Início » Trololó » Por que as mães merecem homenagens?

Por que as mães merecem homenagens?

O dia das mães está chegando e a saudade de minha mãe é potencializada. Lembra que moro longe dela e falei sobre o que representa essa distância no dia das mães do ano passado? Pois, é assim. E assim é a vida e preciso conviver com isso… tsc tsc stc

Mas o que eu gostaria de reiterar aqui é o meu amor e respeito por D. Neves, minha amada mãe. E mais, quero estender minhas homenagens a você, bicha fêmea navegante, que é mãe também.

Já tive oportunidade por aqui de tentar entender um pouco o que passa pela cabeça de uma mãe. Tentar, ? Porque entender mesmo, acho que somente sendo uma…

Lembra quando a Cláudia falou das transformações pelas quais a visão de mundo da mulher sofre quando torna-se mãe? E de como ela constatou o quanto mais inteligente uma mulher se torna quando experimenta essa vivência, e o porquê? Aquele texto foi lindo. Foi, sim…

E a Flávia? Sim, você deve lembrar quando ela detalhou tão sensivelmente a revolução que a maternidade provoca na vida de uma mulher, não é? Ah! Não vejo a hora de sentir cada mudança gostosa que a Flávia relatou. Não vejo a hora!

Esses, para mim, são só dois exemplos da delícia que é ser mãe, do quanto essas mulheres são especiais e merecem todo o reconhecimento sempre, sempre e sempre!

Parabéns para você, que se doou para fazer um filho feliz. Você é digna de todas as homenagens. No mínimo, você merece flores.

 

 

Feliz dia das mães!!!

Bom final de semana!

Imagem: nkzs via stock.xchng

Mais no Bicha Fêmea…

Bicha Fêmea Convidada em Foco: Claudia

Bicha Fêmea Convidada em Foco: Flávia Zocoler

30 comentários sobre “Por que as mães merecem homenagens?”

  1. Luci Cardinelli comentou:

    As mães merecem sim toda homenagem. Imagino a sua saudade, a vontade de estar perto. A minha já está no céu e a saudade é grande.

    beijo para todas as mães!

  2. Leticia comentou:

    Imagino que seja maior a saudade no dia das mães, né Lidi! Vi que hoje é o dia das postagens mãe na blogosfera e estou amando ler todas.
    Não sei se conseguir escrever a minha própria postagem… estou super sensibilizada com o casamento e estou enfrentando problemas com a minha mãe sobre ele. Desconfio que ela esteja sofrendo de “síndrome do ninho vazio”… não sei. Ainda não encontrei o meio ponto de discussão com ela, mas está sendo bem difícil enfrentar este período de alegrias e escolhas, sem a companhia dela…
    Nossa! To quase chorando aqui escrevendo… tá sendo algo difícil de enfrentar. E de repente, li o seu texto e resolvi me abrir.
    Beijos e feliz dia das mães para as nossas mamães, né?
    lelê

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Ai, Lelê!
      Eu torço, do fundo do coração, que no próximo dias das mães esteja tudo muito mais acertado entre você e a sua. E estará! Você vai ver! 😀

      Beijos, bonita!

  3. Rosi Costa Caleffi comentou:

    Então, Lidi

    Passa lá no Mundinho que a entrevista de hoje é muito especial.

    Bjs enormes

  4. Márcia comentou:

    Lidi,
    Assim fico eu na semana do dia das mães…saudosa..além de estar muito longe de minha mãe, ainda estou longe do meu filho… serei uma mãe sozinha no dia das maes…rsrsrs… mas o que podemos fazer né? são resultados de nossas escolhas e das deles também… mas eu me conforto sabendo que eles estão bem e que eu também ficarei….
    Bjs carinhosos e viva todas as mamães!!!!
    Márcia

  5. Carol Santana comentou:

    É Lidi…
    Ainda nem vi o rostinha da minha pequena, mas a única certeza que tenho nessa vida, hoje, é que minha escala de prioridades mudou… Antes de casar eu sempre falava pro meu benzão que ele tinha que se amar, mais do que a mim e eu tinha que me amar, mais do que a ele.
    Hoje, com a pequena a caminho, não consigo nem imaginar como consegui amar alguém mais do que a amo. Talvez até me lembre de momentos de amor incondicional… Com a minha mãe! 😀

    E que venha logo esse dia das mães, que pra mim tem um saborzinho especial este ano!

    Bjocas e Feliz dia das Mães!
    Carol

  6. Ana Carla comentou:

    Brigada pelas flores lindas, eu as recebi com muito carinho!!!!

    Sou abençoada mesmo, passarei o Dia das Mães com minha mamãe e minha filhota ! E o marido que não quer perder a nossa companhia … vai trazer a mamãe dele pra cá tb. Aliás, ela tb é como uma mãe pra mim !

    Deus é bom, né?

    Bjo

  7. Juliana comentou:

    Lidi, pode sim enviar comida, desde que dentro do prazo de validade.
    No caso dos cupcakes só seria possível com cobertura de pasta americana,seria a única que aguentaria uma viagem assim. Os demais, sem problemas!
    Obrigada pelas palavras =)Estamos às ordens… (nem pra ir alguém daqui pra te visitar, né, assim era bem mais fácil =) Bjus

  8. Juliana comentou:

    Ah sim, ia esquecendo… hoje vi a Ana Maria Braga dizendo uma coisa bem sensata: “se você hoje tem a possibilidade de dar um abraço na sua mãe, não perca tempo, pois pode ter certeza que quem tem um grande presente é você”
    Fiquei chorando que nem besta na sala… minha mãe está em Manaus e vai ser o primeiro dia das mães com dois filhos morando em outro estado, dá um aperto…

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Pois é, Ju. Passar o dia das mães longe da nossa mãe é complicado, né? Mas se escolhemos isso, não tem jeito: são as consequências.

      Fique bem. Vou tentar ficar daqui também. No final , tudo dá certo e elas entendem o porquê de estarmos longe. 🙂

  9. Simone comentou:

    Obrigada Lidiane, ser mãe é realmente algo mágico, divino e inexplicável.
    Sou mãe de 3 tesouros, 2 meninos de 9 anos e uma princesa de 7 aninhos, e cada dia é uma surpresa. Tem cada coisa que eles falam que você nem acredita.

    Beijos e aproveite sua mãe mesmo ela estando longe.

    ATé mais.

  10. Fernanda Monteiro Postai comentou:

    Oi Lidi,

    obrigada pela visita e por participar da promoção…
    tenho certeza que Deus vai atender suas orações na hora certa.
    beijos,
    Fer

  11. Luciana Casado comentou:

    Que linda homenagem, Lidi!!!
    Eu estou doida para abraçar a minha mãe!!!
    Bjus, Lu

  12. Patricia Lígia comentou:

    Feliz dia das mães pra todas as mamães que fazem parte do Bicha F
    Fêmea!

  13. Cláudia Ramalho comentou:

    OI, Lidi, que surpresa ver meu texto de novo citado em seu blog, que tanto amo! Tenho certeza de que vc será uma mãe maravilhosa, humilde e cheia de vontade de fazer o melhor.
    Um abração pra vc!

  14. Flávia Zocoler comentou:

    Oi, Lidi…

    eu sei a mãe linda que você vai se tornar. Sua generosidade, sua doçura, sua alegria de viver e o carinho que você tem com as pessoas me dão certeza disso… (e mãe tem sempre razão, vai aprendendo viu? rs rs)

    Fiquei muito feliz em me rever aqui, foi uma linda homenagem.

    Um beijo para a D. Neves, Bicha fêmea mãe, que te fez assim, desse jeitinho que a gente adora.

    E outro pra você, comadre! Já pensou a loucura que isso aqui vai virar quando os seus pimpolhos chegarem? Vai ser tanto pitaco dessas madrinhas virtuais que nem te conto. Também não vejo a hora!!

  15. Simone comentou:

    Oi, Lidiane!
    Que homenagem bonita! Adorei as flores!
    Lamento pela distância entre você e sua mãe!
    Quando você tiver seus filhinhos esse dia vai ser muito especial, você vai ver…
    Beijos!

  16. sandra comentou:

    Também moro longe da minha. Assim é o ciclo da vida amiga. Nascemos, crescemos, casamos nos tornamos Mães, e novamente ficamos só. PARABÉNS PELO DIA DA SUA MÃE. NÃO SEI SE VC TAMBÉM É. MAS FICA AQUI O MEU CARINHO.

    CARINHOSAMENTE,
    SANDRA

  17. sandra comentou:

    VEJO QUE AINDA NÃO ÉS MÃE. MAS TEM UM CORAÇÃO BOM. CERTZAMENTE SERÁ UM FELIZ E CARINHOSA MAMAE UM DIA.
    PARABÉNS AMIGA PELO TEXTO.
    DEIXE UM FELIZ DIA DAS MÃE PARA A SUA QUERIDA MÃE.
    SANDRA

  18. sandra comentou:

    VOU LEVAR AS FLORES, JÁ QUE SOU MAE DE DOIS LINDOS E MARAVILHOSOS FILHOS.
    BJS. AMIGA.
    SANDRA. MEUS MIMOS VAI FICAR BEM LINDO COM ESTAS FLORES.

  19. Bird Crafts comentou:

    Lindo Lidi!

    Agente realmente so entende mais um pouquinho sobre nossas maes quando agente passa pelos mesmos cenarios…

    Também ficarei longe de minha mae neste Domingo, mas ela sempre no meu coraçao…e ainda bem que existe Skype!! 😀

    beijos e braço forte!

  20. Bia Silvestre comentou:

    Um lindo dias das mães para todas…..
    Sou pequenininha (o) do tamanho de um botão
    carrego papai no bolso e mamãe no **coração**
    Beijos

  21. Regiana comentou:

    Sabe Lidi, a minha história em relação a mãe é um pouco triste porque cresci longe dela, por conta da separação dos meus pais cada um seguiu para um lado e fui parar na casa dos meus avós com dois anos de idade, avós antigos e muito conservadores, passei a vida mendigando um ” EU TE AMO”, um “VOCÊ É MUITO IMPORTANTE PRA MIM” Pois é eu nunca tive amor de mãe, e nunca ouvi essas palavrinhas, ai aos 14 anos fui expulsa de casa por querer estudar, minha mãe me trouxe pra morar com ela, mas não tinhamos mais uma relação de mãe e filha e sim talvez de duas amigas, aos 18 anos me casei e aos 20 tive minha filha a Juliana que ta com 13 anos, tenho tb o Pedro de 7 ai sim soube o que era ser mãe e até perdoei minha mãe pela distância, amor de mãe não tem igual, só sendo, vc passa por cima de tudo só pra ver o seu filho feliz. não entendo porque tanta mãe abandona os filhos. Amo ser mãe e sempre conto minhas hiostórias pra eles. Ser mãe é uma dádiva, Ser mãe é Ser incondicional. Bjsssssssss.

  22. Marilia Alves comentou:

    Lidi, Graças a Deus tenho minha mãe bem perto de mim, no andar de baixo para ser mais clara, e ela é mãe e avó de minha filha, porque se comporta como mãe da Gi. A gente briga, a gente discute, a gente faz fofoca, a gente se mete uma na vida da outra, mas a gente tá sempre lá junta e misturada. E vou te dizer mesmo com as implicâncias do dia a dia de vó, a Gi já tomou banho? A Gi já tomou leite, e etc. Esta é a forma dela se preocupar com a Gi e comigo. Parabéns pra ela e para todas as mães!

  23. Rafaela comentou:

    Adoro o dia das mães, confesso que gostava mais quando eu não era mãe… rs.

    Gosto de presentear :)))

    Bjus bjus

  24. cinaria mendes comentou:

    Lidiane,agora que descobri quem é voce.Agradeço a visita e elogios no meu blog.
    já tinha lido sobre seu blog (é famoso) mas não sabia quem era a Lidiane do e-mail. Não foi eu que pintei os 3 quadrinhos de roupas.Comprei em uma loja de artesanato, já faz tempo.São lindos! As roupinhas são pintadas, o varal é barbante e os pregadores são miniaturas. Beijos e felicidades sempre!!!

  25. Gracinda comentou:

    Nem acredito que nao conhecia seu blog. è a primeira vez que venho aqui e adorei. Parabéns , muito sucesso pra ti.
    bjoo

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Gracinda!! 🙂
      Seja muito bem vinda ao blog Bicha Fêmea, viu?! Fique muito á vontade para voltar e comentar mais vezes. 😉

      Beijos

  26. lailla comentou:

    Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:

    – Dizem-me que estarei sendo enviado à terra amanhã… Como vou viver lá, sendo assim pequeno e indefeso?

    E Deus disse:
    – Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você.

    Criança:
    – Mas diga-me: Aqui no Céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?

    Deus:
    – Seu anjo cantará e sorrirá para você… a cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz.

    Criança:
    – Como poderei entender quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?

    Deus:
    – Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar.

    Criança:
    – E o que farei quando eu quiser Te falar?

    Deus:
    – Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a rezar.

    Criança:
    – Eu ouvi que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?

    Deus:
    – Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique arriscar sua própria vida.

    Criança:
    – Mas eu serei sempre triste porque eu não Te verei mais.

    Deus:
    – Seu anjo sempre lhe falará sobre Mim, lhe ensinará a maneira de vir a Mim, e eu estarei sempre dentro de você.

    Nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da terra já podiam ser ouvidas. A criança apressada, pediu suavemente:

    – Oh Deus se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me por favor, o nome do meu anjo.

    E Deus respondeu:
    – Você chamará seu anjo… MÃE!

  27. Andréia comentou:

    Oi Lidi, querida… força, amiga… quando a distância é inevitável, o coração busca outras formas de se aquecer, não é??? Tenho certeza que vc vai encontrar uma forma… um beijo, fik com Deus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *