Início » Corpo » Saúde » Dicas para evitar infecções vaginais no verão.

Dicas para evitar infecções vaginais no verão.

Pois, é. Estamos em pleno verão: sol, calor, praia, piscina, agito… tudo o que essa estação trás de muito bom, também pode reverter contra a nossa saúde íntima. Isso você já sabe, não é?

Mas, oh! Não podemos dar moleza para os males que podem nos acometer causando infecções na vagina, hein? Há cuidados básicos e dicas importantes para que a gente garanta saúde e bem estar. Quer ver?

Já ouviu falar da candidíase não é, bonita? Pois é, essa é uma infecção muito comum entre as mulheres, e os sintomas mais comuns são a coceira e corrimento esbranquiçado. Eu estava lendo um artigo que fala sobre esse mal, no site Atmosfera Feminina, e constatei que nunca tive esse problema. Pode acreditar!

Mas, oh! Nem pense que é por que eu sou alguma alma iluminada ou qualquer coisa assim. Só posso atribuir minha falta de experiência com essa infecção (ainda bem!!!) por alguns detalhes que fazem a diferença no meu dia a dia.

Se você já sofreu com o mal, presta atenção nas dicas que foram divulgadas no artigo para mudar algum hábito ou outro. Se, como eu, você nunca sofreu, certamente você está fazendo a coisa certa e, por isso, é bom manter seu padrão de comportamento…

Bora ver?

Usar água e sabonete íntimo para a higiene diária. Eu já faço isso há um bom tempo. Sabonete comum altera o PH da nossa vagina, e é essa alteração que propicia o ataque da bactéria que causa a candidíase.

Usar roupas leves e confortáveis. Aqui eu faço a leitura de que num verão escaldante como esse, tanto quanto for possível a gente deve dar preferência a roupas leves, não é? Nesses dias quentes, saias e calças de tecido mais leve são uma boa alternativa. Nada de jeans apertadíssimo, por favor!

Dar preferência a calcinhas de algodão. Ah! Essas são mesmo as minhas preferidas. Não abro mão delas no dia a dia, sabe? Eu até uso calcinhas de outros tecidos, mas em ocasiões especiais, se é que você me entende… cof cof cof

Dormir sem calcinha. Essa dica que foi dada no artigo é, sem dúvidas, muito difícil para mim. Não cheguei ainda a esse nível máximo de conforto. E você???

Não usar duchas para fazer lavagem vaginal. Este procedimento destrói a flora vaginal, sabia? Bom saber…

Limpar-se sempre de frente para trás. Essa é uma lição que toda mãe deve passar para a filha, não é? Isso é básico e evita que o papel higiênico leve bactérias provenientes do intestino para a vagina. E, só para você saber, é de lá que vem a bactéria que provoca a candidíase, hein? Cuidado!

Não ficar muito tempo com o maiô ou biquíni molhado.  Para quem gosta de ficar muito tempo molhada, isso pode ser um problema, hã? Não tem jeito, precisamos pensar em formas de evitar esse tipo de situação ou diminuir o tempo que passamos com o biquini molhado. Precisamos, sim!

 

Não usar desodorante íntimo e não usar ou moderar o uso de tampões. Não faço qualquer um dos dois, e isso com certeza tem me deixado na vantagem porque nunca tive essa infecção. Então, bonita, se for possível, é hora de abolir essas práticas, está bem?

Trocar o absorvente a cada 3 horas. Olha aí… hora de contar no relógio quando o absorvente foi trocado pela última vez, hein?

Sempre digo a marido que ser mulher não é fácil. São muitos os detalhes para os quais a gente precisa estar atenta se quiser estar bem, não tem outro jeito. Mas, se não tem outra solução, estar bem informada é o nosso maior trunfo para que nossa qualidade de vida seja cada vez melhor, concorda?

Então, bonita, informe-se! Sempre!!

Imagem: Duchesssa

Leia mais sobre saúde…

Alongamento para caminhada: você faz?

Dicas para automotivação na prática de exercícios físicos

Atitudes que garantem uma vida mais saudável

Queime calorias e ganhe saúde cuidando da casa!

Da higiene e boa conservação dos alimentos

25 comentários sobre “Dicas para evitar infecções vaginais no verão.”

  1. Leticia comentou:

    Tive este probleminha uma vez… mas depois passei a tomar um bom cuidado com isso. Várias das dicas que você postou, já uso…
    Beijos!
    lelê

    PS> vi a sua resposta… não sabia que vc tava “online a distância” rssss

  2. Carol Santana comentou:

    Ótimas dicas Lidi…
    Algumas delas eu até já sigo… Mas uma que eu ainda não fiz e to com o pé quase lá, é o uso de sabonetes para área íntima. Vou encarar algum deles no supermercado e ver se me adapto. Depois te conto a experiência! 😉
    Bjocas,
    Carol

  3. Creuza Moura comentou:

    Oi Lidi
    Tudo bem por ai?
    excelente a sua dica, só que já sofreu com o mal tem noção do desconforto. todas as dicas são perfeitas mas faltou dizer do controle do estresse, que facilita a queda da imunidade e ai a Candidiase se aproveita e se instala ….

    Te acompanho pelo Reader e apesar de saber a mudança nao tinha vindo visitar depois da mudança. ficou lindo como você.

    Um grande beijo.

    Creuza Moura

  4. Luciana Casado comentou:

    Eu já tive infecção uma vez, foi muito ruim! E sabe porque, biquini molhado!!
    Agora eu sigo algumas regrinhas básicas e nunca mais tive problemas!!
    Adorei ler mais sobre isso!!
    Bjus, Lu

  5. Patricia Ligia comentou:

    Já tive esse probleminha mais de uma vez, e sabe por que?
    uso excessivo de calça jeans.
    Dificilmente uso tecidos mais leves. Já tô mudando meus hábitos devagarinho. Adorei todas as dicas e estarei seguindo a risca cada uma delas.
    Ninguém merece esse probleminha tão desconfortável!
    Beijos e um ótimo fim de semana.

  6. Ana Carla comentou:

    Vcs sabem que minha ginecologista não aprova o uso de sabonete íntimo ? Aqueles específicos para a limpeza vaginal … ela disse que no consultório aparecem muitas mulheres reclamando de incômodos e, de acordo com as pesquisas dela, a grande maioria usa o sabonete íntimo.

    Então, ela adotou a seguinte opinião: Dá mais problema que resultado posotivo. Aí ela não aconselha o uso.

    Mas … diga aí, vcs usam ? Tiveram problemas? Por conta disso nunca usei !!!

    Bjo

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Ana!
      Tua colocação sobre os sabonetes íntimos e a chamada para a discussão foi ótima. Sabe que eu sempre usei e nunca tive nada? Eu inclusive já testei várias marcas de sabonete íntimo para descobrir as que gostava mais e nunca tive qualquer problema com eles. Provavelmente deve haver algo ligado a imunidade baixa ou alta, como levantou a Cláudia Ramalho. Algo que precise mesmo de investigação por parte da nossa gineco, não é?! 😉

  7. Marilia Alves comentou:

    Ótimo artido Lidi, você sabe que há anos atras eu peguei uma infecção por causa de desodorante íntimo, nunca mais usei, e outra calcinhas muito apertadas tb podem fazer mal. Bjs

  8. Cláudia Ramalho comentou:

    OI, Bonita, mas não tem a ver também com a imunidade baixa ou alta? Parece que é algo reincidente se a gente tem da primeira vez né não??? Até bebês podem ter.

    A Ana Carla está certíssima. Minha gineco tb reprovou os danados dos sabonetes íntimos. Eles é que alteram o ph da vagina. Nem meu obstetra os liberou na gravidez. Parece que só os devemos usar durante o período e não mais.

    Bjks e quanto àquele resultado que sairia hoje, ainda nada… mandaram eu ligar na terça-feira.

    Bjks

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Cláudia, sobre os sabonetes íntimos e os problemas que eles podem causar, penso que deve mesmo ter algo a ver com imunidade baixa ou alta e isso deve depender de mulher para mulher. Eu, por exemplo, nunca tive problemas com eles. Parece que é algo que depende mesmo de investigação por parte de nosso gineco. 🙁

      Sobre aquele assunto, continuo por aqui acompanhando e interessada em saber os desdobramentos, viu?! 🙂

  9. Elaine Battistel comentou:

    Tive uma vez e realmente não é nada legal. Segui muitas das dicas aqui descritas e desde então nunca mais.
    Já ouvi dizer que dormir sem calcinha uma vez por semana já ajuda muito. Não faço com frequencia mas muito de vez em quando faço isso para dar uma arejada, rsrsrs, mas tenho que admitir que sinto-me esquisita sem calcinha. Mas é puro estranhamento que vem da cabeça, pq de jeito nenhum é desconfortável, muito pelo contrário.

    Bjs

  10. Sheila comentou:

    Adorei as dicas, já seguia algumas por instinto, até porquê nós nascemos com algumas coisas prontas, não?

    Enfim, o item que mais pesa é dormir sem a calcinha, acho que só aconteceu quando dormi logo depois de fazer amor, fora isso, sem chance!
    Beijos

  11. Sheila comentou:

    Oie…
    Quanto tempo não passo por aqui…

    Adorei essas dicas,também nunca tive esse tipo de infecção.A higiêne é tudo.

    Beijos

  12. Karla Gisele comentou:

    Bichaaa

    Passei para te desejar FELIZ DIA DO BLOGUEIRO.

    Fiz um post especial para nós. Passem lá e confiram as novidades também tá?

    Super beijo!

    http://www.todamulherprecisa.com
    http://www.universoparticular.net

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Karla, mulher do céu! Passei batido por essa história de dia do blogueiro. E tem, é? Que massa!! Feliz dia do blogueiro para nós, então! 🙂

  13. Adriana Pimentel comentou:

    Olá!! Tem selo pra vc no meu blog! Fique à vontade se quiser pegar… O que vale é a homenagem!

    Abraços!

  14. Alcione Amarante Fernandes comentou:

    Legal amei suas dicas ,boas de mais e e seu blog tambem .Felicidades valeu a !

  15. Cris comentou:

    Eu já tive, e é horrível mesmo…não sei se é por conta do sabonete íntimo que usava…calcinha de algodão, sempre!! Eu tomo cuidado com a imunidade e estresse para não ser recorrente… bjinho!

  16. Eliz Schemitt comentou:

    Lidi,
    dicas e informações valiosíssimas!! Informação nunca é demais… e temos mais é que nos cuidar mesmo e muito!!

    Aproveito para dizer que tem selinho pra ti no meu blog… claro que o Bicha Fêmea já recebeu aos montes e nem deve mais ter graça, mas mesmo assim ofereço com carinho!!

    Beijinhos!!

  17. Lenira comentou:

    Meu GO me passou um sabonete íntimo que mandei manipular (além dos remédios que tive que usar na época), a base dele é aroeira, usei por um tempo para equilibrar meu ph, nunca mais tive problemas. Quando o dia está muito quente e sei que vou passar o dia fora tento não usar calça jeans. E dormir sem roupa por aqui é uma necessidade, eita calor!

  18. Luma comentou:

    Lidi, mulheres com vida sexual ativa também precisam de outros cuidados principalmente durante e após as relações sexuais. Ah, vale salientar os casos recorrentes e de repetição de cistite, por falta de informação e auto medicação. A cistite pode se tornar crônica, afetando os rins e em ultimo caso, transformar-se em pieloniefrite, que se não tratada, mata! Beijus,

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Luma, foi muito apropriada tua observação/comentário sobre a cistite. Já tratei de atualizar o post com ela. Obrigada!!!

  19. Renata Piubello Valentini comentou:

    Tive uma vez, no come;o da gravidez.
    Minha vagina co;ava muito e ficou toda inchada….
    Achei que meu marido tinha me passado alguma doen;a venerea…. foi um horror!!!!
    Meu ginecologista me disse que na gesta;’ao [e comum, porque a resist”encia cai bastante nessa fase.
    bjs!

  20. Pingback: Primavera-Verão: dicas de beleza
  21. Trackback: Primavera-Verão: dicas de beleza
  22. Jéssica comentou:

    Eu tenho os sintomas mas não a bactéria, já fiz varias vezes o exame e nunca acusou nenhum tipo de bactéria que possa causar infecção. Como os sintomas me encomodam, uso de ve em quando os cremes e sigo todas essas dica há muito tempo.
    Não sei mais o que fazer! :S
    Minha mãe disse que ela também tinha muito isso.
    Pra quem ainda não sabia, as dicas foram Ótimas. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *