Início » Corpo » Beleza » Cabelo cacheado tem corte, sim!

Cabelo cacheado tem corte, sim!

Cabelo enrolado tem corte sim!

Quem nunca quis ter outro cabelo, que atire a primeira pedra. Dizem por aí que mulher nunca está satisfeita com nada (o que acho particularmente uma injustiça), mas olha, vou te contar: quando você achar uma que ama o cabelo que deus lhe deu, emoldure e apresente à multidão!

Como a grande maioria da população no Brasil, nasci com o cabelo encaracolado, com ondas e cachos médios. Quando pequena, minha mãe me penteava toda manhã, naquela cena que vi repetir em algumas gerações da família: cabelo seco, escova de cerdas naturais redonda (ou meio redonda), a menina quase japonesa de tanto que a mãe puxava os fios. Sem saber como deviam ser tratados (nunca penteie um cabelo enrolado enquanto seco), fui crescendo passando as mais terríveis lambanças nas madeixas, que cresciam ‘secas’, sem vida e bem diferente do padrão ‘loira, lisa e linda’ que eu via em algumas coleguinhas de escola. Quando ia cortar, era aquela frustração. “Seu cabelo não dá pra fazer nada, tem que cortar fio reto, para que ele cresça, o fio pese e o volume diminua”. Mais frustração em muita mentira.

“Cabelo enrolado tem que pesar pra não ganhar volume” – é mentira!

Se você, assim como eu, escutou algo parecido com isso, vou afirmar: até hoje, você só foi à péssimos profissionais.

Quem tem cabelo enrolado só parou de sofrer no mundo dos cosméticos há alguns anos. Até então, nos anos mais ‘traumáticos’ da infância/adolescência e a convivência e comparação com outras coleguinhas, era aquela sensação de que ‘meu cabelo era horrível’ e ‘não havia jeito pra ele’ me dominaram. Passei anos e anos e anos com o cabelão enorme , reto, sem viço, graça, movimento ou brilho. Apesar das ‘dificuldades’, vivi o cabelo enrolado, como deve ser. O apelido que minha família me deu foi “Bethânia”, em alusão à diva, que escova suas madeixas para que o volume assuma de vez a forma. Maldade, né?

Assumi o volume, o enrolado e tudo mais. Virei Bethânia

Depois de uma experiência terrível aos 12 anos, em que cortei o cabelo nos ombros – fio reto, olha o crime! – e ele virou, praticamente, um abajur, desisti de qualquer tipo de ousadia. Pensei que não existisse algum profissional que me olhasse e dissesse: “Denise, seu cabelo tem corte sim, não vai armar e ficará mais bonito!” 

Aconteceu ano passado, quando visitava meus pais em Londrina, quando um amigo, ótimo profissional e que estava cortando o cabelo do meu irmão, me olhou e disse “menina, você tá com um cabelo sem graça. Vamos cortar!”. Saí do salão com aquilo na cabeça, pensando que devia mesmo ter solução pra mim. O tempo passou e fui experimentando, aos poucos, com uma outra amiga, já em Curitiba, novas possibilidades de corte.

Primeiro foi o corte da minha franja, que estava reta com o cabelo e ambos estavam quase na cintura. Zapt da tesoura e ela (franja) foi parar no queixo, já dando novas possibilidades de arrumar e ser um pouco mais diferente. Meses depois, veio o corte feito em camadas, em que diminuiu o comprimento (ficou um pouco na altura do seio) e o cabelo ganhou cachos mais definidos, senti meus cabelos mais leves, hidratados e realmente brilhantes. Sabe o que o xampu diz que faz e você nunca teve resultado? É cabelo comprido demais. (ah, e eu deixei de passar tinta no cabelo há uns 12 anos, então ele é natural)

Primeiro corte: franja no queixo e camadas

Segundo corte: franja no queixo e camadas, só que agora mais curto

Chegou o verão e o calor úmido daqui de Curitiba não me deixava em paz. Todo dia eu chegava em casa suada, desesperada para amarrar meu cabelo num coque qualquer e sentir a nuca livre. Um dia, comecei a me olhar pelo espelho do elevador e tive um clique: se eu cortasse o cabelo na altura em que a franja estava, ele não armaria. O corte anterior, em camadas, já me dava uma certa noção de como seria o resultado final. Depois de 2 semanas, retornei ao salão e pedi pra Kizzy, a super profissional que me atende (que além de ótima, é linda!): “Quero cortar o cabelo curto, mas não quero que ele dê aquele visual arredondado. Tem jeito?” Mostrei o que havia ‘visto’ no ‘momento elevador’ e ela confirmou. “Dá sim, eu usava este corte ano passado”, me tranquilizou.

Feliz da vida com a libertação

Fui pra tesoura. Enquanto ela cortava, uma amiga querida, do trabalho, ia fotografando minha transformação única, que era mais que um simples corte de cabelo. Era assumir de vez o enrolado, acreditar na beleza do cabelo ‘que deus me deu’ e comprovar pra mim mesma de que ele tinha jeito, era bonito e poderia, sim, ter um corte moderno.

Completei 27 anos alguns dias depois. Um ano que acredito ser de realizações, mudanças positivas e muito brilho. O cabelo novo é só o abre-alas. E ele não ganhou volume, vocês acreditam? Tá mais lindo do que nunca.

De lado, pra ver um pouco mais do corte

Feliz da vida no visual novo

* E você, também está acreditando no seu cabelo enrolado e resolveu cortar? Não esquece de me mandar uma foto pra mostrar o novo visual, hein?

Denise Somera, de Curitiba (PR)

Denise Escreve

Quer publicar seu post no Bicha Fêmea? Seja uma bicha fêmea colaboradora você também!

Inspire-se e mantenha-se informada sobre beleza…

Atitudes e tratamentos para atenuar a celulite.

Tudo sobre maquiagem mineral.

Dicas para beleza e saúde das unhas.

Tenha um dia de beleza só para você!

Resoluções de beleza, saúde e bem viver.

***Atualização: 

Meninas que passarem por aqui e quiserem saber onde encontrar a cabeleireira da Denise Somera, o novo destino dela é:

Lyon Cabeleireiro, no centro da cidade, pertinho das Americanas atrás da Rua XV.
O endereço certinho é
Rua Desembargador Ermelino de Leão, 133
Centro, Curitiba / PR
E o telefone é (41) 32247712

88 comentários sobre “Cabelo cacheado tem corte, sim!”

  1. Pingback: Dicas de maquiagem para ficar básica e linda no dia a dia…
  2. Trackback: Dicas de maquiagem para ficar básica e linda no dia a dia…
  3. Pingback: Evite 6 erros e seu cabelo cacheado ficará lindo no dia a dia!
  4. Trackback: Evite 6 erros e seu cabelo cacheado ficará lindo no dia a dia!
  5. Daiane comentou:

    Oie,quanto Vc pagou o corte na Lyon???
    Seu cabelo ficou otimo!
    Beijos

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Daiane!
      Seja bem vinda ao Bicha Fêmea!

      Vou encaminhar sua dúvida para a Denise Somera a fim de que ela possa passar a informação para você, tá?

      Se quiser acompanhar cada novidade que aparece no Bicha Fêmea, você pode assinar e receber gratuitamente em seu e-mail clicando aqui: http://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=blogbichafemea&loc=pt_BR
      Beijos
      Lidi

  6. Daiane comentou:

    Quem cortou seu cabelo afinal, a tal da Kissy ou a Denise Somera??
    Grata

  7. Daiane comentou:

    NOssa, esquece! Já entendi…Hehehe

  8. Pingback: Conhecendo a maquigam mineral.
  9. Trackback: Conhecendo a maquigam mineral.
  10. Patricia Brandão comentou:

    Alguém saberia dizer se a Kizzy mudou de salão? A Kizzy que encontrei é “Kizzy Moreira” e está trabalhando no Shopping Novo Batel, no “Frank di Ferran”… confere?

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Patricia!
      Bem vinda ao Bicha Fêmea!

      A Denise, que foi quem escreveu este post, mora atualmente no Nordeste do Brasil.
      Então eu não sei se ela sabe detalhes sobre onde essa cabeleireira trabalha atualmente.
      De qualquer forma, vou perguntar a ela e, qualquer coisa, te digo.

      Beijos,
      Lidi

      1. Patricia Brandão comentou:

        Oi Lidi,
        obrigada pela atenção. Consegui falar com a Kizzy e ela confirmou que é ela mesma, rsrs que trabalhava no salão Lyon. Para quem precisar agora, ela está no Frank d’Ferran, no Shopping Novo Batel. Vou fazer meu corte com ela hoje, estou ansiosa! Valor: R$ 65,00

        1. Lidiane Vasconcelos comentou:

          Nossa!
          Que eficiência a sua, Patricia… rsrsrsrsrs…
          Obrigada por trazer a informação para o Bicha Fêmea.
          Assim quem passar por aqui fica sabendo. 😉

          Beijos,
          Lidi

  11. Denise comentou:

    Oba, que bom que a informação está aí.
    =)
    Mudei de cidade e ainda ñao encontrei ‘uma Kizzy” aqui pra mim! buáááááá!

    beijos, meninas!

  12. Pingback: Cuidados com os cabelos: 3 perguntas para uma cabeleireira
  13. Trackback: Cuidados com os cabelos: 3 perguntas para uma cabeleireira
  14. Vivian comentou:

    Olá.. Em seu comentário você (Denise) cita um profissional de Londrina, você tem ainda o nome dele por favor, pois não consigo achar um que dê certo. Fico no aguardo. Obrigada

  15. Nilceia Duclos comentou:

    Tô adorando o trololó sosre cabelos cacheados.
    O meu é super cacheado e acaba que fica sempre aquele mesmo corte fio reto que ja enjoei faz tempo.
    Vou aproveitar algumas dicas.
    Amo muito tudo isso.
    Bjs bonita.
    rsrsrs,vou soltar a juba.
    Nilceia.

  16. Nilceia Duclos comentou:

    ops: sobre

  17. rosi comentou:

    oi, moro em Londrina e procuro um profissional para cortar meu cabelo que é bem encaracolado. Pode me ajudar com algum endereço ou nome? Beijos.

  18. Kamila comentou:

    Sempre falei que quero meu cabelo natural,que eu não quero alisá-lo ,queria me aceitar,e com uns 12 ano a mulher do salão cortou meu cabelo em três divisões ,e ele ficou tao feio que eu mantive preso um ano,um ano só com tranças e depois fui deixando crescer e todos me diziam que eu tinha que manter o cabelo comprido,e eu quero dá uma cortada sabe para mudar estou há 15 anos com um novo visual e então com todo mundo que eu falo,todo mundo fala não corta curto vai armar mas agora vou pensar na possibilidade!

  19. Carol comentou:

    Gostei muito, estou criando coragem para corta pois todos dizem que vai armar e “teu cabelo é tão lindo não faz isso” mas estou querendo mudar e não quero fazer quimica, vou tentar um corte, muito obrigada…

  20. PAULA comentou:

    Quero o nome do profisSional de londrina por favor me mande pelo whatts 43998230814 ,vou fazer o meu big chopp preciso de alguem de muita confiança
    agradeço muito!!!

  21. PAULA comentou:

    BIG CHOP desculpem o erro rsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *