre arruma um tempinho para fazer o que gosta e desculpas para fazer todo o resto. Se esportes me dessem prazer, eu faria nem que fosse de madrugada, mas não dão. Não sinto aquela história de endorfina… Até que sinto um bem-estar bem pequenininho enquanto estou praticando. De repente eu penso: “até que não é tão chato assim. Por que será que eu não gosto desse troço? Eu poderia fazer isso todo dia.” Mas aí volto pra casa, durmo e no dia seguinte a preguiça bate. Não me lembro do quanto me fez bem no dia anterior e fico inventando mil desculpas para faltar a aula.”

O passar dos anos: “Ainda gosto do que vejo no espelho. Não posso me comparar comigo aos 20 anos, é impossível conservar o mesmo vigor e vitalidade para sempre. Sei que eu poderia estar muito melhor se mantivesse meu corpo mais ativo, mas estou bem. Tive duas gestações e passei por elas sem estrias, celulites ou varizes. Não posso me queixar. Em compensação, não consigo me livrar dos quatro quilos extra que fiquei desde o desmame da minha caçulinha. Ainda não tenho rugas, mas preciso pintar meu cabelo de dois em dois meses, por causa dos teimosos fios brancos. Como diz uma amiga querida, enquanto existirem bons cabeleireiros e boas tintas estou salva. Falando sério, a idade não me incomoda nem um pouco. Acho que cada fase da vida tem sua beleza e graça. Me sinto muito mais poderosa hoje, porque me conheço melhor e me aceito melhor que quando tinha 20 anos, por exemplo.”

Quer ver quem mais passou passou pelo espaço “Uma Bicha Fêmea por Outra”?

Uma Bicha Fêmea por Outra: Mara Porto

Uma Bicha Fêmea por Outra: Ruby Fernandes

Uma Bicha Fêmea por Outra: Ana Medeiros

Quer as novidades do Bicha Fêmea? Receba gratuitamente em seu e-mail!

40 comentários sobre “Uma Bicha Fêmea por Outra: Cláudia Ramalho”

  1. Cláudia Ramalho comentou:

    Meu Deus, Lidi! Que contexto gracioso vc deu às minhas respostas. Estou emocionada. Sem palavras, mesmo…
    Vc é uma amiga muito querida, sabe? Depois eu comento com mais razão, quando a emoção deixar… Agora eu vou lá no Feito a mão deixar um link para esta estrevista….
    Um abração para você.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Ufa! Alívio por tu ter gostado. 😀
      Quando faço o “Uma Bicha Fêmea por Outra” tenho a preocupação de deixar a convidada satisfeita. Porque imagine, eu entro um tiquinho na intimidade dela, né? Há que se ter cuidado com a forma como isso é mostrado na internet. Se você gostou, respiro alividada… 🙂

      Beijos

      1. Cláudia Ramalho comentou:

        Lidi, seu jeito meigo de dirigir a entrevista faz com que tenhamos a impressão que vc já conhece a entrevistada de longas datas.

        Estou aqui ainda toda envergonhada com os: “um dos blogs femininos de variedades mais bem escritos que se vê pela blogosfera” e “muito mais bonita que imagina aos 36 anos”. Só tu, viu bicha! rsrsrsrs

        Um cheiro enorme!!!!

  2. Leticia comentou:

    Lidi
    Que texto lindo! Também adoro o blog da Claudinha, q junto com o seu, foram os primeiros que conheci na blogosfera. Logo nos meus primeiros “dias de blogueira”… desde então, muito tempo passou e continuo admirando as duas.
    Sobre o assunto casamento, já vi vários posts da claudinha, inclusive sobre o aniversário de casamento, montagem do presente e tudo mais… isso tudo serve de inspiração para mim, que vou entrar para o clubinho logo mais…
    Beijos e parabéns pela sensibilidade.
    lelê

    PS> li pelo Buzz… adorei menina! Como é que faz isso?? Depois vou te mandar um email para perguntar… achei super prático! rssss (além de twitters agora tb pelo buzz???)

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Então, Lelê… quem me falou do buzz foi marido, que leu não sei onde que isso era interessante para quem tinha blog. Eu preenchi o meu perfil lá, e cadastrei o Bicha Fêmea nele. No início eu pensei que eu teria que entrar nele para divulgar os posts, mas depois vi que ele “puxa” o post para buzz assim que ele é publicado do blog. Quando alguém tece algum comentário sobre o que foi “buzzado”… kkkkk… 😀 … então eu recebo o comentário por e-mail. É super prático e fácil de cadastrar. Faz o teu! 🙂

    2. Cláudia Ramalho comentou:

      Eita, Lelê, então começamos juntas… lembro bem de seu primeiro comentário lá no blog, bem no comecinho… Obrigada!

  3. Francine comentou:

    Adorei a entrevista com a Claudia, gosto muito do blog dela, apesar de ter entrado nesse mundo de blogs a pouco tempo.
    Foi por meio dele que estou conhecendo o seu blog também e gostei muito, parabéns pela entrevista.
    BJS

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Francine!!
      Seja muito bem vinda ao Bicha Fêmea!
      Fique á vontade para voltar quando quiser, viu?! 🙂

      Beijos!

  4. Amehlia Digital comentou:

    Olá cumadi bichinha!
    Vim aqui ver a Claudinha… E gostei purdimais dessa prosa toda… q nem diz ela… trololo…
    Muito divertido essa conversa entre comadres… assim vamos conhecendo pessoas tão queridas …
    Um bejim!!

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Amehlia!
      Muito bom que você tenha gostado do Bicha Fêmea! 🙂

      Oh! Fique á vontade para voltar sempre que desejar. 🙂

      Beijos,

    2. Cláudia Ramalho comentou:

      Vinni, o melhor de tudo, quando acontece esse tipo de participação de uma blogueira na casa de outra, é como disse a Lidi, a mistura de leitores… Vem gente do Feito a Mão pra cá, vai gente daqui pra lá … e é tão gostoso aconhecer pessoas novas né? Pode anotar: esse bicha fêmea vale a pena!

  5. Rita comentou:

    Muito legal, Lidi!
    Adorei conhecer melhor essa blogueira que admiro!

    Beijo pras duas!

  6. Simone Scharamm comentou:

    Linda entrevista! Adorei o formato que você deu ao texto, Lidi, contando um pouco da história da nossa querida Claudinha! Parabéns, ficou ótimo!
    A Claudinha é um encanto de pessoa, não é mesmo?
    Quando eu não venho aqui, sinto uma falta…
    Beijinhos!

  7. Bird comentou:

    Ah Claudinha sempre que penso que ja conheço vc, fico sempre encantanda em decobrir up pouquinho mais!! 🙂

    Uma amiga de coraçao como vc nao existe!! Parabéns pela intrevista, e me identifiquei muitissimo como varios assuntos. Principalmente com o fato de detestar esporte!! 🙂

    Também nao sou chegada. Até que sinto as endorfinas, mas a preguiça é maior rsrsrsrs

    Também estou sedentaria ha anos e da pra se notar kkkk

    Quem dera esporte fosse como crafts…

    Beijocas pra Lidi também que sempre sabe “descobrir” a peças raras para entrevistas aqui!! 🙂

    1. Cláudia Ramalho comentou:

      Cris, pois é… se esporte fosse como artesanato, né? Já vi que não me falta energia, mas percebo que gosto de gastá-la em atividades que gerem um resultado concreto. Na minha “cabecinha” exercício ainda é um desperdício de enrgia e tempo. Preciso procurar uma terapeuta pra mudar essa minha concepção antes que chegue aos 70kg! kkkkkkkkkkkkk

  8. Juliana Faria comentou:

    Amei o Bicho Fêmea!!!! Posso indicar no meu bloguinho???rsrs
    Parabéns e Sucesso!
    Beijo
    Juliana Faria
    Blog Personal Home 😉

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Juliana!!
      Obrigada pela visita ao Bicha Fêmea.
      Sim, você pode indicá-lo no seu blog. 😀

      Beijos

  9. Katia Bonfadini comentou:

    Que máximo encontrar aqui minhas duas blogueiras preferidas!!!!! Vocês sabem que falo sério, adoro Lidi e Claudinha! Já conversamos até por telefone, apesar da distância! Claudia é uma pessoa doce, gentil, generosa, de bem com a vida, criativa, inteligente, que sabe valorizar o que a vida tem de bom e curtir bons comentos com a família! Já conversamos sobre nossa postura em relação a nossos blogs e a blogosfera e descobrimos que pensamos de forma muito parecida e temos muitas afinidades! Ai, que gostoso conhecer um pouquinho mais sobre essa pessoa que tanto admiro! As filhotas são fofíssimas e a viagem à Bariloche deve ter sido realmente encantadora! Quero ver mais fotos e um dia quero conhecer a cidade!!!!! Um grande beijo pra minhas duas amigas blogueiras maravilhosas e poderosas!!!!

    1. Cláudia Ramalho comentou:

      Katinha, se tem uma coisa que tem me levado a seu blog são as nossas afinidades… tirando seu gosto e disciplina por esportes, é claro… kkkkkkkk
      Mas acho que temos visões de mundo parecidas. Algo “Pollyana” de ver o lado bom, de ser otimista, alegre, de curtir os pequenos prazeres da vida, de não se importar em compartilhar conhecimento… Seu bom gosto e seu cuidado com o blog são tão elevados que impressionam. Quando eu crescer, quero ser igual a vc!

  10. Juliana Faria comentou:

    Ops….O Blog:http://julianapersonal.blogspot.com
    Obrigada
    Beijinhos 🙂

  11. Rosi Costa Caleffi comentou:

    Ai que legal ver minha amiga querida nesse blog que adoro!!!

    Parabéns pela escolha, Lidi

  12. Sueli Pinheiro comentou:

    Conheci hoje seu blog, indicado pela Claudia no Feito a mão, que também conheci a pouco tempo. Estou amando os dois. Parabéns pela qualidade.
    Besitos desde España.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Sueli!
      Muito obrigada pelo elogio ao Bicha Fêmea. 🙂
      Volte sempre que desejar. 🙂

      Beijos

  13. Neli Rodrigues comentou:

    Ótima sua escolha.
    Sempre tô lá no blog dela.

    Bjs♥

  14. Edna comentou:

    Que legal esta entrevista Lidi, e olha que interessante: conheci o blog da Claudia ontem, buscando no Google idéias para festinhas de criança. E hj, veja só, ela está aqui!!!
    Parabéns a ela pela dedicação e capricho com o Blog e vc mais uma vez pela escolha excelente…mulher de conteúdo é outra coisa!
    Bjks!

    1. Cláudia Ramalho comentou:

      Que mundo pequeno, né Edna?
      Bjs

  15. Heloisa comentou:

    Lidiane,
    Parabéns para você e para a Claudinha.
    A entrevista está muito boa. Leve e, ao mesmo tempo, consistente.
    Adorei.

  16. Marlene Bortolin comentou:

    Bom, sou das raras que estão sempre por aqui e não tem blog (ainda).

    Cheguei até aqui através de dicas da Cláudia, lá no Feito a Mão e adorei, não comento mto mas leio tudinho. E hoje faço questão de comentar, afinal a entrevistada é alguem muito especial!

    Amei o texto, a forma como nos foi apresentada, as fotos, enfim, parece que já conheço a Cláudia a tantos anos!

    Lidi, arrasou! Parabéns às duas!

  17. Adriana Pimentel comentou:

    Nossa Lidi! Que lindas palavras a minha amiga!!

    Ela é tudo isso e muito mais…

    Parabéns pelo post e por você ser assim… Uma Bicha incontestável.
    beijos.

    1. Cláudia Ramalho comentou:

      Adriana, assim não vale… vc é suspeita… kkkkkkkkkkk

  18. SÕNIA MORTAIA comentou:

    OII,LIDIANE TUDO BEM??
    Parabensssss pela entrevista com a Claudia Ramalho,adoreiiiii!!
    Amooo o blog dela, a Claudia é um AMOR de pessoa,SUPER GENEROSA,GENTIL,MUUUUUIITOOO CRIATIVA,uma MULHER POLIVALENTE!!!
    Eu a admiro muuito!
    Cheguei até aqui atraves do FEITO A MÃO e adorei o seu blog!
    Sucesso
    beijosss

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Sonia, seja bem vinda ao Bicha Fêmea.
      Volte sempre que desejar. 🙂

      Beijos

  19. Pingback: Tweets that mention Entrevista com Cláudia Ramalho no Bicha Fêmea | Bicha Fêmea -- Topsy.com
  20. Trackback: Tweets that mention Entrevista com Cláudia Ramalho no Bicha Fêmea | Bicha Fêmea -- Topsy.com
  21. Fabiana Correia comentou:

    Eita, que isso aqui tá bom demais!
    Lidi, que entrevista foi essa?
    Vc tá cada dia melhor, tecendo a entrevista de um jeito muito especial e gostoso de ler!
    E a sua entrevistada? Uma menina super especial, encantadora e que cativou a todos!
    A Claudinha é super especial na blogosfera, uma pessoa dedicada e entusiasmada com o que faz. Isso faz dela única!
    Parabéns Claudinha, adorei ler mais uma entrevista tua e te conhecer um pouco mais.
    Beijo as duas!

  22. Elaine Barnes comentou:

    Belíssima entrevista. Família maravilhosa e de boa base para as crianças. Coisa boa demais! Acompanho o blog dela há algum tempo e fico encantada com o capricho,criatividade e beleza das coisas que ela faz. Realmente ela é linda e talentosa. Montão de bjs e abraços repletos de carinho

  23. Soll comentou:

    Oi Lidi.
    Tudo bom? Menina quanto tempo…sumi daqui e voce sumiu de lá! rsss
    Mas estou colocando as visitas em dia. Saudades de seus sinceros comentários.
    Adorei a entrevista. Parabéns as duas.
    Beijo.
    Soll

  24. Debbys comentou:

    Adorei a entrevista!! adoro a cláudia.. ^^

    bjinhuss

  25. Márcia comentou:

    Lidi,
    Andei meio ausente dos blogues amigos por conta de uma correria danada, mas agora voltei e já li tudinho…adorei a entevista da Claudia, nao a conhecia, mas achei super interessante. Já preenchi o formulário tb, só não coloquei o lugar onde vivo porque nao vi lugarzinho onde pudesse clicar fora do Brasil.
    Bjs carinhosos
    Márcia

  26. Marta comentou:

    Demais a entrevista e ela é demais tb! Adoro o blog dela e o que escreve!
    Beijocas

  27. Luci comentou:

    Sou fã da Claudinha! Quanto mais a conheço, mais admiro. Ótimo post, Lidi!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *