Início » Trololó » Da vocação do Bicha Fêmea para assuntos de mulher…

Da vocação do Bicha Fêmea para assuntos de mulher…

Hoje termina o mês de Março, o tão aclamado mês da mulher. O nosso dia, o dia 08, não foi um dia somente para receber flores. Já discorri sobre isso, no texto que escrevi e que foi publicado no nosso dia. Não, nosso dia não foi somente para receber flores…

Tenho orgulho de ter parado para pensar sobre tantas coisas que envolvem os anseios femininos, as dúvidas, aflições e tudo o mais, sempre por aqui no Bicha Fêmea. E mais ainda, tenho orgulho de muitas outras bichas fêmeas navegantes terem tido o desejo de refletir comigo e contigo, e terem deixado suas impressões aqui no Bicha Fêmea também.

Foram posts e comentários valiosos que já passaram por aqui, que enriqueceram e fomentaram discussões produtivas e construtivas, todas sempre sobre nossa realidade, a realidade feminina. Por isso, bonita, eu quis que o último dia de Março no Bicha Fêmea fosse marcado com um olhar para o que tanto já se discutiu por aqui, e considero que essa é uma excelente maneira de fechar o nosso mês, o mês de Março.

Feminilidade: a essência de uma bicha fêmea

“…esse assunto de feminilidade é mais amplo do que conseguimos imaginar. Exatamente como vc falou na sua última dica, o que vemos há toneladas por ai, é o vulgar dando passagem ao feminino, ao bonito, ao belo, que tenho certeza, é muito mais apreciado.” Fabiana Correia – Idéias, Detalhes e Dicas

O que é ser escrava da beleza?

O que me questiono é: será necessário investir fábulas em cirurgias plásticas, peeling, cremes importados? esse exagero seria para melhorar a auto estima; medo da concorrência ou porque a sociedade agora nos impinge que devemos envelhecer com cara de 30?” Dolly – MARYA MARIAH

Da condição balzaca das mulheres de 30

Nós, seres sociais, em geral olhamos com certa desconfiança para aqueles que optam (não se acomodam, OPTAM) por estilos de vida diferentes da maioria. Tendemos a achar que há algo de errado com estas pessoas. Se alguém não se casa ou não quer casar, é porque tem medo ou dificuldades em relacionamentos, por exemplo. Enquanto isso pode ser verdade em alguns casos, nunca paramos para pensar que isso pode ser uma escolha consciente e baseada em coisas que nada têm a ver com medos ou inabilidades pessoais.” Yvone – Casas Possíveis

O papel da mulher na sociedade moderna

Eu sempre gostei dos assuntos: casinha, comidinha etc e agora está até na moda, mas já fui criticada porque deveria ser uma mulher moderna, que não faz nada disso. Gente, quanta bobagem, né? O importante é ser feliz com suas escolhas e principalmente, ser respeitada por elas.” Claudia Medeiros – Se Fosse na Minha Casa

Uma revolução que não precisa de sutiã queimado

Eu trabalhei no Mercado de Capitais por 24 anos. Era operadora de mesa e pregão. Ou seja, só homens. Mas também nunca tive problemas com eles nesse sentido. Sempre gostei de cuidar da casa, de fazer meus artesanatos. As mulheres cobram mais, e nem sempre as que cobram são felizes. E aí é que está a chave: ser feliz!!!! Não tem receita! Temos que fazer o que nos faz feliz, simples assim.” Luci – Vida

Mulher é um “bicho danado”. Se não, vejamos…

“Gosto sempre de lembrar das coisas que – segundo o meu próprio critério e julgamento – compõem a parte boa da maturidade. Porque maturidade é também o que o tempo nos proporciona diante do exercício cotidiano de experimentar, e errar, e acertar, e errar de novo até que descubramos não o caminho perfeito, mas as agruras e benesses dos vários caminhos.” Verônica Cobas – Criative-se

Maternidade – Um aprendizado que requer inteligência

Lindo texto, é isso mesmo, me vi em cada linha, a maternidade me trouxe serenidade, paz, vontade de viver mais de conquistar o mundo pros meus filhos.” Sheila

Já não há homens como antigamente? Que bom!

“…não gosto das afirmações do tipo “isso é coisa de menino (a)”. Aqui em casa, a Elisa brinca de carrinhos e Gabriel também brinca de casinha, sem neuras. Quanto ao marido, gosto muito dos hábitos de antigamente, gosto quando me abre a porta do carro, quando quer carregar as bolsas, pacotes e tudo mais mesmo com dor nas costas, etc mas gosto mais ainda quando só pra me ajudar e para que eu tenha um tempinho pra mim, ele lava a louça, dá banho nas crianças, põe a roupa pra lavar e ajuda na faxina.” Elaine Battistel – Elaine, suas ideias e mais tantas outras

A idade certa para ter filhos…

As pessoas, em geral, ainda não entenderam que cada um tem o direito de viver a própria vida como entende que é o melhor pra si, e fazem mil cobranças. Acho que fazem isso como uma tentativa de enquadrar todos num modelinho, porque o ’ser diferente’ ou ‘pensar diferente’ incomoda muito!” Dricca Kastrup – Potpourri

É isso aí, bonita!

Boa leitura!!!

Ah! Vem feriado por aí… bom descanso!

8 comentários sobre “Da vocação do Bicha Fêmea para assuntos de mulher…”

  1. Carol Santana comentou:

    Lidi, nessa hora que eu morro de orgulho de ser MULHERZINHA!!!! 😀
    Olha só de quantas maneiras diferentes podemos demonstrar que nosso sexo frágil é forte pra CARAMBA!!!! 😀 Podemos fazer o que quisermos. Poutz, acho que as vezes nem eu me dou conta da força que tenho como mulher que sou! Que SOMOS!!!! 😉
    Bjocas,
    Carol

  2. Fla comentou:

    Essa mulherada sem dúvida tem muito pra falar. Olha só, eu achei isso fantástico Lidi: “…porque o ’ser diferente’ ou ‘pensar diferente’ incomoda muito…” E concordo absurdamente com a Dricca, até porque isso se encaixa não só na questão de ter filhos ou não, mas por que hoje queremos encarar o fato de “ser mulher” de uma outra maneira, queremos na verdade provar quem e o que somos!
    =)
    êêê viva nóis!

    Beijos e boa páscoa querida.
    Fla

  3. Luci comentou:

    O Bicha Fêmea sempre tratou muito bem dos nossos assuntos e é muito legal a participação das suasleitoras, sempre resulta em ótimas discussões.
    Estão lindas as fotos da viagem. Que passeio gostoso, hem?

    beijos

  4. Kinha comentou:

    Bom dia Lidiane

    Eu já visitei o blog onde está havendo a exposição das fotos e mesmo sem que vc me pedisse eu votei na sua por ser uma das mais belas. Parabéns, vc merece ganhar.
    Gostaria de receber sua visita e ter sua participação na sorteio que está rolando no blog.
    http://amigadamoda.blogspot.com

    Beijo

  5. Marilia Alves comentou:

    Eu amei os comentários, tanta diversidade, mas uma única razão de ser mulher e ser feliz. É isso, nos questionamos sempre se o que estamos fazendo está certo ou errado, dentro ou fora dos pradrões da sociedade e nos esquecemos de questionar se o que estamos fazendo é pra nossa felicidade. Isso sim é aonde devemos parar e pensar, na nossa felicidade, que é indivdual, cada um na sua. Não existe um tempero mundial, uma dica pra todas. Existe uma mistura enorme de posições e ações, e devemos nos aceitar, claro que posicionamentos de como devemos ser mais felizes sem pisar no pé do outro. Adorei e bom feriado pra você.

  6. Cláudia Ramalho comentou:

    Que delícia esse revival… Vc sempre inovando, Lidi.
    Ah, fico feliz de saber que não sou a única descarada fazedora de boca de urna. kkkkkkkkk
    Mulher o negócio tá sério… vamos arrebanhar nosso eleitorado pra gente não perder muito feio…. kkkkkkkk
    Sim, porque nem cogio mais ganhar… “tu visse” as parciais???
    Bjks e ótima semana santa.

  7. Leticia comentou:

    Engraçado que sempre tive medo do meu lado mulherzinha… até o dia que deixei fluir… e vi que era super bacana ter de tudo um pouco.
    Adorei a retrospectiva!
    By the way, postei a sua dica de viagem de lua de mel hoje!
    Beijos
    lelê

  8. Kinha comentou:

    Oi Bunita, td bem?
    Como sempre tudo muito lindo aqui 🙂
    passei rapidinho pra te desejar uma Feliz Páscoa, muita paz, harmonia, renascimento de idéias, pensamentos, e coisas boas, muito boas.
    bjo

Deixe uma resposta para Fla Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *