Início » Promoção » Do Talento Que Eu Tenho Na Minha Arte. Qual O Seu?

Do Talento Que Eu Tenho Na Minha Arte. Qual O Seu?

Se me perguntassem de “bate pronto” qual a minha arte, eu diria (com os olhos arregalados e ar de decepção) que eu não tenho qualquer uma… tsc tsc tsc

Minhas limitações me fariam pensar que arte tem que ser algo mirabolante, que faça o queixo cair. Mas não é assim…

Isso era no passado! Depois do convite da Luci, que propôs mais uma blogagem coletiva com tema interessantíssimo (e por isso mesmo estou aqui animadíssima participando) sobre a arte de cada um, eu me coloquei a pensar no que sei fazer e possa ser considerado uma arte.

Enquanto lia o post em que Luci menciona o aniversário do blog Artes da Luci e faz o convite para esta blogagem coletiva, ela foi me convencendo de que todos nós somos artistas em algo. Penso cá comigo que eu, de fato, me descobri uma pessoa que se comunica bem na escrita, sobretudo nos trabalhos bloguísticos. Fiquei pensando em algum mérito pessoal para que o Bicha Fêmea funcione como um ponto de encontro de tanta mulher bacana, como você, e de alguma forma meu jeito de conduzir o trololó deve ter influenciado bastante para que isso acontecesse.

Segundo a Luci, isso também pode vir a ser uma forma de arte. Sinceramente, não acho que chegue a tanto. Mas eu sei que isso é algo positivamente forte em minha identidade bloguística. E quer saber? Faz bem para a alma procurar um talento que a gente tenha, e encontrar. Você, certamente, tem o seu. Você já realizou esse exercício?

Se eu fosse você, começaria a pensar agora no seu talento. Não tenho sequer uma sombra de dúvidas que você vai encontrar o seu. Ele está aí, em algum lugar, sendo usado ou não, mas está. Pensa nisso nesse fim de semana? Pensa sim… e sorria se descobrindo muito boa em alguma coisa, e não deixe que te convençam do contrário, hein?

Bom final de semana!

Aproveita a vida, bonita talentosa!!!

E grite aos quatro cantos o que te faz ser uma artista…

As bichas fêmeas falam…

Muito bom! É bom começar a ler as bichas fêmeas nevegantes que pensam que não têm talento, mas têm sim. Olha só o que comentou a Pam, do De Menina a Mulher:

“…menina, quebrei a cabeça, me entristeci, achei que não sou boa em nada, e não é verdade! Eu sou boa na arte de blogar, pelo menos eu acho rsrsrs. E acho que isso serve sim como arte…”

Pam, a gente tem sempre que dar o melhor da gente em tudo mesmo… é como penso.

Mas, para começar, a gente precisa descobrir onde investir o nosso melhor. Essa é a proposta do trololó, então. Descobrir o nosso talento, nossa arte.

*Este post faz parte da blogagem coletiva proposta pela Luci, do blog Artes da Luci. Maiores informações? Está tudo neste post aqui.

36 comentários sobre “Do Talento Que Eu Tenho Na Minha Arte. Qual O Seu?”

  1. Priscila comentou:

    Amiga já está atualizado ok!
    Bjs….

  2. Raquel Machado comentou:

    Oi Lidi, estou participando da blogagem coletiva da Luci tambem e esse tema me animou tanto coloquei meu post la no kriativa hoje…ehehehehe..sou artista desde criança e arte como voce mesma disse diz respeito a pequenas coisas tambem acho que como voce conduz o blog aqui sim pode ser considerado uma arte…arte e um dom da pessoas e todos temos so que as vezes ele esta adormecido em um cantinho e so despertar ele que coisas lindas e interessantes aflorecem se conseguir chega la no meu cantinho e veja no que me acho artista….hihihiih…Bjks

  3. Raquel Machado comentou:

    Oie…como eu comentei lá não largo o teatro por nada desse mundo não…me faz falta sabe…e como academia se você parar voce sente que falta…hihihihi…hoje em dia estou com um projeto de uma nova peça que se Deus quiser e permitir a gente estréia no verão e uma comédia relatando as divisões hierarquicas entre ricos e pobres tá ficando show de bola…além disso semana que vem to apresentando uma coreografia de tango a dança me chamou também..ihihihii…apesar de o teatro ser o pai mais velho essa e outra arte em que me meti a praticar…vamos ver no que dá não é? Bom eu acho que com esse meu hobby minha dicção e vida social melhorou muito sabe porque a gente aprende várias coisas, teatro não é só TV como muitos pensam e cultura e convivência também.

  4. Luciana Casado comentou:

    Ai Lidi, sabe que ainda não sei, mas estou procurando aqui dentro alguma coisa que faça bem…
    Mas o teu talento, com toda a certeza, é levar e incentivar esse trololo tão gostoso com a gente…
    O Bicha Fêmea é viciante, mas é um vício bom, de ficar esperando uma atualização para ver qual o trololó do dia, essas coisas boas que mulher adora fazer… conversar, trocar ideias… e com certeza aqui no Bicha Fêmea temos um espaço muito aberto para isso!!
    Bjus, Lu

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Lu, eu fico muito contente de perceber no teu comentário que meu objetivo foi atingido. Era isso, exatamente isso o que eu queria para o Bicha Fêmea, e você explicou muito bem, que é incentiva a conversa virtual com troca de ideias. 😉

  5. Milena comentou:

    Lidi,acho que você tem talento para escrever,mas,sobretudo para interagir com as pessoas.O blog é algo estranho pois ouvimos opiniões de várias pessoas,com diferentes bagagens e olhares.Nem todos têm a capacidade para administrar tal fato e não falo dos comentários mal-criados e sem-educação,não!!Esses já excluí das possibilidades,falo dos comentários pontuados, que nem sempre batem com a opinião de quem escreve o blog.Portanto,acho que esse talento,esse dom você tem.
    Bom,agora que eu já atestei seu talento bloguístico,vou cuidar da minha vida e descobrir qual o meu…
    Bjs e bom final de semana,

  6. Luci comentou:

    Tá vendo só? Não falei? O Bicha não é sucesso a toa. Existe uma Bicha dona dele que tem a arte de agregar, administrar, criar.

    Obrigada por participar da festa do Artes 🙂

    bom final de semana!!

  7. Reyel Angel comentou:

    Legal essa blogagem coletiva. Será que ainda pego? 😀
    Acho mesmo que blogar é uma arte, e tbm é a minha ;), mas tenho muito que aprender.
    Bjo na alma, bonita!

  8. Nanda comentou:

    Hum.. esse fim de semana vou estar bem relax em Salvador… vou pensar sobre meus talentos!
    beijos

  9. Pam Salzgeber comentou:

    OI Lidi, é estranho como as coisas acontecem né!
    Ontem mesmo assisti o filme JULIE & JULIA , que fala da vida de uma blogueira na cozinha, ou mais ou menos isso.
    E ela começa a blogar justamente por não saber se tem algum talento, e ela descobre dois, que é muito boa na cozinha e que tbm pode ser uma ótima escritora, tanto que a história se tornou um filme de tão boa.

    AI eu fiquei me perguntando, o que será que eu faço bem?
    Minha irmã é uma ótima cozinheira, minha mãe é uma tricoteira de mão cheia, minha cunhada limpa uma casa como ninguém além de ter dotes no artesanato.

    E eu?
    A menina, quebrei a cabeça, me entristeci, achei que não sou boa em nada, e não é verdade!
    Eu sou boa na arte de blogar, pelo menos eu acho rsrsrs.
    E acho que isso serve sim como arte.
    Ainda mais depois de ler esse seu post. Vc é um talento nato na arte de blogar Lidi, tanto que atrai tantas pessoas inteligentes como eu ( hahaha Vc que disse lá em cima kkkk) .
    O trololó aqui é uma delicia, e me espelho em vc para ter um blog inteligente e saudavel.

    Obrigada Lidi pelo Bicha fêmea .é uma inspiração.

    Beijocas

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Pam!
      Eu assisti ao filme que você falou, o Julie&Julia. É, a blogueira que agora é escritora e personagem de filme achava que não sabia fazer nada, não é? Mas todo mundo sabe, sabe sim.
      Eu não sabia que sabia blogar. Continuo achando que preciso aprender muito, mas acredito sim que posso ter algum talento. E é muito bom ouvir de você que pode, também, se propor a fazer isso bem feito. Mas, oh! Eu não acredito que tenha alto grau de conhecimento em nada, hein? Pelamor!
      Mas eu tento dar o meu melhor em tudo que faço. A personagem do filme deu, não deu? A gente tem sempre que dar o melhor da gente em tudo mesmo… é como penso.
      Mas, para começar, a gente precisa descobrir onde investir o nosso melhor. Essa é a proposta do trololó, então. Descobrir o nosso talento, nossa arte.

  10. Rose comentou:

    Talento??? sabe que a tempos atras também já me fiz essa pergunta…sempre ouvi dizer que todo muito nasce com um talento e eu ainda não havia descoberto o meu…minhas amigas da época de colégio uma se formou em enfermagem, a outra era porfessora, outra foi pra marinha e assim entre tantas outras profissões…eu ainda não havia me encontrado…não tenho talento pra bordar, pintar, crochê, trico tudo isso até já tentei, mas dá não amiga prefiro mesmo a minha cozinha, as minhas festas e de vez em quando me aventuro a fazer algo idferente como o arranjo de natal essas coisas simples que eu vejo e na hora já imagino outra utilidade isso sim acredito ser um talento hihihihihi

    Adorei as palavras com que descreveu meu blog e a minha pessoa…e por isso que não canso de dizer que me identifico muito com você e todas as vezes que preciso de socorro e aqui que venho choramingar…e sempre encontro algo que possa me inspirar. Valeu Lidiane Bju grande e bom findi!!!

  11. sonia sousa comentou:

    cá estou minha querida …já vim antes -mas o meu pc and ameio louco e só agora deixou comentar -este post me deixou a pensar que arte tenho eu???? vou pensar no assunto…mas este espaço é mesmo uma obra de arte que nos reune dia após dia …Um beijo

  12. Anna comentou:

    Muito legal, mas estou pensando; eu não estou me lembrando de nada que possa considerar talento, falar ,ah….., conta?
    Beijos

  13. Ozenilda comentou:

    OI Lidiane, que post legal, gostei muito e não preciso pensar muito para saber que o meu talento, também é escrever, sem falsa modéstia, sem nenhuma esquizofrenia na alma, posso afirmar sim que escrevo bem e muitas pessoas reconhecem isso. No blog talvez isso não fique muito evidente, pois por perceber que as pessoas não gostam de simplesmente ler ou de ler posts grandes, mudei um pouco a forma do meu blog e não me arrependo por isso.
    Agora, algo que descobri com o blog e que acho um talento é a facilidade com que tenho conseguido aprender técnicas de artesanato e como tenho me expressado por elas. É só ir ao meu blog e conferir quanta coisa tem lá, inclusive de reciclagem. Legal mesmo foi aprender a tecer em tear de pregos e a bordar ponto cruz apenas com aulas em vídeos que encontro no youtube, nunca pensei que isso seria possível.
    Então, se precisar escolher uma das duas coisas, escrever ou fazer artesanato, até pelo de diferente que falei no aprendizado, diria que meu talento é aprender coisas com essa facilidade, apenas pelo prazer de fazer coisas novas.
    Fica de olho Lidi, pois em breve tenho novidades nesse campo, pois comprei uma máquina de costura, motivada por tanta coisa bonita que vejo na blogosfera, e estou aqui em casa, nesse momento, aguardando a entrega.
    Beijo e bom fim de semana.
    😉

  14. Pri Guti comentou:

    Oi Lidi!!! Se é que me permite a intimidade, hihihi
    Vim retribuir sua visita e conhecer o seu espaço por aqui e nem preciso dizer que também adorei!!!
    Também me considero ultra amadora em tudo o que escrevo, e não é falsa modéstia não, sei o quanto preciso aprender ainda para um dia escrever bem! Mas o que me motiva muito é a busca do equilíbrio, do sentido verdadeiro da vida. E para isso, é muito gostoso curtir cada momento e detalhes gostosos, decoração, jardins, dicas ecológicas, enfim, tudo o que no Olhos Verdes procuro demonstrar. Sejam sempre bem vinda por lá também!!!
    Pri

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Oi, Pri!
      Pode ficar á vontade para me chamar de Lidi, e sem problemas. Na verdade, é como todos me chamam. E muito obrigada por me fazer ficar á vontade para voltar no seu espaço virtual mais vezes. 😉

  15. Fatima comentou:

    Oi Lidi!
    Demorei mas cheguei!
    Linda a casa nova, gostei muito mesmo.
    Bjs.

  16. Irene Moreira comentou:

    Ludi Você colocou realmente a sua arte em prática e como gosto de ler o que escreves e me alongar em comentário infindáveis, vou ser muito breve e o porque como estou participando também da Blogagem da Luci vou guardar um pouquinho da arte que ainda me resta para postar no mamyrene. Beijos e bom final de semana

  17. Luma comentou:

    Ichi!! Danou-se!! Me interesso por tanta coisa, me diversifiquei tanto, que refinar, fazer arte? Não! Não sou especialista em nada! Quanto mais eu aprendo mais percebo que falta muito para aprender. Eu nao saberia ser artista em nada. Mas tenho capacidade de identificar artistas, talvez essa seja a minha arte! Vai saber! 😉

    Não sabia da blogagem 🙁 Participei de outra da Luci outro dia, parece. Acho que ando doidins 😛

    Bom fim de semana! Beijus,

  18. Lathife comentou:

    Vou pensar depois te conto…

    bjs e Parabéns pra sua amiga 🙂

  19. Barbie comentou:

    Olha, adorei o post.
    Sou nova com esse negócio de blog, ainda estou apanhando um pouco, mas estou adorando e visitando blogs, mas só deixo comentários naqueles que acho interessantes, tá. Até linkei vc no meu blog, gostei do que vi por aqui.
    Kisses.

  20. Barbie comentou:

    Gostei muito do post.
    Adorei o Bicha fêmea, tanto que linkei vc.
    Só deixo comentário em blog que eu gosto.
    Ah, sou nova blogueira e ainda apanhando um pouco.
    Kisses.

  21. Cláudia Ramalho comentou:

    Lidi, sabia que a dificuldade de participar dessa blogagem é saber qual talento eu tenho? Porque na verdade não sei dizer se tenho um talento. Quebro o galho em muita coisa, mas não me considero expert em nada. Não para os meus padrões de qualidade…

    Realmente vc acertou o seu talento. Vc tem um dom de gerir recursos humanos e o desenvolve muito bem aqui no blog, usando e abusando da sua interatividade. Seu jeito de escrever é intimista e descontraído, o que nos aproxima da sua pessoa.

    ***

    Lidiane, querida, não sou advogada. Muitos confundem, quem se forma em Direito não é necessariamente advogado. Eu sou até incompatível com a advocacia, por causa do meu cargo. Sou analista judiciário (o cargo se escreve no masculino mesmo). Mas fique certa que se eu não fosse o que sou, de fome não morreria… kkkkkkkkkk

  22. Rosi Costa comentou:

    Querida

    Já atualizei o link do Bicha.
    Pode deixar que volto depois para comentar o post.
    Bjs

  23. Lúcia Soares comentou:

    Oi, Lidiane. Obrigada por me colocar na sua lista de emails,. Estou gostando muito de receber suas mensagens.
    Quanto a ter talento “oculto”, também tenho que me descobrir!
    Vou lá no blog da Luci. Bj

  24. Irene Moreira comentou:

    Ludi estou eu aqui de novo para te comunicar que A Vitrine (meu outro blog) lançou sua primeira promoção para presentear você.Venha sonhar participando – é só responder uma pergunta e
    pronto já está concorrendo – veja as regras e tem selo especial
    da Criatividade & Nostalgia. Estou te esperando. Beijos

    http://avitrinedesonhos.blogspot.com

  25. Fátima-Blog da Fátima comentou:

    Lidi..
    Eu consigo ter talento pra não ter talento. kkkkkkkk
    Exagero meu…a única coisa que sei fazer e mais ou
    menos é escrever, tentar passar para o papel(no caso a qui o PC)
    O que eu sinto, penso. Se isso for uma arte então eu tenho um pouco.
    Mas meu sonho mesmo, era ser atriz de teatro!!
    Nossa minha frustração é essa!!! Se a globo não fosse tão longe
    eu ia tentar um teste!! kkkkkkk

    Bom findi

    Bjos no ♥

  26. Cibele comentou:

    Lidi, querida!

    Meu único talento é fazer boneca porque para costurar estou péssima kkkkk
    Cada um tem o seu…..e o seu é editar esse lindo blog saiba que eu fico esperando só para ver quem será que vc pescar, quem estará na prateleira??? e a bicha fêmea em foco adoro tudo isso!!! seus comentários é de um Fêmea muito fina e elegante……ficaria aqui horas falando sobre vc!!

    Descobri uma amiga de quem gosto muito e quero muito bem!

    beijo beijo

  27. Amanda comentou:

    Oie, Lidi!!
    Um talento que descobri que tenho e foi nesse ano… é tocar piano comecei a ter aulas em junho e simplesmente estou amando. Acho que tenho talento porque estou aprendendo rápido e tento tocar bem rs… a música é algo divino poder expressar-se através das notas é fantástico… amo amo amo…pode ser que tenho outros como ser amável e paciente com as pessoas, será que isso pode ser chamado de talento? Ah lembrei de um, falar em outras línguas como o inglês e tbm estou aprendendo italiano e espanhol. Espero que eu tenha comentado corretamente rsrs. Olha só, tem um selinho pra vc lá no meu blog, dediquei com muito carinho. Beijocas

  28. Isadora comentou:

    Olhe, não sei se chego a ter assim um taleeeeeeennnnto, mas depois dos trinta descobri que sei fazer uns aretesanatos bonitinhos – ponto cruz, crochê, um pouquinho de costura… Nunca pensei que fosse virar uma crafter compulsiva, nunca tinha pego em agulha e linha na minha vida.

    Sobre os enfeites, servem para pendurar na árvore sim, mas dependendo do tamanho da sua árvore podem ficar meio grandinhos. Também dá para pendurar em maçaneta de porta, puxador de armário… eu pendurei um deles na minha varanda – em breve postarei as fotos. Os outros dois eu dei, não sei o que as pessoas que ganharam fizeram com eles mas posso perguntar :0)

    Beijos

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Depois que você falou das outras possibilidade para os enfeites, acho que na maçaneta da porta fica bem melhor, hein? Eu tenho pouca imaginação… desculpe!

      1. Isadora comentou:

        Pois é, eles são mesmo meio grandes para uma árvore de Natal tamanho padrão!
        Abçs!!!

  29. yvone comentou:

    Ah Lidi eu adoro escrever… Mas ainda nao comecei a levar a serio…mas tenho uns projetinhos na gaveta….
    Agora com as artes foi assim que começou.
    Eu me interessei pelo artesanato ainda criança. Na minha infância era comum a mulher costurar em casa. Eu via minha avó minha mãe e tias costurando naquela máquina Singer de pedal. Ficavam lá pedalando e do outro lado da agulha saíam coisas incríveis; vestidinhos para as crianças, cortinas para a casa, colchas de retalhos. Eu tenho uma delas até hoje, era da minha mãe.

    Comecei a fazer minhas primeiras tentativas artesanais na adolescência, mas não vendia, apenas fazia para mim, para a família ou amigas.
    Estava sempre inventando uma moda, “costumizando” termo muito comum hoje em dia.
    Mas meu inicio pra valer mesmo foi com o tricô e bem interessante.

    Tinha 19 anos e estava grávida do meu primeiro filho, uma amiga de minha mãe me levou para as aulas de tricô que ela fazia. Eu fiquei encantada com as agulhas, com os movimentos que faziam, achei tudo muito fascinante. A professora da aula me perguntou se eu sabia fazer, eu imediatamente falei que sim, então ela me deu um par de agulhas já com os pontos… Eu fiquei observando o que minha amiga fazia e eu fazia também igual, imitando-a, e não é que acabei fazendo praticamente todo o enxoval do bebe? Entre os meus tesouros tenho guardado um casaquinho, o primeiro trabalho feito por mim.

    Depois disso… Bom depois disso entre uma maternidade e outra, entre mil atividades fora e dentro de casa, nunca mais parei de criar… Aprendi a cozinha outra “arte”, organizar, arrumar, enfeitar…
    Depois dos filhos crescidos morei no mato por alguns anos e lá aprendi a me virar com o que ela tem para oferecer…Plantei centenas de árvores e ali tb. havia tempo para escrever. Comecei o livro (obra graças a Deus inacabada).

    Por mais que eu confesse ter buscado inspiração em outras grandes mulheres da história universal, foi e ainda o é de dentro de casa que tirei meus exemplos e meus valores mais preciosos.

    Descobri que sou uma criadora, que ama as cores, o universo feminino, o movimento, a música… Uma apaixonada por detalhes que fazem a diferença.

    bjus
    ah, fiquei feliz feliz de ver uma visitinha da “OLHOS VERDES” por aqui.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Yvone, o relato de sua intimidade com o mundo inventivo e com vários tipos de artes só confirmaram a impressão de mulher super criativa e aberta para o novo que sempre tive de você. 😀

      Viu? Dei o ponta pé inicial e fiz as visitas que você recomendou. É como falamos ao telefone: tudo começa com uma primeira vista, não é? 😉

  30. Giovanna Oliveira comentou:

    Oi, meu nome é Giovanna, ainda sou jovem porem quando era criança fiz 3 meses de aula de pintura mais agora estou fazendo aula de ingles entao nao posso fazer aula de pintura porem eu AMOOOOO pintar mais infelizmente eu acho que não tenho talento, por favor me ajude !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *